Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914 - 1918)

No description
by

Dario Pedralli

on 6 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914 - 1918)

* CRISE MARROQUINA - Alemanha deixar clara sua pretensão para domínio do Marrocos, então sob domínio francês, agravando a rivalidade entre os dois países;

* REVANCHISMO FRANCÊS - ideal pretendido pela França desde a derrota da guerra Franco-prussiana;

* CRISE BALCÂNICA - com apoio da Rússia, que buscava saída comercial para o Mediterrâneo, Sérvia petendia anexar a Bósnia Herzegovina e criar a "Grande Sérvia". Porém, a Áustria se antecipa, contando com apoio do governo alemão, opondo-se aos interesses da Sérvia e da Rússia.

O expansionismo alemão assustava as outras potências europeias, levando França e Rússia a se aliarem, em 1894. Em 1907, a Inglaterra uniu-se a eles, surgindo a TRÍPLICE ENTENTE.

O pe´ríodo é marcado por uma intensa corrida armamentista entre as potêcias, ficando conhecido como a PAZ ARMADA.
O CONTEXTO QUE ANTECEDE O CONFLITO

- Século XIX é marcado pela ocorrência da Segunda Revolução Industrial, a partir da qual vários países elevam sues índices de produtividade, levando ao esgotamento de seus mercados consumidores internos, obrigando-os a conquistar os mercados de países tecnologicamente menos desenvolvidos, dando início ao IMPERIALISMO ou NEOCOLONIALISMO que colocaria tais potências em posições antagônicas.
Assim, o final do século XIX é marcado por grandes tensões:
* Ao fim da guerra franco-prussiana (1869 - 1871), Alemanha torna-se a segunda maior potência econômica, a partir do que Oto Von Bismarck busca anular a França ao tentar uma aliança com Império Russo e Império Áustro-Húngaro, no que não obteve sucesso devido a rivalidades entre russos e austríacos;
Em 1879, Alemanha une-se ao Império Áustro- Húngaro e, três anos depois, à Itália, nascendo a TRÍPLICE ALIANÇA.

Tensões fazem surgir os MOVIMENTOS NACIONALISTAS, onde a burguesia de cada nação, tendo em vista seus interesses econômicos, insuflava o povo que se julgava superior às outras nações, levando ao surgimento do:

* PAN-ESLAVISMO - liderado pela Rússia, que pretendia unir-se aos países balcânicos para, a partir daí, encontrar uma saída comercial para o mar Mediterâneo;

* PAN-GERMANISMO, liderado pela Alemanha, que buscava construir uma estrada de ferro que ligasse Berlim a Bagdá;
O INÍCIO DO CONFLITO
- 28 de junho de 1914 - estudante sérvio Gavrilo Princip mata Francisco Ferdinando, arqueduque austríaco, em Sarajevo, capital da Bósnia;
- 28 de julho de 1914 -´Império Áustro-Húngaro declara guerra à Sérvia, dando início à guerra.
FASES DA GUERRA
1ª) 1914 - 15:
- Movimentação de tropas com primeiros enfrentamentos (guerra de movimento). Alemanha se propões a uma guerra em duas frentes (Plano Schlieffen), mas é derrotada pelos francesesna Batalha do Marne;
2ª) 1915 - 17:
- Guerra de trincheiras;
- Uso de armas de destruição em massa (metralhadoras, granadas, submarinos, aviões, blindados, gases tóxicos, lança chamas);
- Rússia sai da guerra (Tratado de Brest-Litovski)
- Estados Unidos, Japão, Brasil, Grécia entram no conflito;
- Itália passa para o lado da Entente;
3ª) 1917 - 18:
-Áustria, Bulgária e Turquia se rendem, seguidas, finalmente, pela Alemanha.
Os 14 Pontos
Mesmo antes do final da Guerra, Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos propõe uma paz sem vencedores, onde os países beligerantes deveriam acatar, entre outras coisas:
A autodetermação dos povos colonizados;
Revisão das anexações na Europa;
Liberdade de comércio e navegação;
Criação de um órgão internacional que mediasse os conflitos entre as potências;
Redução da capacidade armamentista das potências;
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914 - 1918)
OS TRATADOS DE PAZ

- Tratado de Versalhes - imposto à Alemanha, constava de 440 ítens:
* PAgamento de pesada indenização de guerra aos vencedores;
* Devolução da Alsácia e Lorena à França;
* Redução de seu exército a 100 mil homens;
* Proibição da união com a Áustria;
* Desmilitarização da Renânia;
* Entrega de Dantzig à Polônia;
* Entrega do carvão da região do Sarre por 10 anos à França;
* Entrega do Corredor Polonês à Polônia;
* Fim do serviço militar obrigatório;
* Entrega da marinha mercante, gado, locomotivas à Itália, Bélgica e França;

- Tratado de Saint-Germain - Áustria recinhecia a independência da Hungria, Tchecoslováquia, Polônia e Iugoslávia;

- Tratado de Neuilly - Bulgária etregou parte de seu território à Grécia, Romênia e Iugoslávia;

- Tratado de Trianon - Hungria entregou territórios à Tchecoslováquia, Iugoslávia e Romênia;

- Tratado de Sèvres - Turquia teve parte de seu teritório dividido entre gregos (porção oriental), ingleses (Mesopotâmia e Palestina)e franceses (Síria);
CONSEQUÊNCIAS DA GUERRA

- Formação de um novo mapa Europeu;
- Desenvolvimento de armas de destruição em massa;
- Criação da Liga das Nações;
- Consolidação dos Estados Unidos na posição de maior potência mundial;
- Fortalecimento da economia brasileira;
- Nascimento de novos nacionalismos;
O Brasil na Guerra
Apesar da neutralidade do Brasil na Guerra, três de nossos navios foram afundados por submarinos alemães, obrigando o então presidente Wenceslau Braz a declarar guerra à Tríplice Aliança.
No plano econômico a guerra trouxebenefícios ao Brasil, pois o cerco alemão à Inglaterra e França encarecia os produtos importados, levado ao desenvolvimento da indústria nacional.
Full transcript