Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Modernismo no Brasil- 1ª e 2ª fase (ênfase em Alfredo Volpi)

Artes
by

Vladimir Belinski

on 22 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Modernismo no Brasil- 1ª e 2ª fase (ênfase em Alfredo Volpi)

Template by Missing Link
Images from Shutterstock.com A Segunda Geração Modernista Modernismo no Brasil- 1ª e 2ª fase Escola de Educação Básica Coronel Ernesto Bertaso
Disciplina: Artes
Professora: Caciana
Alunos: Vladimir Belinski e Ana Rita
Turma: 302 A primeira geração de modernistas desenvolve uma arte experimental, de acordo com o projeto fixado por Mário de Andrade na Semana de Arte Moderna de 22, a qual ocorreu em SP entre 13 e 17/02/1922 no Teatro Municipal.





Cada dia da semana trabalhou um aspecto cultural: pintura (exibida em telas) e escultura (novas esculturas e maquetes arquitetônicas), poesias (declamação; antes só escrita), literatura e música (concertos; antes eram cantores e orquestras sinfônicas). Tudo isso era novo e despertava curiosidade e interesse. Modernismo no Brasil e Semana de 22 Nos anos 20 os modernistas eram influenciados pela arte europeia.

Muitos deles vão aprofundar suas técnicas e se ‘atualizar’ no centro das produções artísticas, o qual era Paris, pois os centros artísticos brasileiros privilegiavam a arte academicista.

Esses artistas trazem as novidades (transmitindo novas linguagens vanguardistas) e as unem à elementos da nacionalidade brasileira, consolidando o projeto modernista. Alguns artistas: Victor Brecheret, Vicente do Rego Monteiro, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti... Antonio Gomide, Anita Malfati, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, entre outros. Cícero Dias
Ismael Nery
Oswaldo Goeldi

Núcleo Bernardelli

José Pancetti
Milton da Costa

Grupo Santa Helena

Francisco Rebolo
Alfredo Volpi O evento marcou o início do modernismo no Brasil e tornou-se referência cultural do século XX, pois representou uma renovação de linguagem/ruptura com o passado. Alfredo Foguebecca Volpi foi artista plástico ítalo-brasileiro. É considerado um dos principais artistas da Segunda Geração da Arte Moderna Brasileira. Ganhou destaque com pinturas representando casarios e bandeirinhas de festas juninas (sua marca registrada).

Nasceu na cidade de Lucca (Itália) em 14 de abril de 1896 e morreu em SP em 28 de maio de 1988. Principais obras de arte

- "Mulata"
- "Fachada e Rua"
- "Festa de São João"
- "Grande Fachada Festiva"
- "Fachadas"
- "Sereias" Livros:
-Era uma vez três
-Brincadeiras
-Volpi
-6 perguntas sobre Volpi. - "Bandeirinhas"
- "Bandeirinhas Geométricas"
- "Mastro de São Pedro"
- "Madonna"
- "Dom Bosco" 1896- Nasce em Lucca na Itália
1897- A familia Volpi vem para o Brasil
1911- Começa a trabalhar como pintor e decorador de paredes
1914- Data da sua primeira paisagem conhecida
1934- Volpi já participa das sessões conjuntas de desenho de modelo vivo no grupo Santa Helena
1937- Expõe com a Família Artística Paulista
1944- Primeira exposição individual
1950- Primeira e única viajem à Europa, onde passa quase seis meses
1952- Participa da representação brasileira na Bienal de Veneza
1953- Prêmio de melhor pintor nacional, na segunda Bienal de São Paulo
1956- Exposição individual no MAM-SP ( Museu de Arte Moderna)
1957- Participa da exposição de arte concreta no Rio de Janeiro
1958- Ganha o premio Guggrnheim
1959- Exposição em Nova York
1960- Selo especial na IV Bienal de São Paulo
1962- Recebe o prêmio da crítica carioca, como melhor pintor do ano
1964- Participação Bienal Veneza
1966- Realiza o Afresco Dom Bosco no Itamarati
De 1966 até 1975 Volpi recebe outros prêmios e medalhas
1976- Comemoração dos seus 80 anos (retrospectiva no MAM-193 obras
De 1976 até 1986 fez mais exposições. http://educacao.uol.com.br/biografias/alfredo-volpi.jhtm
http://www.suapesquisa.com/quemfoi/alfredo_volpi.htm
http://www.infoescola.com/movimentos-artisticos/pos-modernismo/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfredo_Volpi
http://www.portalartes.com.br/curiosidades/599-arte-moderna-no-brasil.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Semana_de_Arte_Moderna
http://prosalunos.blogspot.com.br/2008/08/segunda-gerao-modernista.html
Full transcript