Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PLANTAS - BRIÓFITAS E PTERIDÓFITAS

No description
by

Caroline Britto

on 24 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PLANTAS - BRIÓFITAS E PTERIDÓFITAS

PLANTAS - BRIÓFITAS E PTERIDÓFITAS
REINO PLANTAE
Formado por organismos que apresentam embriões multicelulares maciços, que se desenvolvem à custa do organismo materno.
Os principais grupos são:
briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas.

Uma característica comum a todas as plantas é a alternância de gerações haplóides e diplóides. Os gametófitos, que são indivíduos haplóides, formam os gametas.
Os esporófitos, que são indivíduos diploides, sofrem meiose e formam os esporos.
As plantas podem ser classificadas em

traqueófitas ou plantas vasculares
e
plantas avasculares.
Além disso, as traqueófitas podem ser separadas em plantas com semente e sem semente.
BRIÓFITAS - Plantas Avasculares
Briófitas;
Hepáticas;
Antóceros.
REPRODUÇÃO
ASSEXUADA:
Fragmentação;
Propágulos (hepáticas).
SEXUADA:
A estrutura reprodutora masculina, o
anterídeo
, produz os gametas masculinos,
anterozoides
, que são células flageladas e dependem da água em estado líquido, para se reproduzir sexuadamente.
A estrutura feminina, o
arquegônio
, produz o gameta feminino, a
oosfera
, que amadurecem e formam um fluido que permitem os anterozóides nadarem até ela.
PTERIDÓFITAS
Plantas vasculares sem sementes
Estão distribuídas em dois filos:
Pteridophyta
(samambaias, avencas, cavalinhas e psilotos) e
Lycopodiophyta
(licopódios e selaginelas).
REPRODUÇÃO
AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DAS PLANTAS SÃO:
Organismos eucarióticos, multicelulares e autotróficos, capazes de produzir, por meio da fotossíntese, as substâncias orgânicas que lhe servem de alimento. Possuem parede celusósica, grandes vacúolos e plastos.
BRIÓFITAS
PTERIDÓFITAS
GIMNOSPERMAS
ANGIOSPERMAS
MUSGOS
ANTÓCEROS
HEPÁTICAS
As
Briófitas
são plantas pequenas e delicadas que vivem em ambientes úmidos e sombreados e, em sua maioria, não ultrapassam 5cm de altura. Principais representantes:
Musgos
.
TURFEIRAS
As
briófitas
apresentam alternância de gerações em seu ciclo de vida: o
gametófito haplóide
é a geração mais desenvolvida e persistente. O
esporófito é diplóide
, tem tamanho reduzido, se desenvolve sobre o gametófito, nutrindo-se à custa deste até atingir a maturidade, quando produz esporos e morre.
Estrutura Reprodutora Antóceros
Estrutura Reprodutora das Hepáticas
Gametóforo Masculino
Gametóforo Feminino
Conceptáculos contendo propágulos
Ocorre fecundação e forma-se um
zigoto diploide
, que sofre diversas mitoses e origina um
embrião
, este por sua vez, recebe substâncias nutritivas da mãe (
matrotrofia
). Essas substâncias são passadas ao embrião através da
placenta
.
Após o desenvolvimento do embrião forma-se o

esporófito
.

AVENCA
SAMAMBAIA
CAVALINHA
PSILOTOS
LICOPÓDIOS
SELAGINELA
Apresentam nos esporófitos dois tipos de tecido condutor: o
xilema
(que transporta água e sais minerais das raízes às folhas -
seiva mineral
) e o
floema
(que transporta uma solução de açúcares e outros compostos orgânicos das folhas às outras partes da planta -
seiva orgânica
).
A fase mais desenvolvida e predominante nas plantas avasculares é o esporófito diploide. O gametófito das pteridófitas é pouco desenvolvido e nutre o esporófito nas fases iniciais de desenvolvimento. O esporófito apresenta raiz, caule e folhas.
As
raízes
fixam a planta no solo e absorvem água e sais minerais.
O
caule
sustenta as folhas e conduz a seiva mineral e orgânica. No caso das pteridófitas, o caule normalmente é subterâneo ou fica rente ao solo, com crescimento horizontal (rizoma).
As
folhas
, com células rica em cloroplastos, realizam a fotossíntese.
As células vegetais se reúnem formando tecidos e os tecidos formam sistemas, os principais sistemas são:
dérmico
(revestimento),
vascular
(vasos condutores) e
fundamental
(preenchimento dos espaços internos - parênquimas)
GAMETÓFITO
*
Assexuada
:

ocorre por
brotamento
(a fragmentação do rizoma nas regiões entre os pontos vegetativos geram novas plantas).
*
Sexuada
: A maioria das pteridófitas tem esporos de um único tipo (
homosporadas
). Em outras formam-se dois tipos de esporos, um grande -
megásporo
e outro pequeno -
micrósporo
(
heterosporadas
).
Na superfície inferior de espécies de samambaias formam-se os
soros
, estruturas ricas em esporângios (produtor de esporos).
Full transcript