Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Residencial Raízes - Arquitetura - UNIASSELVI

CENTRO UNIVERSITÁRIO LEONARDO DA VINCI ARQUITETURA E URBANISMO - V SEMESTRE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL BLUMENAU -SCCECE
by

Anderson Halla

on 8 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Residencial Raízes - Arquitetura - UNIASSELVI

Contextualização:
Objetivos específicos:
Objetivo:
Conjunto Habitacional Sustentável
Residencial Raízes

Justificativa:
Conceito “2” - Conjunto
habitacional sustentável:
Conceito “1” -
Sustentabilidade:
Enfrentamos uma grave crise social e o déficit habitacional brasileiro é uma das facetas da crise social que passamos. A superação deste déficit exigirá a construção de pelo menos cinco milhões de unidades habitacionais. No entanto estas habitações não podem ser construídas seguindo os paradigmas do passado, que não incorporavam, de forma adequada, a dimensão ambiental e resultavam muitas vezes em ambientes pouco estimulantes para a vida das comunidades nelas abrigadas. A sustentabilidade social exige que o déficit habitacional seja sanado.
Conceito:
Sustentar e contribuir para alteração das práticas de produção de habitação de interesse social consolidadas no Brasil, tornando-as mais sustentáveis, garantido aos usuários uma melhor qualidade de vida, desenvolvendo um projeto com conceito racionalizado e com uma visão econômica, empregando as práticas de sustentabilidade na edificação e no seu entorno.
Nosso planejamento objetivou atingir as seguintes metas:

*Planejar o empreendimento com total respeito à natureza e aos aspectos relacionados à cultura local, priorizando a sustentabilidade;
*Planejar a implantação do empreendimento respeitando a topografia do terreno, valorizando seus aspectos visuais e morfológicos, evitando ao máximo, cortes e aterros desnecessários;
*Projetar visando o equilíbrio entre as áreas livres e edificadas, objetivando a harmonia do conjunto num respeito permanente ao meio ambiente natural;
*Espaços de lazer que propiciem o encontro das pessoas para uma maior socialização, criando uma comunidade forte e unida.
*Criar um ambiente que integre os conceitos do triângulo de sustentabilidade que seriam: uma atividade economicamente viável, socialmente justo e ecologicamente correto.
Na hora de projetar, nós, futuros arquitetos, temos o dever de ter como premissa a sustentabilidade no projeto. Isso quer dizer respeito com a natureza. Os principais elementos que nortearam a concepção do projeto foram às características topográficas e morfológicas do terreno, interagindo com a história local e a cultura da cidade e de forma dinâmica com os princípios sustentáveis, elemento primordial no desenvolvimento estratégico do empreendimento.
Estudo de caso 1:
Empreendimento Sustentável em Serra Negra (SP) – Condomínio
Contextualização:
Estudo de caso 1: Empreendimento Sustentável em Serra Negra (SP) – Condomínio
ITENS SUSTENTABILIDADE:
ITENS SUSTENTABILIDADE:

Captação de Energia Fotovoltaica
Piso em PVC reciclado
Vasos sanitários duplo acionamento
Vidros e esquadrias autolimpantes
Tinta Ecológica
Metais Monocomando
Fiações Subterrâneas
Cimento Ecológico
Madeiras certificadas FSC
Alamedas com pisos drenantes
Aquecimento solar de água
Fechaduras Biométricas
Iluminação de áreas comuns em LEDs
Captação de água da chuva para reuso
Piscina de borda Infinita com aquecimento solar
É a habilidade de sustentar ou suportar uma ou mais condições, exibida por algo ou alguém.  Ultimamente este conceito tornou-se um princípio, segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.
Empreendimento Ecológico em Serra Negra com 91 casas de 84m² e 102m² em um condomínio sustentável com muita qualidade e tecnologia. Em um terreno de 30.000m2 as casas e o empreendimento contam com os mais importantes conceitos de sustentabilidade, estilo Europeu das casas e conceito de condomínio. Localizado na área nobre da cidade e a 2 km do Centro.
ITENS DE LAZER:

Piscina de borda Infinita com aquecimento solar de água.
Sauna
Churrasqueira
Bosque
Pista para caminhada
Fonte de Água Mineral
Salão de Festas
Estudo de caso 1: Empreendimento Sustentável em Serra Negra (SP) – Condomínio
Estudo de caso “2”:
Ecoovila 2
Acesso em 04/06/2013: http://www.ecoovilas.com/?page_id=777
Empreendimento será em Porto Alegre (RS), elaborado pelo arquiteto Otávio Urquiza. São 56 casas solares com telhados vivos

A edificação ecológica, parte da percepção das quatro fontes naturais de energia, sol, ventos, água e biológica, que perpassam todos os ambientes, interna e externamente. Utiliza-se de materiais de baixo impacto ambiental e de menor “Pegada Ecológica”, e os integra para um maior conforto térmico e ambiental nas quatro estações do ano.

A Edificação Ecológica, se integra ao Paisagismo e a Infra-estrutura para trabalhar em ciclos, minimizando a geração de resíduos, o consumo de água e energias externas artificiais.
Acesso em: 04/06/13: http://www.wolfmartins.com.br/?p=1727
Acesso em: 04/06/13: http://www.wolfmartins.com.br/?p=1727
Acesso em: 04/06/13: http://www.wolfmartins.com.br/?p=1727
Estudo de caso “2”:
Ecoovila 2
Acesso em 04/06/2013: http://www.ecoovilas.com/?page_id=777
*   Edificação Educadora e Disseminadora de conceitos ambientais e projetamos a integração da edificação com paisagismo e infra-estrutura;
*    Uso de madeiras ecológicas em móveis, pisos e decks;
*    Alvenarias de Vedações em terra como instrumento pedagógico, de alta capacidade térmica e de baixo custo;
*    Esquadrias com Vidros duplos e de excelente vedação para conforto inverno e verão;
*    Ventilações subterrâneas conectadas com escadarias internas formando aparelhos de Ar Condicionado Naturais para o verão;
*    Telhados vivos com captação das águas para irrigação;
*- Captação solar para aquecimento d´água concomitante à lareira e fornos  a lenha;
*   Tratamento biológico dos esgotos (águas cinzas e negras) – com reutilização das águas para irrigação e outros usos – zerar o impacto ambiental positivo;
* Interface da edificação com as águas da chuva, com destino a ampliação do armazenamento para irrigação dos jardins produtivos;
 * Jardins Produtivos com parreiras, pomares e inúmeros tipos de frutas e alimentos para os moradores e para a fauna remanescente;
* Biologização, Regeneração dos Bosques e Paisagismo Produtivo;
Metodologia: percepção do terreno e se entorno.
Programa de necessidades:
Partindo do conceito: O caminho da roça
A sinuosidade da estrada que nos leva para o interior rural. Pequenas propriedades distribuídas por estradas de terra que acompanham o curso dos rios, com elementos naturais (vales, córregos, montanhas, matas) estabelecendo uma sensação de prazer em ver e sentir estas belas paisagens.
A implantação das residências sem nenhum padrão, totalmente orgânico onde cada morador condiciona a casa do seu jeito aproveitando os recursos naturais.

A escolha deste conceito tem haver com a história do bairro e a funcionalidade que hoje é dada ao terreno.
Residencial Raízes

Número de famílias atendidas: 100 famílias
Área do lote: 27.197,13m²
Área de APP: 9.128,00m²
Números de blocos de apartamento: 8 blocos com área de 892,80m² cada totalizando 7.142,40m².
Número total de pavimentos: 4
Número de unidades residenciais: 4 residências de 63,27m² totalizando 253,08m².
Centro comunitário: 689,96m²
Número de vagas de estacionamento privativo: 100 vagas
Número de vagas de estacionamento visitantes: 16 vagas
Número de vagas de bicicletário: 40 vagas
Área total a construir: 8.085,44m²
BLOCO DE APARTAMENTOS - PORTARIA
Os blocos foram implantados organicamente através das vias sinuosas e posicionadas, respeitando ao máximo os condicionantes naturais.
Cada bloco comporta três apartamentos por andar, em quatro pavimentos.
Planta baixa apto tipo “1”
Temos duas tipologias por pavimento: - dois apartamentos com dois quartos e um apartamento com três quatros, mais cozinha, banheiro, lavação, telhado verde, todos com sacada para que usuário possa desfrutar com a família conversas na varanda como vemos nas casas do interior.
Planta baixa apto tipo “2”
Temos duas tipologias por pavimento: - dois apartamentos com dois quartos e um apartamento com três quatros, mais cozinha, banheiro, lavação, telhado verde, todos com sacada para que usuário possa desfrutar com a família conversas na varanda como vemos nas casas do interior.
RESIDÊNCIAS
Sua planta baixa é composta por dois quartos, banheiro, varanda, lavação, cozinha, sala e já está planejada para futuramente abrigar mais um quarto.
PLANTA HUMANIZADA - 63,27m²
RESIDÊNCIAS
Sua planta baixa é composta por três quartos, banheiro, varanda, lavação, cozinha.
PLANTA HUMANIZADA AMPLIACÃO - 75,85m²
O elemento na fachada também tem como função estrutural para ampliação futura do quarto Sua estrutura sob pilotis é em bloco estrutural que minimiza custos e garante a rapidez da construção e uma obra limpa, contará também com telhado verde.
CENTRO COMUNITÁRIO
No terreno encontra-se um galpão ao qual resolvemos dar um uso ao invés de optarmos pela demolição, criando entulhos contra os conceitos sustentáveis. Como é um galpão de grande volumetria, resolvemos ali criar um centro comunitário, uma grande área de lazer e aprendizagem.
PLANTA BAIXA - 689,96m²
Local para reuniões do condomínio, espaço para apresentações artísticas, palestras, cursos, associações de moradores do bairro, como a possibilidade de aluguel para eventos revertendo à renda para investimento no condomínio. A sala tem capacidade para 70 pessoas.
ANFITEATRO
CENTRO COMUNITÁRIO
Promoção de cursos para os moradores com o intuito de não ser apenas uma atividade de lazer, mas também alternativa de renda extra para as famílias. Uma proposta seria utilizar os resíduos de empresas como tecido, Eva, pet, latinhas promovendo arte com “lixo”.
SALA DE JOGOS - lazer para os moradores.
ATELIER
Local de socialização da comunidade para festas e confraternização. Também é um espaço alternativo para realização de cursos, como reeducação alimentar, técnicas de higienização e preparo dos alimentos evitando o desperdício, já que teremos no condomínio hortas comunitárias. Também ensinar como preparar os resíduos orgânicos para garantir a eficácia do processo de compostagem no condômino e por último a preocupação de dar uso a restos de óleos e gorduras animais, fazendo sabão tanto em pedra como líquido para lavar roupas e louças diminuindo a conta de mercado dos moradores.
SALÃO DE FESTAS/COZINHA
DECK
SALÃO DE FESTAS/COZINHA
QUADRA POLIESPORTIVA
PRAÇA - local com playground para as crianças e equipamentos de ginástica
EQUIPAMENTOS DE LAZER E PROJETOS SOCIAIS
EQUIPAMENTOS DE LAZER E PROJETOS SOCIAIS
Piso tátil
Bancos com lixeiras
Arborização da via
COMPOSTAGEM E HORTA COMUNITÁRIA EM FORMATO DE MANDALA
- um local foi reservado para o depósito dos resíduos orgânicos que será manejado todo dia para o sistema de compostagem. O resultado deste processo é o adubo que será depositado nas hortas mandalas.
EQUIPAMENTOS DE LAZER E PROJETOS SOCIAIS
GUARITA – para controlar a entrada de pedestres e veículos, a edificação conta com lavabo.
LIXEIRAS – o local contra com três tipos de lixeira: uma de reciclagem, uma de restos orgânicos para compostagem e por último uma lixeira para o restante dos resíduos.
EQUIPAMENTOS
A harmonia da implantação dos conjuntos de blocos de apartamentos e residências, e os demais equipamentos do conjunto promovem ambiente de aconchego e rural, respeitando a sensibilidade da paisagem e a proteção dos valores existentes. As áreas livres receberão um tratamento paisagístico e arborização.
PAISAGISMO E CONSIDERAÇÕES
Plantio de árvores nativas da nossa região que são Araucária, Aroeira - vermelha, Bacupari, Bracatinga, Butiá, Butiá - da - praia, Canela – preta, Canela - sassafrás, Caroba, Cedro, Cerejeira, Erva - mate, Goiaba - serrana, Guabiroba, Imbuia Ingá, Ipê - amarelo, Ipê - roxo, Jabuticaba, Jerivá, Manacá - da - serra, Paineira, Pau - formiga, Pitanga, Suinã e frutíferas como laranja, tangerina, abacate, limão e outros nas áreas de APP, que vai ajudar muito no conforto ambiental não só das edificações mais nas áreas livres proporcionando um ar puro e o prazer de colher o fruto e degustar.
PAISAGISMO E CONSIDERAÇÕES
BICICLETÁRIO
ESTACIONAMENTO
ACADÊMICOS: ANDERSON HALLA
GUILHERME LUIZ RAMPELOTTI
PRISCILA DE ANDRADE


CENTRO UNIVERSITÁRIO LEONARDO DA VINCI
ARQUITETURA E URBANISMO - V SEMESTRE
HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL
BLUMENAU -SC
UNIASSELVI
JUNHO 2013
Impactos ecológicos-sócio-econômicos do projeto

O impacto da implantação do empreendimento Condomínio Residencial Raízes na comunidade local, com a qualidade que está sendo planejada, será uma contribuição para o desenvolvimento sustentado, gerando habitações com qualidade arquitetônica que tem como premissa a sustentabilidade, tanto para comunidade local mais principalmente para os moradores que viram do bairro Coripós que hoje residem em área de risco.
Nosso projeto norteou o conceito de ruralidade, respeitou a história do local e tudo isso com consciência ambiental para que o conjunto fique em harmonia com local para que nos dê a sensação que todo o conjunto arquitetônico tenha brotado naquele lugar.
Conclui-se, dessa forma, que esse estudo e projeto servem de exemplo para criação de condomínios populares com qualidade e valorização do ser humano que nele habita.
Full transcript