Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Relatório Mecânica dos Solos

No description
by

LUCAS MENDES SILVA OLIVEIRA

on 23 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Relatório Mecânica dos Solos

Relatório de Mecânica do Solos
Professora: Jusceline Batista

Relatório sobre:
Análise Granulométrica por peneiramento e Determinação dos Limites de Atterberg: Limite de Liquidez (LL) e Limite de Plasticidade (LP)

INTRODUÇÃO
Os ensaios que foram realizados fazem parte dos experimentos usuais de caracterização física.

Eles nos fornecem respectivamente a distribuição dos tamanhos dos grãos e o valor da umidade para o qual o solo passa do estado plástico para o estado fluido (LL) e do estado semissólido para o estado plástico (LP).

OBJETIVO
Proceder à realização do ensaio de granulometria por peneiramento com a finalidade de obter a curva granulométrica do solo e também realizar os ensaios de limite de Atterberg visando obter os valores do Limite de Liquidez (LL) e do Limite de Plasticidade (LP).

EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
DISCUSSÃO E CONCLUSÃO
Com base nos resultados, de acordo com a classificação TRB, em sua classificação geral o material em questão é um solo granular, do grupo A3, caracterizado como um material não plástico, composto por areia fina e demonstrando-se excelente a bom em suas propriedades para uso no subleito.
EQUIPE: ADRIANA, AURICÉLIO, GEAN, HEUBER, JACKSON, LUCAS, LUCINEIDE, PAULA.
OBJETIVO
Proceder à realização do ensaio de granulometria por peneiramento com a finalidade de obter a curva granulométrica do solo e também realizar os ensaios de limite de Atterberg visando obter os valores do Limite de Liquidez (LL) e do Limite de Plasticidade (LP).

PROCEDIMENTO DO ENSAIO
1. Preparou-se da amostra;
2. Pesou-se;
3. Passou a massa na peneira de Nº 10 (2,0 mm)
4. Do material que passou foi separado 2 quantidades:
P1= 50 g para determinação da umidade.
P2= 120 g (amostra parcial).

Granulometria por Peneiramento
Peneiramento Grosso
Peneiramento Fino
1. Lavou-se o Material na Peneira Nº 10 e em seguida colocado na estufa;
2. Após a secagem do material, peneirou-se manualmente nas peneiras de abertura 50 – 38 – 25 – 19 – 9,5 – 4,8 e 2,0 mm.
3. Pesou-se a fração retida em cada peneira;


1. Lavou-se o Material na Peneira Nº 200 e em seguida colocado na estufa;
2. Após a secagem do material, peneirou-se manualmente nas peneiras de abertura menor que a de Nº 10 (2,00 mm), que são: 1,2 - 0,6 - 0,42 – 0,30 – 0,15 e 0,75 mm.
3. Pesou-se a fração retida em cada peneira;
DETERMINAÇÃO DOS LIMITES DE ATTERBERG
1. Preparação das amostra em conjunto para os ensaios de LL e LP.

Limite de Plasticidade

1. Pesou-se três cápsulas sem material;
2. Pesou-se 70 g do material que passou na peneira de Nº 40 e colocou em uma cápsula de porcelana;
3. Adicionou-se água destilada;
4. Foi tomada certa quantidade da amostra e foi formada uma bola nos dedos;
5. A bola foi rolada na placa esmerilhada.


Limite de Liquidez

1. Pesou-se três cápsulas sem material;
2. Pesou-se 70 g do material que passou na peneira de Nº 40 e colocou em uma cápsula de porcelana;
Adicionou-se água destilada;
3. Foi tomada certa quantidade da amostra e colocada dentro da concha do Ap. Casagrande;
4. Foi feito um sulco com o cinzel e aplicado os golpes em uma velocidade constante;


APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS
1. Análise Granulométrica por Peneiramento
2. Limites de Atterberg
3. Classificação do Solo
1. Análise Granulométrica por Peneiramento
3. Análise Granulométrica por Peneiramento
2. Limites de Atterberg

NP (Não Plástico) NL (Não Líquido)
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. DNER-ME082-94. Determinação do Limite de Plasticidade. Departamento Nacional de Estrada de Rodagem. 1994. 3 p.
2. DNER-ME122-94. Determinação do Limite de Liquidez – Método de Referência e Método Expedito. Departamento Nacional de Estrada de Rodagem. 1994. 7 p.
3. DNER-ME080-94. Análise Granulométrica por Peneiramento. Departamento Nacional de Estrada de Rodagem. 1994. 4 p.
4. MACHADO, L. S; MACHADO, C. F. Mecânica dos Solos I – Conceitos introdutórios. Universidade Federal da Bahia – Escola Politécnica Departamento de Ciencias e Tecnologia dos Materiais. 113 p.


Como é feliz o homem que acha a sabedoria, o homem que obtém entendimento, pois a sabedoria é mais proveitosa do que a prata e rende mais do que o ouro.
(Pv 3: 13,14)

OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!

Full transcript