Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Histórico da tabela periódica

Professor Daniel de Almeida Raber
by

Daniel Raber

on 17 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Histórico da tabela periódica

Periodic Spiral Jeff Moran 2004 Periodic Spiral Jeff Moran, 2004 Tabela de
Paul Guidere Tabela de Alberto Tarantola Tabela de
Theodor
Benfey Tabela de
Timmothy
Stowe Histórico da construção da
Tabela Periódica Modelo de Tabela Periódica adotado desde 1923 Tabela Periódica Atual Tabela de Emil Zmaczynski Outras tabelas periódicas Henry Moseley inseriu o conceito de número atômico dos elementos. Mudando a Tabela de Mendeleev e dando origem à Tabela Atual.

Lei periódica de Moseley:

“Quando os elementos químicos são agrupados em ordem crescente de número atômico (Z), observa-se a repetição periódica de várias de suas propriedades” 1913 Mendeleev criou uma carta para cada um dos 63 elementos conhecidos. Cada carta continha o símbolo do elemento, a massa atômica e suas propriedades químicas e físicas.
A tabela periódica de Mendeleev exibia semelhanças numa rede de relações vertical, horizontal e diagonal.
Em 1906, Mendeleev recebeu o Prêmio Nobel por este trabalho. Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869)
O Quinto Modelo de Tabela Periódica Conseguiu o cargo de professor de química na Universidade de St. Petersburg.

No dia 17 de fevereiro de 1869 Dimitri Ivanovich Mendeleev criou uma tabela em que os elementos semelhantes permanecessem no mesmo grupo.

Em 1871 foi publicada a tabela original de Mendeleev 1869 Publicou o “Tratado elementar da química”

Construiu uma tabela com 32 elementos

Tentou uma publicação, não aceita, de agrupamentos de elementos divididos em gases, metais, não-metais, e não-metais terrosos. 1789 Realizou a última maior troca na tabela periódica em 1950.
A partir da descoberta do plutônio em 1940, Seaborg descobriu todos os elementos transurânicos (de 94 a 102).
Reconfigurou a tabela periódica colocando a série dos actinídeos abaixo da série dos lantanídeos.
Em 1951, Seaborg recebeu o Prêmio Nobel em química, pelo seu trabalho.
O elemento 106 tabela periódica é chamado Seabórgio, em sua homenagem. A série de actnídeos de
Glenn Seaborg 1951 Alexandre-Émile Beguyer de Chancourtois coloca os elementos em forma de uma linha espiralada ao redor de um cilindro. 1862 Cloro, bromo e iodo.

A tríade da primeira
tentativa. Um começo
sem muito sucesso. Johann W. Döbereiner teve a primeira idéia, com sucesso parcial, de agrupar os elementos em três - ou tríades.
Essas tríades estavam separadas pelas massas atômicas, mas com propriedades químicas muito semelhantes. 1829 Estabeleceu uma relação entre as propriedades dos elementos e a sua massa atómica.
A este tipo de repetição, com propriedades semelhantes chamou-se periodicidade, e é esta a origem do nome da “tabela periódica”. John Newlands agrupou os elementos em sete grupos de sete elementos, em ordem crescente das suas massas atômicas. 1864 Foi a primeira tabela
com algum sucesso Primeira Tríade
Segunda Tríade Tríades de
Döbereiner
  John Danton agrupou os elementos conhecidos numa tabela em ordem crescente de massa atômica. Início do Século XIX Primeiro elemento
a ser descoberto.
Ponto de partida
para a construção
da tabela periódica Descoberta científica do primeiro elemento químico – o FÓSFORO pelo comerciante e alquimista alemão Henning Brand em Hamburgo, Alemanha.

Destilação de mistura de urina e areia na procura da pedra filosofal

Ao vaporarizar a uréia, obteve um material branco que brilhava no escuro e ardia com uma chama brilhante. Por este efeito, Brand deu-lhe esse nome (do latim phosphrus, e este do grego  = "Fonte de Luz") 1669 Glenn Seaborg
(1912 – 1999) Dimitri Mendeleyev
(1834-1907) J.A.R.Newlands
(1837-1898) J.W.Döbereiner
(1780-1849) Henry Moseley
(1887 - 1913) J.L.Meyer
( 1830-1895) Alexandre-Émile Béguyer de Chancourtois
1820-1886 ANTOINE LAVOISIER
1743-1794 Contribuição dos vários cientistas para a construção da tabela periódica Química: como tudo começou? Pré-história Idade Antiga Descoberta do fogo Domínio da prata, vidro e outros metais

Conhecimento prático de algumas operações químicas Idade Média Surge a alquimia

Elixir da vida eterna

Pedra filosofal Idade Contemporânea Apareceram grandes gênios

Tabela periódica Idade Moderna Surge a química médica

Química como ciência exata. Antoine Laurent Lavoisier Obra conhecida como Parafuso Telúrico de Chancourtois.
Full transcript