The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Desenvolvimento humano e objetivos do milênio

No description
by

Ariana Pühler

on 4 November 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Desenvolvimento humano e objetivos do milênio

Desenvolvimento humano e objetivos do milênio
Ariana Caroline Pühler, Danieli Barbara Heidrich Oliveira, Felipe Coronetti Maciel, Nancy Crhistyne Habitzreiter.
A grande heterogeneidade dos países em desenvolvimento
Os termos “subdesenvolvimento” e “terceiro mundo” são usados desde o final da Segunda Guerra para classificar os países onde a maioria da população têm condições precárias de vida.


Esses países apresentam baixos índices de desenvolvimento humano e econômico.
Foram criados os conceitos de “subdesenvolvimento” e terceiro mundo”.
A pobreza deve ser vista como privação de capacidades básicas em vez de meramente como baixo nível de renda.
Amartya Sen (1993), economista indiano, professor da Universidade de Hardarv, ganhou prêmio Nobel de Economia (1998).
Em seus relatórios a ONU e o Banco Mundial não usam mais a expressão “países subdesenvolvido”
e sim, “
país em desenvolvimento
em oposição a “país desenvolvido”
Entre às décadas 1940 e 1960 - houve um generalizado processo de descolonização - África e na Ásia - e surgem vários países independentes, todos marcados por profundos problemas socioeconômicos:

• altas taxas de natalidade e mortalidade
• baixa expectativa de vida
• subnutrição
• analfabetismo
Os novos Estados africanos, asiáticos e a maioria das nações latino-americanos, têm algumas coisas semelhantes:
• Problemas em sua estrutura social e política;

• Economias frágeis e dependentes;

• Exportam essencialmente produtos primários de origem agropecuária e mineral;

• Profundas desigualdades sociais e regionais em cada um desses países;

• Na maioria, população tem condições precárias de vida;

Países emergentes são aqueles cujas economias estão em rápido processo de crescimento e industrialização, são considerados em transição entre a situação de “países em desenvolvimento” para a de “ países desenvolvidos”

Países menos desenvolvidos são os mais vulneráveis, aqueles que apresentam graves problemas socioeconômicos e os piores índices de desenvolvimento humano, são, na realidade, os países mais pobres do mundo.



A pobreza é muito desigual entre os países, mesmo nas regiões onde há mais concentração de pessoas pobres. Um exemplo é a pobreza da África do Sul com a da República Democrática do Congo, ambos países situados na África subsaariana.
IDH
Índice de desenvolvimento humano
IDH
- Índice de Desenvolvimento humano é um indicador criado pela ONU que avalia a qualidade de vida das pessoas em praticamente todos os países.
Analisar o desenvolvimento de um país apenas do ponto de vista macroeconômico significa obter uma visão parcial e limitar da realidade.


Para analisar as condições de vida de uma população, além dos indicadores econômicos tradicionais, devem ser conciderados os sociais, os políticos e a sustentabilidade ambiental.
Percepção da corrupção e "estados falidos"

Com poucas exceções os países em desenvolvimento, principalmente os “países menos desenvolvidos”, são ou foram goverados por ditaduras ou regimes democráticos pouco consolidados, sob comando de elites em geral indiferentes do bem-estar social do restante da população
.
A corrupção é um problema que aparece em todos os países: desenvolvidos, emergentes e menos desenvolvidos. Também é um problema bem sério na maioria dos países latino-americanos.
A violência nos "estados falidos"
Índice de Percepção da corrupção
Justamente alguns dos países mais pobres do mundo, muitos dos quais na lista dos estados falidos, tem mais despesas públicas com as forças armadas do que com saúde e educação. É exatamente o oposto do que ocorre nos países mais desenvolvidos.
Enquanto bilhões de dólares são gastos em armas no mundo todo, milhões de pessoas não têm o que comer. À adultos, jovens e crianças morrendo nas guerras e da fome.
ESTADOS FALIDOS: JOVENS NA GUERRA
Sem oportunidade de emprego torna os jovens recrutas prontos para movimentos de insurgência. A guerra cria um círculo vicioso, a pobreza promove a guerra e a guerra empobrece.
Objetivos do desenvolvimento do milênio
Foi forçada uma ambiciosa proposta para reduzir a pobreza mundial, na Cúpula do Milênio, realizada em 2000 na sede da Onu.
Para que o objetivo do desenvolvimento do milênio sejam acançados, é fundamental que os países ricos cumpram com as metas do objetivo 8.
E.E.B Profº Carlos
Maffezzolli
2º série A E.M
Full transcript