Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Martha Graham- "Stretch inside your own skin"

Técnica Martha Graham e a importância do figurino no solo Lamentation.
by

Rita Carvalho

on 15 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Martha Graham- "Stretch inside your own skin"

" Stretch inside your own skin" Martha Graham A técnica Graham não só introduziu novos conceitos no mundo da dança, como reciclou outros.

Os movimentos tornaram-se mais fluidos com o passar do tempo, as linhas naturais do corpo eram respeitadas.

As bases desta técnica são fortemente clássicas e é imprescindível o conhecimento destas.

Martha Graham consegue atingir uma canalização das emoções para o publico através do movimento e não só do gesto. Lamentation é uma peça criada por Martha Graham e estreada em 1930.

Graham pretendia representar mágoa / agonia / dor como algo universal.

O tubo de licra violeta funciona como uma segunda pele que impede o ser de ser livre.

Os movimentos são pesados e arrastados, controlando o figurino dando-lhe diferentes formas.

Todo o corpo está coberto pelo tubo de licra menos as mãos, os pés e a cabeça.

Os movimentos fragmentados aperfeiçoam esta escura noção de sentimento e atribuem à peça a tensão de que esta vive.

A música composta por Zoltán Kodály enfatiza os pontos de tensão existentes.

A simplicidade do uso do piano vai de encontro à simplicidade de toda a peça incluindo o figurino e também do fundo. "Lamentation, my dance of 1930, is a solo piece in which I wear a long tube of material to indicate the tragedy that obsesses the body, the ability to stretch inside your own skin, to witness and test the perimeters and boundaries of grief, which is honorable and universal." Para Martha Graham os figurinos em conjunto com a aparência dos seus bailarinos eram uma parte do espectáculo imprescindível.

Martha Graham procurava através do figurino atingir a beleza tanto na coreografia como no intérprete.

O figurino deveria realçar o movimento feito e não servir simplesmente de adorno. Zoltan Kodály (16 Dezembro 1882- 6 Março 1967) foi um compositor Húngaro conhecido pela sua perfeição técnica.

Também foi etnomusicólogo, educador, linguísta e filósofo.

Kodály compôs durante toda a sua vida. Contam-se mais de 100 000 obras (canções, peças, trechos e melodias populares húngaras).

Enquanto pedagogo, o seu nome é associado ao método Kodály, que revolucionou o sistema de aprendizagem musical até então em vigor, e que ainda hoje é aplicado em escolas de música.

Possuidor de vários títulos e nomeações entre os quais:
Membro da Academia Húngara de Ciências (1945)
Presidente da Comissão de Musicologia (1951)
Presidente do International Folk Music Council (1951)
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Oxford (1960)
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Berlim-Leste (1964)
Doutor Honoris Causa pela Universidade de Toronto (1966)
Membro Honorário da Academia das Artes e das Ciências dos E.U.A. (1963)
Presidente honorário da International Society for Music Education Martha Graham nasceu em Pittsburgh, na Pensilvânia a 11 de Maio de 1894.

Durante mais de 70 anos Martha Graham dançou e coreografou, sendo assim responsavel por um dos mais amplos legados
do mundo da dança.

Em 1910 Martha Graham começa a dançar na Denishawn School of Dancing and Related Arts, fundada por Ruth St. Denis e Ted Shawn.

Em 1926 Martha Graham cria Martha Graham Center of Contemporary Dance.

Em 1936 Martha Graham faz um dos trabalhos que assinala o começo de uma nova era no mundo da dança, “Chronicle”.

Já no final da sua carreira como bailarina de cena, Martha Graham coreografou algumas peças em que o seu papel era activo,
ainda que pouco dançado e mais actuado.

Em 1972 Martha Graham deixa o vício (alcool) que outrora havia arruinado o seu trabalho e carreira e volta aos estúdios.

Martha Graham morreu em 1991 em Nova Iorque com 96 anos, tendo coreografado até praticamente o final da sua vida. Na peça que analisamos, Lamentation, feita nos anos 30, o figurino é um simples tubo de licra violeta.

Nesta altura todo o conceito de moda havia sido influenciado pela noção de pós guerra, vivida nos anos 20.

Nos anos 30 sentiu-se uma nova vontade e necessidade de formalizar a imagem dos géneros.

Mantendo o aspecto formal, no final dos anos 30 é relevante a importância dada às costas. "How does it all begin? I suppose it never begins. It just continues."
Full transcript