Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Teoria Histórico-Cultural de Vigotski - Novas Traduções

Um apanhado geral da Teoria Histórico Cultural
by

Eliza Moura

on 6 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Teoria Histórico-Cultural de Vigotski - Novas Traduções

VIGOTSKI
na perspectiva das novas traduções
Zoia Ribeiro Prestes
* Formada em Pedagogia pela Universidade de Moscou;

* Mestre em Educação pela mesma instituição;

* Doutora em Educação pela UNB (2010)
Tese
Quando não é quase a mesma coisa
análise de traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil: repercussões no campo educacional
“o leitor não deve esperar encontrar uma tradução literal de Vygotsky, mas, sim, uma tradução editada da qual omitimos as matérias aparentemente redundantes e à qual acrescentamos materiais que nos pareceram importantes no sentido de tornar mais claras as ideias de Vygotsky”
1978
1984
1998
1999
Editores: Michael Cole
Vera John-Steiner
Sylvia Scribner
Ellen Souberman.
Lev Semionovitch Vigotski
"existe uma relação íntima entre o contexto histórico e a elaboração de teorias" (PRESTES, 2012)
17 de novembro de 1896 - Orsha, Bielorrússia
Rússia (séculos XIX e XX)

*Primeira Guerra Mundial
*Guerra Civil
* Revolução de 1917
Desafios

Educação para todos

Proposta de um NOVO HOMEM

Trabalhou numa sociedade onde a ciência era extremamente valorizada e da qual se esperava, em alto grau, a solução de problemas sociais e econômicos do povo russo. A psicologia a pedagogia e a pedologia não poderiam ser elaboradas independentes das demandas reais exigidas pelo governo e o amplo espectro da obra de Vigotski mostrava, claramente, a sua preocupação em produzir ciência que tivesse relevância para a educação prática e para a prática médica da reabilitação.


Segundo filho de uma família judaica;

Recebeu educação em casa (escola primária) que era um ambiente culto e de grandes estímulos para a leitura e o estudo;

Ingressou direto para o Ginásio masculino de Gomel (6ª série - 7º ano);

Terminou aos 17 anos com medalha de outro;


Era poliglota:

* Russo
* Alemão
* Inglês
* Francês
* Hebraico
Formou-se em Direito - Universidade de Moscou (1917)

Deu início às atividades de pesquisa
Interesses de estudo:

* Literatura
* Arte
* Filosofia
* Pedagogia
* Pedologia
* Psicologia
* Defectologia
Leituras que influenciaram:
* Shakespeare
* Hegel
* Janet
* Marx e Engels
* Spinoza
* Aristóteles
* Freud
* Darwin
* Lewin
* Politzer
* Nietszche
Características pessoais:

* Intelecto distinto
* Produzia incessantemente
* Capacidade de Oratória
* Memória fantástica
1924 - Grande quantidade de crianças órfãs
e abandonadas;

Vigotski e Educação Especial
* Não existe nenhuma criança deficiente - elas não são deficiêntes, elas têm uma deficiência;

* As crianças com deficiências mentais deveriam ser vistas como simplesmente crianças normais com processos mentais funcionando em um nível diferenciado.

* O termo criança deficiente traz consequências e reações sociais mais problemáticas do que a simples deficiência, em si, pode trazer;


* 1930 - mudanças bruscas nas condições políticas e sociais da União Soviética quando o regime autoritário stalinista instaura dinâmica de repressão no país;

* Morreu de tuberculose em 1934, com apenas 38 anos.

Teoria Histórico-Cultural
Meio
Vivência
Zona de Desenvolvimento Iminente
Clifford Geertz (1989)
Cultura - Teia de significados socialmente arranjados.
Somos seres históricos porque nascemos em um mundo que já existia antes de nós e que continuará existindo quando o deixarmos.

TERMO Cultural

Significa que a sociedade organiza, a partir do seu nível de desenvolvimento, os problemas e as tarefas com as quais cada indivíduo desta sociedade deve confrontar-se. Isto significa também que a sociedade oferece as possibilidades e proibições do acesso a todos os instrumentos e meios materiais e mentais que permitam soluções. (FICHTNER, 2010, p.8)
TERMO Histórico

Significa que os meios e instrumentos foram elaborados em um longo processo de história social dos homens (idem).
Lei Geral Genética do Desenvolvimento Cultural
Funções Psicológicas Superiores
Apropriação da cultura
Categoria Interpsicológica para a Intrapsicológica
LEI GERAL:
"através dos outros constituímo-nos. Em forma puramente lógica a essência do processo do desenvolvimento cultural consiste exatamente nisso" (VIGOTSKI, XXI, p. 24)
Consciência = Relações sociais
Apropriação da cultura se dá nas relações sociais, por meio de duas atividades humanas essenciais
Atividade de Reprodução
Atividade de Criação
Está ligada à memória e se constitui na reprodução ou repetição de meios de condutas já criados ou elaborados anteriormente.
Base orgânica
Plasticidade do cérebro
Criar hábitos permanentes, que se repetem em condições iguais, responsáveis pela adaptação dos seres humanos ao mundo que o cerca.
"A criação não existe apenas quando se criam grandes obras históricas, mas por toda a parte em que o homem imagina, combina, modifica e cria algo novo, mesmo que esse novo pareça um grãozinho, se comparado às criações dos gênios" (VIGOTSKI, 2009, p. 15-16)
Biológico?
O desenvolvimento cultural tem sua base nos processos biológicos, no crescimento e na maturação orgânica, formando um processo complexo, em que o biológico e o cultural constituem-se mutuamente no desenvolvimento humano.
Sua proposta contempla a dupla natureza do ser humano: membro de uma espécie biológica que se desenvolve historicamente no interior de um grupo cultural de uma sociedade.
Afinal, o que é o desenvolvimento humano?
Constante reestruturação do sistema das funções psíquicas e, portanto, não é um processo linear.
Desenvolvimento
Funções elementares
Funções superiores
Períodos estáveis
Períodos instáveis
ETAPAS
NOVAS AQUISIÇÕES
SITUAÇÃO SOCIAL DO DESENVOLVIMENTO
Circunstancial
artefato cultural
relações
Toda a situação vivida é vivida em um meio social, fato que torna o sujeito um ser social e historicamente situado.
Parâmetros relativos:
2. O papel de qualquer elemento do meio se distingue de acordo com as diferentes faixas etárias;

3. O papel e o significado do meio muda para a criança, mesmo que este permanece inalterado.

1. O meio se modifica e se amplia para a criança a cada faixa etária;
Vivência é a unidade da pessoa com o meio, da forma como está representada no desenvolvimento.
O que define se uma vivência será boa ou ruim?
Ex.
Condições do meio favoráveis

Vivência positiva
Vivência negativa
Ex.

Condições do meio desfavoráveis
Vivência positiva
Vivência negativa
Situação social do desenvolvimento
Quanto mais avançado no desenvolvimento, mais se entende o sentido e o significado daquilo que se vivencia.

Quanto mais se entende o sentido e significado, mais significativa será a vivência.
Como se amplia a capacidade de apreensão do sentido e do significado?
Domínio da linguagem
Linguagem
Consciência
Ex: mãe alcoólatra e três filhos (3, 7 e 11 anos)
Qual é o papel específico do meio no desenvolvimento da personalidade da criança, de sua consciência e de sua relação (atitude) para com o meio?
Meio - fonte de todas as propriedades humanas
Forma primária
Forma ideal
interação
Questão:
Sem a forma ideial a criança se desenvolve?
Ex:
1. Criança & Coetâneos - Creche
2. Criança & Adulto - Casa
Ex: Crianças surdas
é a distância entre o nível do desenvolvimento atual da criança, que é definido com ajuda de questões que a criança resolve sozinha, e o nível do desenvolvimento possível da criança, que é definido com a ajuda de problemas que a criança resolve sob a orientação dos adultos e em colaboração com companheiros mais inteligentes. (VIGOTSKI apud PRESTES, 2012, p. 204)
Fora da interação com a sociedade o ser humano nunca desenvolverá em si aquelas qualidades, aquelas propriedades que desenvolveria como resultado do desenvolvimento sistemático de toda a humanidade. [...] o homem é um ser social pela sua própria natureza, na qual seu desenvolvimento consiste em, entre outras coisas, dominar as formas de ação, as formas de consciência que, por sua vez, foram trabalhadas pela humanidade no processo de desenvolvimento histórico.
Ex.:
Acontecimentos tristes e situações difíceis podem ter significado feliz para crianças
Ex.:
Disformidade em crianças com intelcto normal e com retardo severo.
Brincadeira
Infância
Reprodução e Criação
Reelaboração criativa
O único bom ensino é o que se adianta ao desenvolvimento.
Proposta de Vigotski:

A crise do recém-nascido

O bebê (2meses até o final de 1 ano)

A crise da criança de 1 ano

A primeira infância (1 até 3 anos)

A crise dos 3 anos

A idade pré-escolar (3 até 7 anos)

A crise dos 7 anos

A idade escolar (8 a 12 anos)

A crise do aluno de 13 anos

Puberdade (14 até 18 anos)

A crise dos 17 anos
Imaginação
Cria circunstâncias em que a Zona de Desenvolvimento Iminente se revela.
Pensamento e linguagem X Pensamento e fala

Instrução/Instruir-se

Conceito de Atividade

Atividade guia
Criação e imaginação

Imaginação e realidade

O mecanismo da imaginação criativa

A imaginação da criança e do adolescente

“Os suplícios da criação”

A criação literária na idade escolar

A criação teatral na idade escolar

O desenhar na infância


Sempre tem base na realidade, na experiência.
É a base da criação.
O que seria a cultura?
Cultura = imaginação cristalizada
Obrigada!
Universidade Federal de Mato Grosso
Programa de Pós-Graduação em Educação
Instituto de Educação - IE


Mestranda: Eliza Moura
Orientadora: Profa. Dra. Daniela Freire

Grupo de Pesquisa em Psicologia da Infância (GPPIN)
Ser Humano = Ser Social
São imediatas
De origem biológica
São operações psicológicas complexas
Novas formações podem ser entendidas como o novo tipo de estrutura da personalidade e de sua atividade, as mudanças psíquicas e sociais que se produzem pela primeira vez em cada idade e determinam, no aspecto mais importante e fundamental, a consciência da criança, sua relação com o meio, sua vida interna e externa, todo o curso de seu desenvolvimento em dado período. (VIGOTSKI, 1996, p. 253-254)

Referências
MOLON, Susana Inês. Subjetividade e constituição do sujeito em Vygotsky. São Paulo: EDUC, 1999.

PRESTES, Zoia. Quando não é quase a mesma coisa: Traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2012. (Coleção educação contemporânea)

VIGOTSKI, L. S. A crise dos sete anos. Traduzido de: VIGOTSKI, L. S. La crisis de lós siete años. Obras escogidas. Tomo IV. Madrid: Visor y A. Machado Libros, 2006. p.377-386.

__________. El problema de la edad. In: VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas. Tomo IV. Madrid: Visor Dis., S. A., 1996. p.251-273.

__________. Imaginação e criação na infância: ensaio psicológico: livro para professores. Apresentação e comentários Ana Luiza Smolka. Trad. Zoia Ribeiro Prestes. São Paulo: Ática, 2009.

__________. Quarta aula: a questão do meio na pedologia. Tradução de Márcia Pilleggi Vinha. Psicologia USP, São Paulo, 2010.

Full transcript