Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Trabalho Prezi (MAC OS)

No description
by

Grupo MAC OS

on 4 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Trabalho Prezi (MAC OS)

Mac OS HISTÓRIA
O Macintosh Operating System (Mac OS) é a denominação do sistema operacional padrão dos computadores Macintosh produzidos pela Apple. Sua evolução ocorreu até a versão Mac OS X. A primeira versão foi lançada em 1984. Até antes da versão 7.6, era chamado apenas de System (ex.: System 4, System 7), da versão 7.6 em diante passou a ser chamado de Mac OS. System 1.0 (Janeiro de 1984): O primeiro sistema operacional do Mac ocupava exorbitantes 216K de memória, sendo que só o Finder ocupava 46K. Vinha com um driver de impressora ImageWriter e com os acessórios Alarm Clock e Calculator. Além do disquete do sistema, vinha outro com o programa Mousing Around, que ensinava como lidar com a ferramenta revolucionária na época, o mouse.

System 1.1 (Maio de 1984): Upgrade que teve como objetivo principal dar uma acelerada no sistema. Já havia um proto-Startup Items (você podia fazer um programa abrir quando o Mac fosse ligado), mas ainda não existiam funções óbvias como Shut Down ou New Folder (havia sempre uma pasta vazia em cada disco, e sempre que você o renomeasse, apareceria outra pasta). O System subiu rapidamente da versão 1 em 1984 até a 6 em 1988 porque cada novo modelo de Mac trazia um System novo. Na realidade, a primeira revisão realmente importante foi o System 7, de maio de 1991. Foi um feito extraordinário, se levarmos em conta as limitações técnicas que ele conseguiu contornar e disfarçar. Ele não possuía aquilo que os técnicos chamam de kernel – uma parte do sistema que comanda todas as funções internas da máquina, mediando os recursos de hardware e software disponíveis entre os programas. Em seu lugar, havia uma coleção de APIs – blocos de código de uso geral, acessados em comum pelos programas – chamada Toolbox. Cada aplicativo encarregava-se de acessar diretamente as funções na Toolbox e gerenciar o seu próprio funcionamento. Resultado: frequentes conflitos entre os programas pelos recursos da máquina, gerando ineficiência e instabilidade. Era fácil um programa travar a máquina inteira, pois o System não dava proteção à memória reclamada pelos programas, podendo um invadir o “espaço” do outro. E o funcionamento em multitarefa era feito mediante um precário “acordo” direto entre os aplicativos, o que também gerava lentidões e travamentos.

O System 7 não resolveu esses problemas, mas introduziu uma lista extensa de fantásticos melhoramentos, capazes de aumentar a produtividade dos usuários, como:

- Multitarefa mais eficiente
- Compartilhamento de arquivos via rede usando o protocolo AppleTalk, pelo qual a rede podia se configurar sozinha.
- Memória virtual (Com o System 7.5)
- Atalhos para arquivos, programas, pastas e discos. Superiores aos equivalentes no Windows, por lembrarem o endereço dos itens originais mesmo depois de serem movidos.
- Extensões e painel de controle que carregavam junto com o sistema. (Já existiam, mas foram institucionalizados sob o System 7.)
- Imagem colorida
- Drag & Drop (arrastar e soltar). Até o System 6, o conceito de arrastar itens para janelas de programas ainda não existia.
- Balloon Help, um sistema de ajuda que foi precursor das “Tooltips” amarelas que se vê hoje em qualquer sistema.
- Apple Script (Uma potente linguagem de macro que existe até hoje no Mac OS X.) O Macintosh Operating System (Mac OS) é a denominação do sistema operacional padrão dos computadores Macintosh produzidos pela Apple. Sua evolução ocorreu até a versão Mac OS X. A primeira versão foi lançada em 1984. Até antes da versão 7.6, era chamado apenas de System (ex.: System 4, System 7), da versão 7.6 em diante passou a ser chamado de Mac OS. O software original do sistema Macintosh foi parcialmente baseado no sistema operacional Lisa, lançado anteriormente pela Apple para a Lisa computador em 1983 e, como parte de um acordo que permitia Xerox comprar ações da Apple em uma taxa favorável, ele também usou conceitos da Xerox PARC da Xerox Alto, que Steve Jobs e vários outros membros da equipe do Macintosh tinha visualizado. NKGKJFKJBDFKJNBKLDFBKLNFJBKJDKJNBJF
FB.DKNBFKDNBJDKBJKFB Em vez de mudar de versão a cada novo modelo de Mac, o System 7 era um sistema universal – o primeiro distribuído via CDs. Cada Mac vinha com um arquivinho chamado “System Enabler” que continha as modificações específicas no sistema para aquele modelo. Infelizmente, não bastava instalar o System 7 e sair usando. Ele era mais pesado que o System 6 e muitas vezes exigia um upgrade na memória. O System 7 implementou o endereçamento de memória em 32 bits em lugar do original em 24 bits, o qual só permitia usar 8 MB de memória. A mudança foi necessária para acomodar programas maiores. Mas causou a “quebra” de uma enorme quantidade de aplicativos – e a necessidade de atualizações para todos eles.

Com os Power Macs, a Apple lançou o System 7.1.2, que possuía as partes do código mais importantes recompiladas para rodar nativamente nos novos processadores. O restante funcionava via emulação, que era imperceptível pelo usuário mas deixava os programas mais lentos, anulando na prática a vantagem de se usar um processador mais poderoso. Os aplicativos foram sendo atualizados para o PowerPC aos poucos.

A versão 7.6, de 1997, foi a primeira com o nome “Mac OS”; a mudança de nome visava atender ao mercado de clones de Mac e prepararia o terreno para o futuro Mac OS 8. System 2.0 (Abril de 1985): Finalmente apareceram os comandos New Folder e Shut Down, e ícones pequenos na lista por nomes. É dessa versão a capacidade de arrastar um ícone de um disquete para o lixo para fazê-lo sair (anteriormente, você tinha que dar o comando Eject Disk, e só aí arrastá-lo para o lixo).
System 3.0 (Janeiro de 1986): Foi lançado junto com o Mac Plus e trazia um Finder mais rápido e eficiente. Pela primeira vez trazia um cache de memória RAM e a capacidade de colocar uma pasta dentro da outra, criando assim um sistema hierárquico (antes só existia um nível). Foi o primeiro a utilizar um Installer. System
e suas Versões System 3.2 (Junho de 1986): Apareceu para consertar cerca de 30 bugs das versões anteriores e trouxe também uma versão nova da calculadora, usada até hoje.
System 3.3 (Janeiro de 1987): Pequeno mas importante upgrade, que trouxe ao Mac a capacidade de se ligar em rede usando AppleShare.

System 4.0 (Março de 1987): Trazia consertos para alguns bugs e já não rodava no modelo original do Mac (o Macintosh 128K).
System 4.1 (Abril de 1987): Vinha com o AppleShare 1.1, que era necessário para a rede do Mac II e possibilitava a utilização de hard disks maiores do que 32Mb!
System 4.2 (Outubro de 1988): Trazia pela primeira vez o MultiFinder, que deixava você usar dois ou mais programas ao mesmo tempo (multitarefa).

System 6.0.8 (Janeiro de 1991): Última versão do System 6, e única a funcionar em um LC II. Melhorou os drivers das impressoras. Nessa época, o sistema já tinha o triplo do tamanho do original, ocupando cerca de 600k.

Depois, vieram as versões 7: 7.0. - 7.0.1 – 7.1 – 7.1.1 – 7.1.2 etc... até a 7.6.1 O System, ou MAC OS Clássico, foi o sistema antecessor ao MAC OS X.
Ele já vinha com interface gráfica, mas era muito simples e em preto e branco.
O system teve mais de uma dezena de versões, que começaram com a 1.0 até a 7.6 sendo quais grande parte delas foi somente uma correção de bugs da outra. Então aqui há um resumo só das versões que além de corrigirem bugs das versões anteriores, também introduziram novas ferramentas e mudanças/melhorias no sistema.
_______________________________________ O sistema operacional da Apple para o primeiro Macintosh de 1984 rodava em 128 KB de memória e carregava a partir de um disquete. Para abrir um aplicativo, você tirava o disco de partida do sistema e colocava outro com o programa desejado, podendo usar apenas um aplicativo de cada vez. A tela era em 512×384 pixels em preto e branco puro, e não havia disco rígido. A primeira versão, é facilmente distinguida entre outros sistemas operacionais a partir do mesmo período, porque ele não usa a linha de comando da interface, foi um dos primeiros sistemas operacionais a usar completamente interface gráfica do usuário ou GUI. Foi o primeiro sistema gráfico amplamente usado em computadores a usar ícones para representar os itens do computador, como programas, pastas e documentos. Também foi pioneiro na disseminação do conceito de Desktop, com uma Área de Trabalho com ícones de documentos, pastas e uma lixeira, em analogia ao ambiente de escritório. De início as pastas eram criadas renomeando-se uma “Pasta Vazia” que estava sempre na raiz do disco. A partir do System 2.0 o sistema foi modificado, com a inclusão do comando “Nova Pasta’” no menu Arquivo do Finder.

O lançamento do Mac OS X foi um marco para o sistema operacional. Em sua décima versão, o sistema foi remodelado como um todo, inclusive o kernel, que passou a ser baseado no do Unix BSD. SYSTEM 1 SYSTEM 2 SYSTEM 3 SYSTEM 4 SYSTEM 5 SYSTEM 6 SYSTEM 7 MAC OS 9 MAC OS 8 Mac OS X O MacOS X apresenta uma grande mudança em relação aos sistemas operacionais anteriores do Macintosh e o código que é a base do sistema é completamente diferente do de versões anteriores. Apesar de a maioria das alterações estarem nos "bastidores" do sistema operacional, a interface gráfica de usuário Aqua é o novo recurso mais visível. O uso de bordas arredondadas, cores translúcidas e outros adereços trouxe mais cores e texturas às janelas e controles do Desktop do que a interface Platinum do OS 9.
O núcleo do OS X é um sistema operacional certificado Unix, construído em torno de um núcleo XNU com recursos básicos Unix acessíveis por meio de uma interface de linha de comando. Pouco antes do lançamento do Mac OS X a Apple lançou esse núcleo como Darwin. Baseando-se nesse núcleo, a Apple projetou e desenvolveu um número de componentes de código fechado (closed source) de licença proprietária, incluindo a interface Aqua e o Finder (o sistema de gerenciamento de arquivos). A combinação da interface amigável e o poder do núcleo open source Darwin/BSD tornaram o Mac OS X o ambiente Unix mais bem vendido até hoje em número de computadores vendidos. Versões DO MAC OS X Mac OS X v10.0 "Cheetah"
Mac OS X v10.1 "Puma"
Mac OS X v10.2 "Jaguar"
Mac OS X v10.3 "Panther"
Mac OS X v10.4 "Tiger"
Mac OS X v10.5 "Leopard"
Mac OS X v10.6 "Snow Leopard"
Mac OS X v10.7 "Lion"
OS X v10.8 "Mountain Lion" codinome "Cheetah", foi a primeira versão do sistema operacional Mac OS X, para desktop e servidor da Apple Inc.. Mac OS X v10.0 foi lançado no dia 24 de março de 2001 por um preço de US$129,95.
Mac OS "Cheetah" foi uma mudança radical do Sistema Operacional anterior, considerado "clássico", da Macintosh e foi a resposta da Apple Inc. à tão esperada próxima geração de sistemas operacionais da Macintosh. Apresentou um novo conceito de código criado completamente diferente do modelo do Mac OS 9, como também todos os sistemas operacionais anteriores da Apple. Mac OS X introduziu o novo núcleo Darwin Unix-like e um sistema totalmente novo de administração de memória. Provou ser um começo duradouro para o Mac OS X. Mac OS X v10.0 "Cheetah" Mac OS X v10.1 "Puma" Mac OS X v10.1, codinome "Puma", foi a segunda versão do sistema operacional Mac OS X, para desktop e servidor da Apple Inc.. Substituiu o "Cheetah" e antecedeu ao "Jaguar". A versão 10.1 foi lançada em 25 de setembro de 2001 como uma macroatualização gratuita da versão 10.0. A partir da versão 10.1.2, a Apple Inc. fez do Mac OS X o sistema operacional padrão dos novos Macs.3
O sistema operacional foi distribuído sem custos por empregados da Apple depois do pronunciamento de Steve Jobs em uma conferência em São Francisco. Logo após, foi distribuído para os usuários do Macintosh em 25 de outubro de 2001 nas lojas da Apple Inc. e outros distribuidores de produtos da marca. O sistema operacional foi melhor recebido do que Mac OS X versão 10.0, ("Cheetah") embora os críticos reclamassem do excesso de defeitos e da falta de alguns recursos no novo sistema operacional. Mac OS X v10.2 (Jaguar) Mac OS X v10.2 "Jaguar" foi a terceira versão do Sistema Operacional para desktop e servidores da série Mac OS X. Substituiu o Mac OS X v10.1 com o codinome Puma e antecedeu o Mac OS X v10.3 "Panther". O sistema operacional foi lançado no dia 23 de agosto 2002 pelo preço de US$ 129, ou a um preço de US$ 199 dólares para o "family pack"4 que permitia cinco instalações em computadores separados em uma residência. O sistema operacional foi bem aceito pelos usuários do Macintosh pelo grande avanço na estabilidade e velocidade; porém, muitos críticos ainda reivindicaram melhoria na velocidade da interface pois diziam que ainda possuíam muitos problemas pendentes.
Jaguar foi o primeiro sistema operacional Mac OS X onde o codinome foi usado em anúncios publicitários. Hoje os produtos do Mac OS X continuam a tradição de usar o codinome em seus produtos dos sistemas operacionais da Apple. Mac OS X v10.3 "Panther" O Mac OS X v10.3 "Panther" foi o quarto lançamento do Mac OS X. Ele substituiu o Mac OS X v10.2 "Jaguar" e teve como sucessor o Mac OS X v10.4 "Tiger". O "Panther" foi lançado em 24 de outubro de 2003. O seu custo era de US$ 129 para uma única licença de usuário e US$ 199 para um pack familiar (licença para 5 computadores). Mac OS X v10.4 "Tiger" Mac OS X v10.4 "Tiger" foi o quinto lançamento do Mac OS X. O "Tiger" foi liberado ao público em 29 de abril de 2005 como o sucessor do Mac OS X v10.3 "Panther", que foi lançado 18 meses antes, logo substituído pelo Mac OS X v10.5 "Leopard", em 26 de Outubro de 2007, após 30 meses, tornando-se o Mac OS X de mais longa versão. Alguns dos novos recursos incluem um rápido sistema de busca chamado Spotlight, uma nova versão do navegador Safari, Dashboard, um novo tema unificado, e suporte aperfeiçoado para uso em processadores 64 bits.
O "Tiger" foi também a primeira versão do sistema operacional Mac OS X liberada para trabalhar com máquinas Apple com arquitetura Intel (máquinas Apple usando processadores x86.) Seis semanas após o seu lançamento oficial, a Apple tinha entregue 2 milhões de cópias do Tiger, o que representa 16% de todos os usuários do Mac OS X. A Apple alega que o Tiger foi o mais bem sucedido Mac OS X da história da empresa. Na Conferência WWDC em 11 de junho de 2007, o CEO da Apple, Steve Jobs, anunciou que, dos 22 milhões de usuários do Mac OS X, mais do que 67% estavam usando Tiger. Mac OS X v10.5 "Leopard" O Mac OS X v10.5 "Leopard" é o sexto lançamento da família Mac OS X, sendo o sucessor do Mac "Tiger". Leopard foi lançado em 26 de Outubro de 2007 e esteve disponível em duas variantes: uma versão desktop, adequada para computadores pessoais, e uma versão para servidor, a versão Mac OS X Server. O "Leopard" foi substituído pelo Mac OS X v10.6 "Snow Leopard", lançado em agosto de 2009.
De acordo com a Apple, O "Leopard" contem mais de 300 alterações e melhorias, abrangendo desde o núcleo do sistema operacional até componentes incluídos em aplicações e ferramentas para desenvolvedores. O "Leopard" introduz um redesenhado Dock, o Menu Bar com efeito de transparência e uma atualização do Finder que incorpora o Cover Flow (uma navegação com interface visual vista pela primeira vez no iTunes). Outras características notáveis incluem suporte para escrita de 64-bit, um backup automático com um utilitário chamado Time Machine, suporte a Spotlight para buscas em várias máquinas e a inclusão do Front Row e o Photo Booth, que anteriormente estavam incluídos apenas com alguns modelos Mac. Mac OS X v10.6 "Snow Leopard" Em 2009, Apple e Microsoft mudaram a estratégia, lançando novas versões de seus sistemas operacionais. Enquanto o Windows 7 foi lançado em outubro, o Mac OS X Snow Leopard 10.6 chegou ao mercado americano na última semana de agosto. O Snow Leopard ficou mais rápido ao iniciar o computador e abrir programas, principalmente os da Apple, além de 50% menor, liberando 7G de espaço em HDD (disco rígido).

Como desvantagem está a exigência do processador Intel, o que significa que não roda nos antigos Macs. Mas por outro lado, custa apenas US$ 30 para quem já possui o Leopard 10.5, o anterior.

Entre outras novidades estão o ajuste automático do relógio em viagens, a data na barra de menu, a sinalização da intensidade da rede wireless, possibilidade de ícones maiores, visualização de itens de uma pasta, plugins de páginas web, como flash, não congelam mais o navegador, os vídeos são exibidos em tela inteira e podem ser enviados direto para o youtube. Mac OS X v10.7 "Lion" O Mac OS X v10.7 "Lion" é o oitavo lançamento da família Mac OS X, sendo o sucessor do Mac OS X v10.6 "Snow Leopard". Lion foi anunciado em 20 de Outubro de 2010 na conferência "Back To The Mac" e foi lançado em 20 de Julho de 2011, estando disponível para download através da Mac App Store. Apple: "Pegamos nossas melhores ideias do Mac OS X e aplicamos no iPhone. Pegamos nossas melhores ideias do iPhone e aplicamos no iPad. Agora chegou a hora de aplicar tudo isso no Mac." * App Store agora vai servir também para Mac com aplicativos especiais
* Launchpad: "Com o Launchpad você acessa seus apps em um instante, assim como no iPad. Só precisa clicar no ícone do Launchpad no seu Dock. A janela aberta é substituída por uma elegante tela que mostra todos os apps disponíveis no seu Mac. Percorra todas as páginas de seus apps ou organize-os como você quiser, basta arrastar o ícone para o lugar desejado; também pode agrupá-los em pastas. Quando você baixa um app da App Store, ele é mostrado automáticamente no Launchpad, pronto para ser instalado."
*Apps em tela cheia: "O iPad mostra todos os seus apps em tela cheia para você não se distrair, e oferece uma forma rápida de voltar à tela dos apps. O Mac OS X Lion faz a mesma coisa na sua área de trabalho. Você pode abrir um app em tela cheia com só um clique; mudar para outro app também em tela cheia deslizando apenas um dedo no trackpad, e retornar à área de trabalho para acessar seus apps. O suporte à visualização de apps em tela cheia cria uma experiência muito mais envolvente. Assim você pode se concentrar ainda mais no seu trabalho ou aproveitar seus jogos de uma maneira mais intensa."
* Mission Control: "O novo Mission Control é um poderoso e prático recurso que proporciona uma visualização abrangente de tudo o que estiver em execução no seu Mac‚ incluindo o Exposé, Spaces, Dashboard e apps em tela cheia. Com um simples movimento, o Mission Control é mostrado na tela. Assim você pode ver todas as janelas abertas agrupadas por app, ícones dos apps funcionando em tela cheia, o Dashboard e outras janelas do Spaces. Tudo organizado em um lugar só. Com um clique, você acessa o que quiser do Mission Control. É o Mac OS X Lion colocando você no controle do sistema." Novidades: OS X v10.8 "Mountain Lion" O OS X v10.8 "Mountain Lion" é o nono sistema operacional da família OS X, sendo uma atualização e sucessor do Mac OS X v10.7 "Lion". O Mountain Lion foi anunciado em Fevereiro de 2012 e lançado em 25 de Julho de 2012, disponível para download na Mac App Store. As suas maiores atualizações foram a introdução do iCloud, Messages, Reminders, Notes, Notification Center, Game Center, dentre outros. O Mountain Lion trouxe algumas características do sistema operacional móvel da Apple, o iOS. É também a primeira versão a ser chamada oficialmente de "OS X", e não de "Mac OS X". Ambiente Gráfico
Ambiente gráfico é um software feito para facilitar e tornar prática a utilização do computador através de representações visuais do sistema operacional.
O MacOS X apresenta uma grande mudança em relação aos sistemas operacionais anteriores do Macintosh e o código que é a base do sistema é completamente diferente do de versões anteriores. Apesar de a maioria das alterações estarem nos "bastidores" do sistema operacional, a interface gráfica de usuário Aqua é o novo recurso mais visível. O uso de bordas arredondadas, cores translúcidas e outros adereços trouxe mais cores e texturas às janelas e controles do Desktop do que a interface Platinum do OS 9.
O núcleo do OS X é um sistema operacional certificado Unix, construído em torno de um núcleo XNU com recursos básicos Unix acessíveis por meio de uma interface de linha de comando. Pouco antes do lançamento do Mac OS X a Apple lançou esse núcleo como Darwin. Baseando-se nesse núcleo, a Apple projetou e desenvolveu um número de componentes de código fechado (closed source) de licença proprietária, incluindo a interface Aqua e o Finder (o sistema de gerenciamento de arquivos). A combinação da interface amigável e o poder do núcleo open source Darwin/BSD tornaram o Mac OS X o ambiente Unix mais bem vendido até hoje em número de computadores vendidos. Coisas interessantes para fazer com o terminal do Mac OS X O Mac OS 8 foi um sistema operacional lançado pela Apple Computer em 26 de julho de 1997. Ele representou a maior atualização do Mac OS desde o lançamento do System 7, seis anos antes. Lançado sobre uma série de atualizações, essa versão contém uma tecnologia integrada conhecida como Copland. O Mac OS 8 ajudou a modernizar o família Mac OS enquanto a Apple Inc. desenvolvia a nova geração de sistemas operacionais, os Mac OS X. O Mac OS 8 foi o primeiro software mais vendido da Apple Inc. até então, com 1,2 milhões de cópias vendidas em duas semanas.

O Mac OS 8 não possui as famosas características de "um sistema operacional moderno", como multitarefa preemptiva, memória protegida e multiprocessamento simétrico, isso só surgiu quando a Apple lançou o sistema operacional baseado no software que comprou da NeXT (feito por Steve Jobs enquanto estava fora da Apple). O Mac OS jamais iria ter essas características, porque para isso seria preciso reescrever o sistema, o que o tornaria incompatível com os programas da época.
Com o Mac OS 8, a Apple conseguiu modernizar o sistema operacional até os limites do possível. Mapeou os erros de Tipo 11, ampliou a capacidade do Finder de fazer várias coisas ao mesmo tempo e melhorou o gerenciamento de memória dos aplicativos. Na prática, isso significa que o Mac OS ficou mais estável e mais rápido.

Ele sofreu algumas modificações com o tempo como a introdução da interface Platinum e um processador PowerPC. A atualização 8.1 introduziu um novo e mais eficiente sistema de arquivos conhecido como HFS Plus. Já o Mac Os 8.5 foi a primeira versão do Mac OS a requerer um processador PowerPC. Seu sucessor, Mac OS 9 foi lançado em 23 de Outubro de 1999. Mac OS 9 foi um sistema operacional da Apple Computer, o último da linha clássica do Mac OS. Lançado em 23 de Outubro de 1999, a Apple o classificou como "O Melhor sistema Operacional em Internet", destacando a capacidade de busca na Internet do Sherlock, a integração com os serviços gratuitos da Apple Online conhecido como iTools, e melhorando a rede Open Transport.

Embora o Mac OS 9 carecesse de funcionalidade para um sistema operacional moderno, como uma memória protegida e multitarefa preemptiva, mas tarde foi introduzido um mecanismo de atualização de software e suporte a múltiplos usuários.

Depois a Apple parou de desenvolver o Mac OS 9, transitando todo o processo de desenvolvimento para o futuro Mac OS X. Desde aquele tempo não houve mais atualizações. As atualizações finais para o Mac OS 9 foram para compatibilidade com o Mac OS X mesmo rodando em um ambiente clássico e tornando-o compatível com aplicativos Carbon. De System para MAC OS
O Surgimento Com a saída de Steve Jobs em 85 de seu cargo, ele criou a empresa NeXT, uma inovação com a ajuda de Ross Perot. As máquinas da empresa não tiveram um bom andamento e logo sairam do mercado, porém, o sistema operacional "Mach" teve sucesso, já que era fácil e bonito de ser usado.

Enquanto isso, a Apple ia de mal a pior. Seu sistema operacional foi ficando para trás, assim, começaram a desenvolver em 94 um sistema substituto, o Copland. Porém em 95, o Windows já estaria surgindo com um novo sistema operacional, o Windows 95. Temendo seu sucesso, a Apple resolveu lançar o sistema Copland do jeito que estava: A versão beta, completamente inacabado e cheio de problemas, mesmo com uma grande quantidade de engenheiros de softwares e uma grande verba. O CEO da época, Gil Amelio, passou vexame no evento anual da Apple para desenvolvedores (WWDC) demonstrando um sistema cheio de defeitos. O projeto passou a se chamar "Mac OS 8".

Numa situação crítica, a Apple resolveu reescrever os programas do sistema, porém era praticamente dado como uma "causa perdida". Sendo assim, a tática foi aproveitar o máximo possível de idéias do Copland para atualizações e futuras versões do Mac OS, assim surgindo o Mac OS 7.6, onde a Apple finalmente renomeou o sistema de "System" para Mac OS" como um nome mais forte para crescer no mercado.

A Apple obteve sucesso nessa estratégia e logo mais surgiu o Mac OS 8 com a ajuda de Steve Jobs que foi recontratado pela Apple. Segue abaixo, uma lista desde a primeira versão até a última, antes do OS X System 1
- 1.0 (24 de janeiro de 1984) = 1ª Versão
- 1.1 (5 de maio de 1984) = Atualização
System 2
- 2.0 (Abril de 1985) = 1ª Versão
- 2.1 (Setembro de 1985) = Atualização
System 3
- 3.1 (Janeiro de 1986) = 1ª Versão
- 3.2 (Fevereiro de 1986) = Atualização
- 3.3 (Janeiro de 1987) = AppleShare 1.0 e 1.1
- 3.4 (Janeiro de 1987) = AppleShare 2.0 System 4

- 4.0 (Janeiro de 1987) = 1ª Versão com Lançamento oficial AppleShare

- 4.1 (2 de Março de 1987) = para Macintosh II e SE

System 5

- 5.0 (Outubro de 1987) = 1ª Versão

- 5.1 (1988) = Atualização
System 6

- 6.0 (Abril de 1988) = 1ª Versão

- 6.0.1 (19 de Setembro de 1988) para Macintosh IIx

- 6.0.2 (Final de 1988) = Atualização

- 6.0.3 (7 de Março de 1989) = para Macintosh IIcx

- 6.0.4 (20 de Setembro de 1989) = para Macintosh Portable e IIci

- 6.0.5 (19 de Março de 1990) = para Macintosh IIfx

- 6.0.6 (15 de Outubro de 1990) = Atualização

- 6.0.7 (16 de Outubro de 19900 = para Macintosh LC, IIsi e Clássico

- 6.0.8 (Abril de1991) = Atualização
- 6.0.8L (Final de 1991/Começo de 1992) = Versão Especial System 7
- 7.0 = MultiFinder

- 7.0.1 = para Macintosh LC II e series Quadra

- 7.1 = Atualização

- 7.1.2 = 1ª Versão com PowerPC

- 7.5 = Atualização

- 7.5.1 = Atualização

- 7.5.2 = Atualização

- 7.5.3 = Atualização

- 7.5.3L = Atualização

- 7.5.3 Revision 2 = Atualização/Revisão

- 7.5.4 = Projeto da Versão 7.5.5

- 7.5.5 = Atualização dos 32 bits

- 7.6 = Melhor compatibilidade com PowerPC e a partir daqui o nome seria Mac OS
Todas as versões 7 desse sistema foram lançadas em 1991. Mac OS 8

- 8.0 = 1ª Versão. Para processadores 68040

- 8.1 = Última Versão a suportar o processador 68040

- 8.5 = Primeira versão a usar só processador PowerPC

- 8.5.1 = Atualização

- 8.6 = Suporte ao processador PowerPC G4 Mac OS 9

- 9.0 = 1ª Versão

- 9.0.2 = Atualização

- 9.0.3 = Atualização

- 9.0.4 = Atualização

- 9.1 = Atualização

- 9.2 = Atualização Há várias utilidades inesperadas para inúmeras aplicações em qualquer sistema operacional. No Mac OS X não é diferente, apenas usando o terminal podemos fazer: 01. Falar:

O Mac OS X traz um sintetizador de voz bem simples que pode ser usado com o seguinte comando:
1.say “o que falar”
Por exemplo:
1.say “eu sou seu Mac”

O sotaque ao falar palavras em português é impagável! 02. Cantar:
Combinando o comando say com outros é possível cantar também. Tente:

1. osascript -e 'say "dum dum dum dum dum he he he ho ho" using "Cellos"'

Use sua criatividade! 03. Jogar Tetris

No terminal do Mac OS X é possível jogar alguns dos clássicos,


1. emacs -f tetris 04. Jogar Snake 05. Jogar Pong

emacs -f pong Hackintosh: emacs -f snake você pode até rodar o Mac OS X em um computador comum, porém, seria como construir uma Ferrari no jardim de casa.#ixzz2VBprn6Q6
Full transcript