Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

nigligência , violência e maus-tratos

No description
by

jenny jesus

on 6 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of nigligência , violência e maus-tratos

Negligência, violência e
maus -tratos

Negligência ,violência e maus-tratos
Violência- é qualquer acto que directa ou indirectamente provoca danos físicos ou psicológicos ao outro;
Maus-tratos- segundo a OMS é um acto único ou repetido, ou ainda, ausência de acção apropriada que cause dano, sofrimento ou angustia e que ocorram dentro de um relacionamento de confiança
Negligência- é uma forma de maus tratos em que o responsável de crianças/ idosos não cumpre as necessidades básicas de alimentação, higiene, cuidados médicos e de educaçã e vigilância das actividades.
TIPOS DE Violência
Formas de violência
Os sinais de alerta para
identificação de casos de
violência
Como agir
Negligência
Maus-tratos

Em 1996, o custo financeiro associado ao abuso infantil e à negligência nos Estados Unidos foi estimado em 12,4 bilhões de dólares.
Violência Física;
Violência Psicológica;
Violência Sexual;
Violência Económica.
 Obrigar e ameaçar
ameaçar abandonar;
suicidar-se, etc.
 Intimidar
partir objectos;
maltratar animais de estimação;
etc
 Usar a violência psicológica
desmoralizar;
humilhar.
 Isolar
limitar a interacção com o exterior;
usar ciúmes como justificação.

 Usar os filhos
Minimizar, negar, condernar
afirmar que as violência nunca aconteceu;
trasferir para o outro a responsabilidade pelo comportamento violento.
fazer o outro sentir-se culpado relativamente aos filhos;
usar o filho para passar uma mensagem ;
ameaçar levar os filhos para outro luugar.
Deve-se proceder á pesquisa e detecção de sintomas e sinais
marcas pelo corpo;
hetomas ou outras lesões genitais sem trauma acidental que justifiquem;
corrimento , hemooragia vaginal ou rectal.
presença de sémen na roupa , boca etc;
gravidez na infância ou adolescência ;
roupas íntimas destruídas , sujas ou manchadas de sangue.
agressividade , choro , isolamento, etc;
medo de adultos, estranhos, do escuro, de ficar sozindo etc.
A perspectiva da Vítima

Existem geralmente, um conjunto de consequências de carácter psicológico, físico e social

Pode afectar de modo diferente e as pessoas reagem de formas diferentes . A maioria das pessoas após serem vítimas , podem sentir-se confusas e vulneráveis.

Os homens muitas das vezes não se queixam.
CONSEQUÊNCIAS FÍSICA
 Perda de energia;
 Dores musculares;
 Dores de cabeça e/ou enxaquecas;
 Distúrbios ao nível da menstruação;
 Arrepios e/ou afrontamentos;
 Problemas digestivos;
 Tensão arterial alta.


CONSEQUÊNCIAS PSICOLÓGICAS

 Dificuldades de concentração;
 Dificuldades em dormir;
 Pesadelos;
 Dificuldades de memória;
 Dificuldades em tomar decisões;
 Tristeza;
 Desconfiança face aos outros;
 Diminuição da autoconfiança.


 Deve-se ser imparcial, evitando julgamentos com um tom acusatório, mesmo quando identificar um familiar como possível agressor;

 Deve-se ter paciência com a vítima e com os respectivos familiares;


 Procurar a orientação e a opinião de outros especialistas;

 Sempre que necessário, solicitar a avaliação dos casos por outros profissionais, para confirmar a suspeita de abuso;

 Notificar os casos às autoridades competentes;
GNR
POLICIA
 Realizar exames de forma a evitar doenças sexualmente transmissíveis, com a administração de medicamentos nas primeiras 72 horas após a agressão.


707 2000 77
Estatítisticas
37.222
atendimentos
11.800
processos de apoio
8.733 vítimas diretas
20.642 crimes
caracterização da vítima
sexo da vítima
feminino
7.233
82,8%
masculino
1.444
16,5%
Tipos de Maus-tratos
Tipos de maus-tratos
Consequências
Físicos – agressões, recurso a meios de
contenção física e inadequada.

Dores, feridas, queimaduras ;
Medo , depressão, sentimento de insegurança;
Receio de expressar.
Psicológicos e emocionais – insultar, caluniar,
aterrorizar, tratar de forma brusca , desrespeitar, fazer a pessoa sentir-se
rejeitada.
Tristeza , baixa auto-estima;
Difucudade em expressar sentimentos ;
Insegurança angústia
Sexuais – forçar um residente a sofrer ou praticar um acto sexual contra a sua vontade.
Vergonha;
Depressão;
Desconfiança;
Isolamento.
De efeitos patrimoniais – apropriação, extorsão,
exploração e/ou utilização ilegítima do dinheiro e
outros bens do resident
Perdas financeiras e económicas;
limitação de utilização de bens próprios na sastifação de necessidades;
Violação do direito do residente ao respeito.
Idosos
Crianças
Tipos de maus-tratos
Consequências
Abandonos
Isolameno.
Introdução
Estatística
No ano de 2012 foram abertos 1800 inquéritos de abuso sexual de menores, o que representa uma média de quase 5 casos de abuso sexual de menores por dia.
Os agressores são maioritariamente homens (94,8%), com idades entre os 31 e os 40 anos, sendo o abuso na grande parte dos casos intrafamiliar, ou seja, é vivido no seio familiar (44%).
Sinais / Sintomas e Indicadores
http://cuidamos.com/artigos/como-detectar-sinais-abuso-negligencia-idosos
Chagas no corpo e unhas dos pés por lavar;
cabelos por lavar;
acidentes domésticos frequentes ;
odores corporais ;
cheiro a urinar;
casa por limpar e loiças por lavar, caixotes de lixos cheios;
emagrecimento;
medicamentos por tomar e consultas médicas esquecidas;
roupa de idoso por lavar, o idodo sempre vestido com a mesma roupa .
Idosos
Sinais de desidratação e/ou malnutrição;
Atraso da maturidade e aquisições sociais: linguagem, motricidade e socialização;
pertubações de sono e humor;
roupas sujas;
acidentes domésticos frequentes;
marcas no corpo;
emagrecimento;
falta de cuidados médicos básicos.
Crianças
Tipos de Negligência
Negligência física – inclui a não prestação de cuidados médicos básicos, a falta de alimentação adequada, má higiene e uso de vestuário impróprio ao clima ou em mau estado;
Negligência emocional – quando as necessidades emocionais da criança são ignoradas, com privação do afecto e suporte emocional necessários ao seu desenvolvimento pleno e harmonioso;
Negligência educativa – quando não são proporcionadas à criança condições para a sua formação intelectual e moral, como a privação da escolaridade básica, o absentismo escolar frequente.
Estatística
275 milhões de crianças em todo o mundo são expostas á violência e também maus-tratos e a negligência.
53000 foram vítimas de homicídio.
3500 morrem por ano vítima de maus-tratos.
5.7 milhões de crianças realizavam trabalhos forçados ou em regime de servidão.
1.8 milhões estavam envolvidas na prostituição e pornografia, e 1.2 milhões foram vítimas de tráfico
Causas da negligência infantil
Os pais negligentes têm habitualmente uma baixa auto estima e , por vezes, foram também negligenciados ou abusados na infância;

Também as situações geradoras de stress, como os problemas conjugais e familiares, as dificuldades económicas e os problemas laborais;
A imaturidade, a insegurança e inexperiência, associada à falta de modelos parentais na sociedade actual.
Contactos úteis/ crianças:
Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco

Rua Castilho nº 5 – 3º andar

1250-066 Lisboa

Telefone – 01- 3184900



Recados da Criança

Telefone – 800206656 (chamada gratuita)


Criança Maltratada

Projecto de Apoio à Família e à Criança

Telefone – 213433333 (dias úteis , das 13 às 20 horas)
APAV

Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

Telefone – 218884732

218876351
Segurança Social
Netbografia
Família amarra idoso junto com o cachorro

A esposa e o filho de um idoso foram encaminhados na última quarta-feira (2) para a sede da Polícia Militar de Toledo, no oeste do estado. A acusação é de maus tratos. Segundo os policiais informaram, após uma denúncia uma equipe foi deslocada até a rua Rocha Pombo, na periferia da cidade. O denunciante informou à PM que no local havia um idoso amarrado por familiares há muito tempo.

O homem foi encontrado pelos policiais. Estava magro, cabeludo, sujo e o que é pior: amarrado com uma corda numa peça nos fundos da residência, ao lado de um cachorro, numa casinha. De acordo com os policiais, o idoso ainda estava ferido. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para prestar socorro e encaminhou o idoso para atendimento hospitalar. O filho dele, um homem de 24 anos, e a mulher do idoso, de 63 anos, chegou ao hospital posteriormente e então foram abordados para prestarem esclarecimentos.


http://www.tribunadecianorte.com.br/cotidiano/familia-amarra-idoso-junto-com-o-cachorro-14304/
Caso de negligência:
Flórida (EUA)

Americana deixa filho no carro enquanto consome álcool em bar Uma jovem de 22 anos foi detida pelas autoridades em Ormond Beach, no estado americano da Flórida, depois de ter abandonado o filho de cinco ano no carro enquanto consumia álcool num bar.


A americana Mallory Renee Mims, entrou num bar para preencher uma ficha de emprego e acabou por ficar no estabelecimento, servindo-se de três copos de vodka. Segundo as autoridades, a mulher permaneceu por lá durante mais de uma hora, deixando o filho no carro, sozinho, com os vidros fechados. Ao reparar que o menino estava abandonado na viatura, o dono do bar perguntou Mallory se o filho era dela mas a jovem, visivelmente embriagada, disse não conhecer a criança. Perante a resposta da mulher, o responsável do estabelecimento resolveu chamar a polícia. Acusada de negligência infantil, a progenitora saiu em liberdade após ter pago uma fiança de 1500 dólares (cerca de 1146 euros.


O QUE PODE SER FEITO PARA EVITAR O A NEGLIGÊNCIA
Embora quase que, universalmente, proclame-se que a prevenção da negligência infantil é uma política social, pouco se tem feito para investigar a eficácia de intervenções preventivas.
Muitos programas pouco enfatizam, em primeiro plano, abordagens básicas de intervenção.
ABORDAGENS SOCIAIS
Programas e políticas nacionais
Acredita-se, contudo, que atacando a pobreza de maneira satisfatória, melhorando os níveis educacionais e as oportunidades de emprego, e aumentando a disponibilidade e qualidade dos cuidados com a criança, os índices de abuso infantil e negligência volência e maus-tratos podem ser reduzidos significativamente.
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-109990/ filme
http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-dormindo-com-o-inimigo-dublado-online.html
Neste trabalho irei falar
O conceito de violência , maus-tratos e negligência;
A perspectiva da vítima;
Medidas de atuação e prevenção;
Os sinais de alerta .
Incumprimento de obrigações parental
Maus tratos físicos
Acção intencional que provoque ou possa provocar um dano físico.
Marcas no corpo, feridas, dores de corpo .
Abuso sexual

Envolvimento da criança ou adolescente em actividades cuja finalidade é a satisfação
sexual de um adulto.
Síndrome de Munchausen
Criança de 12 anos abusada sexualmente


Homem de 57 anos abusou de forma reiterada de uma criança.


A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, identificou e deteve terça-feira um homem de 57 anos, divorciado e desempregado, suspeito de cometer vários crimes de abuso sexual a uma criança de 12 anos.


O detido abusou da criança de forma reiterada no ano de 2012. O suspeito, sem antecedentes criminais, foi presente ontem a primeiro interrogatório judicial e ficou com medidas de coação de proibição de contactos com a vítima e de apresentações periódicas às autoridades.


Inventar doenças para submeter a criança a contínuos tratamentos médicos.
. Toma medicamento desnecessários, é hospitalizada sem razão e, no extremo, submetida a cirurgias de que não precisa.

Rebeldia e delinquência;
Agressividade excessiva;
Comportamento suicida.
http://maustratosnainfancia.wordpress.com
http://cuidamos.com/artigos/como-detectar-sinais-abuso-negligencia-idosos
Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
Assessoria de Imprensa/Press Office

Mónica Paredes
Tel.: (+351) 213 235 722
TM.: (+351) 927 959 415

http://www.flba.pt/ficheiros/creche
http://www.flba.
http://cuidamos.com/artigos/como-detectar-sinais-abuso-negligencia-idosos
Neste trabalho abordei o tema de violência, maus-tratos e negliglência e concluie que existem muitos idosos e criançãs que são vítimas de maus-tratos todos os dias.
A realização deste trabalho foi muito importante para o meu conhecimento visto que me permitiu ficar a conhecer melhor as instituições que prestam auxílios as menores e velhos mais vulnéraveis que precisam da ajuda e melhor compreensão.
Full transcript