Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Benchmarking, Empowerment e Estudo de Caso no Louvre Magazine

No description
by

Helena Teixeira

on 4 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Benchmarking, Empowerment e Estudo de Caso no Louvre Magazine

BENCHMRKING
E
EMPOWERMENT Estudo de Caso >Desenvolver
Estabelecer objetos ou padrões do novo nível de desempenho;

Desenvolver planos de ação para atingir as metas e integrá-las a organização;

>Melhorar
Implementar ações especificas e integrá-las nos processos da organização;

>Revisar
Monitorar os resultados e os melhoramentos;

Revisar os Benchmarks e as relações atuais com a organização alvo. O termo Benchmark significa referência.

‘’O Benchmarking é um processo contínuo e sistemático de pesquisa para avaliar produtos, serviços, processos de trabalho de empresas ou organizações que são representantes de melhores práticas, com o propósito de aprimoramento organizacional’’ DEFINIÇÃO Benchmarking Interno
Benchmarking Competitivo
Benchmarking Funcional TIPOS DE BENCHMARKING Quando as ações da Xerox chegaram ao seu mais baixo valor que o seu presidente – Charles Christ – resolveu enviar uma equipe operacional ao Japão para estudar os processos, produtos e serviços prestados para a Cannon, com a intenção de descobrir exatamente o que a empresa concorrente estava fazendo de diferente da sua.

O estudo resultou em metas de desempenho específicos, proporcionando um desenvolvimento em vários setores da empresa Xerox, como por exemplo: as falhas de linhas de produção caíram de 30.000 para cada 1.000.000 máquinas produzidas, para 1.300. HISTÓRICO BENCHMARKING >Melhora a qualidade organizacional da empresa;

>Conduz a operações com menor custo;

>Facilita processos de mudanças;

>Amplia a perspectiva operacional da empresa;

>Cria uma cultura aberta para novas ideias;

>Cria uma visão externa da empresa; VANTAGENS DO BENCHMARKING >Analisar

Comparar a organização com seu concorrente;

Catalogar as informações e criar um centro de competência;

Compreender os processos e as medidas de desempenho; > Planejamento

Selecionar órgãos e processos para avaliar;
Identificar melhores concorrentes;

Identificar os Benchmarks;

Organizar o grupo de avaliação;

Escolher a metodologia de avaliação;

Agendar visitas;

Utilizar a metodologia de coleta de dados; 15 Estágios do Processo de Benchmarking Conhecer suas operações e avaliar seus pontos fortes e fracos.

Localizar e reconhecer concorrentes ou organizações líderes de mercado.

Incorporar o melhor do melhor adotando os pontos fortes dos concorrentes e, se possível, ultrapassando-os em excelência. O Benchmarking exige três objetos bem definidos dentro da organização, que são: PROCESSOS DO BENCHMARKING >Satisfação dos clientes, aumento produtivo, redução de custos e aumento de qualidade;

>Fator de diferenciação competitiva;

>Promove motivação e satisfação nos funcionários;

>Proporciona grande sinergia entre os membros envolvidos, resultando em um melhor ambiente de trabalho.  VANTAGENS >Permitir iniciativas individuais;
>Ignorar os medos;
>Esconder informação;
>Não definir parâmetros;
>Não acompanhar as iniciativas;
> Ignorar Feedbacks Mas a aplicação dos fundamentos do Empowerment também não se revela compatível com: Questionar a premissa básica do modelo hierárquico, no qual a principal fonte de autoridade é o cargo ou a posição.
Que a direção e os gerentes abram mão do seu controle sobre as pessoas e se ocupem de fato dos resultados.
Fazer com que os empregados assumam riscos e a responsabilidade pessoal pelos seus atos.
Eliminar as decisões arbitrárias e o trabalho sem significado que provocam frustração, impotência, e etc.
Resgatar os valores pessoais que conferem significado verdadeiro ao trabalho.
 Comunicação franca e transparente IMPLEMENTAÇÕES Poder
Motivação
Desenvolvimento
Liderança O empowerment se assenta em quatro bases principais: BASE DO EMPOWERMENT O Empowerment é uma via que permite melhorar a qualidade, a produtividade e, portanto, o serviço prestado aos clientes. Consiste na delegação de autoridade e responsabilidade, favorecendo a criação de relações de confiança entre os colaboradores das empresas.

Trata-se de descentralizar poderes na cadeia hierárquica de uma empresa, conferindo aos funcionários a oportunidade de se mostrarem aptos a diagnosticar, analisar e propor soluções no cotidiano. DEFINIÇÃO EMPOWERMENT Acontecerá quando o empregado não estiver preparado para tais mudanças, em caso de uma implantação precipitada, sendo que o  empowerment pode se virar contra a empresa. DESVANTAGENS Teoria Estruturalista
Os funcionários compartilham os objetivos da organização como, por exemplo, a viabilidade econômica,
A abordagem múltipla nos níveis organizacionais no que tange os níveis da organização : nível constitucional, nível gerencial e técnico,
Existe a preponderância de um controle material

Teoria Burocrática
A existência de um regulamento interno escrito;
Comunicação é feita de forma formal por escrito, e serve para situações como justificativa de faltas;
Impessoalidade nas relações (as pessoas são tratadas pelo cargo que possui);
Competência e meritocracia. Visão da Empresa:
Ser reconhecida através da inovação varejista e ser referência em atendimento e em oferecimento de produtos que encantem e satisfaçam nossos clientes. Valores
Respeito + Credibilidade + Transparência + Compromisso + Persistência

Missão da Empresa:
Conquistar e fidelizar clientes através de um time competente de profissionais com atendimento diferenciado, inovador e eficiente; oferecer diversas linhas de produtos que encantem nosso público pela qualidade e versatilidade; zelar pelo bem estar e garantir o desenvolvimento de nossos profissionais. Pequeno armazém no interior do Rio Grande do Norte.
Armazém Paraíba em Bacabal no Estado do Maranhão.
Expansão do Armazém.
Louvre Magazine.
Holding SOCIC
Separação administrativa. HISTÓRICO Falta de uma organização administrativa;
Desvalorização de setores de vendas;
Premiação;
Falta de especialização administrativa. PROBLEMAS E SOLUÇÕES >Teoria Comportamental

Motivação dos funcionários: pelo gerente e também colegas de trabalho ;

Os funcionários possuem visão de crescimento dentro da empresa,
Na empresa Louvre Magazine, há gratificações e prêmios para os funcionários;

A aproximação dos gestores,como por exemplo da Psicóloga em questão,com os funcionários,que sazonalmente participam da realidade dos mesmos. >Teoria Humanista
Aspectos da Teoria Humanista na organização:
Atuação do departamento de RH : foca-se em treinamentos e capacitações dos funcionários;
Realização de reuniões;
Iniciativas sociais. DIAGNÓSTICO ‘’Shopping inserido em um shopping’’
Serviço diferenciado
Espaço de 8.000 m² e 175 empregados.
Organograma ESTRUTURA Compromissos de base
Respeitar as regras e as pessoas da empresa;
Conferir credibilidade às relações profissionais;
Contribuir para o crescimento e desenvolvimento mútuo entre empresa e profissionais. MISSÃO, VISÃO E VALORES ESTUDO DE CASO
Full transcript