Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Experiência Artística na Formação em Dança

Síntese do momento atual do projeto de pesquisa de Alexandre Molina, desenvolvido junto ao PPGAC/UFBA.
by

Alexandre Molina

on 8 November 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Experiência Artística na Formação em Dança

Experiência Artística na Formação em Dança Linha V Processos Educaionais em Artes Cênicas Orientação Luiz Cláudio Cajaiba
Sérgio Farias RESUMO Processos de formação em dança na universidade apresentam, com recorrência, uma lógica cartesiana que divide teoria e prática. No entanto, o cotidiano de alguns grupos de dança contemporânea parece avançar numa proposição de funcionamento onde não figura tal dicotomia, compartilhando da ideia de compreender a experiência artística como um modo de conhecer. A expectativa deste projeto de pesquisa é identificar parâmetros, possibilidades ou caminhos metodológicos que possam propor uma alternativa à tradicional dicotomia teoria-prática, em processos de formação em dança, tendo, na experiência artística, um campo de observação. Palavras-Chave Arte. Dança. Experiência Artística. Formação. Praticoteorico (Praticateorica / Praticoteorica / Praticoteorical / e seus plurais). Na infância Me interesso por dança desde criança. Observar os movimentos dos corpos nos bailes de forró que aconteciam em momentos de festa na fazenda onde morava era uma diversão sem fim. Também ficava curioso com a dança que aparecia na TV, seja nos comerciais, nos programas de auditório ou nos videoclipes. Mais tarde, na escola, outras experiências com a arte: apresentação de trabalhos no formato de encenação teatral, as festas com Quadrilhas Juninas e Casamento Caipira, dançando em homenagem à Jovem Guarda, no aniversário da cidade e nas comemorações de fim de ano. Prazer enorme em estar fazendo algo diferente daquela rotina cadeira-mesa-quadro-giz-livro-caderno-falação de todos os dias. Na Universidade Licenciatura em Educação Física - UFU
Criação do EDUCADANÇA Professor de Dança e Educação Física
para crianças e adolescentes.
Iniciação Científica. História da Arte, Teatro-Educação, Laboratório de Encenação e História do Teatro no Brasil, disponíveis nos cursos de Teatro e Artes Visuais da UFU. Outras Danças Centro de Danças Talentos Jazzdance
Ballet
Dança Moderna Maria do Silência Engenho.Dança Autonomia criativa
Trabalho coletivo
Auto-gestão Uai-q-Dança Um novo modo de estudar dança
Revisitar o corpo, o Ballet.
Primeira experiência como
professor de dança para adultos.
Encontro Olhares sobre o Corpo. Especialização Estudos Contemporâneos em Dança da UFBA Estudo sobre a relação entre o movimento corporal e as estratégias de aprendizagem presentes nas práticas da sala de aula na Educação Básica.
A dificuldade que os professores e coordenadores pedagógicos entrevistados apresentavam, em sua maioria, ao lidar com o corpo ou ao discutir e propor atividades nas quais o movimento corporal pudesse ser considerado na abordagem de conteúdos em diferentes áreas de conhecimento.
Lacuna significativa no que se refere à formação docente.
Movimento Corporal e Aprendizagem de Conceitos. Orientação de Leda Muhanna. Mestrado em Dança As noções de currículo, de Dança e de ação pedagógica explicitadas nestes documentos, apontam para um processo de formação profissional que ainda busca restringir as necessidades do mundo contemporâneo a um modelo de educação orientado numa perspectiva aprioristica de busca de verdades absolutas. (Im)pertinências curriculares nas licenciaturas em dança no BrasilOrientação: Leda MuhanaBolsa FAPESBEm linhas gerais, o foco deste estudo consistiu na análise de alguns documentos (Matriz Curricular e Projeto Político Pedagógico) de cinco cursos de licenciatura em dança de diferentes regiões do Brasil. Meu interesse na dissertação consistiu em avaliar as pertinências ou não dos currículos dos cursos estudados no que se referia à capacidade de construir uma sistematização tanto da prática artística quanto de suas ações didáticas, levando em consideração as proposições das Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Dança e a literatura atual sobre formação de professores, currículo e Dança. Visões sobre Currículo compreensão dissociativa do currículo que seria marcada por dois momentos muito distintos na sua estruturação, sendo eles, a dimensão teórica do currículo com uma forte base na aquisição de conhecimentos acumulados ao longo do tempo; e uma dimensão prática do currículo com foco no fazer pedagógico. visão associativa do currículo que justapõe teoria e prática (formação geral e formação específica). Nesta compreensão de currículo, teoria e prática continuam separadas currículo como expressão da visão de unidade no qual teoria e prática não aparecem separadamente Doutorado em Artes Cênicas
Estudo sobre a relação entre a experiência artística e o processo de formação em dança.
A importância da experiência artística na formação em dança, a partir da realidade de grupos e companhias na Bahia. Hipótese que o cotidiano de alguns grupos de dança contemporânea parece avançar numa proposição de funcionamento onde não figura tal dicotomia, compartilhando da idéia de compreender a experiência artística como um modo de conhecer.
O problema desta pesquisa parte do pressuposto de que processos de formação em dança na universidade apresentam, com recorrência, uma lógica cartesiana que divide teoria e prática. Identificar parâmetros, possibilidades ou caminhos metodológicos que possam propor uma alternativa para tradicional visão dicotômica de teoria-prática, presente em processos de formação em dança, tendo, na experiência artística, um campo de observação. Objetivos específicos:1-Identificar experiências artísticas em dança que explicitem um processo de trabalho que busque se afastar da dicotomia teoria e prática;2-Demonstrar as possíveis relações entre experiências artísticas em dança e pressupostos e/ou princípios educacionais contemporâneos;3-Propor estruturas metodológicas para a formação em dança, a partir da experiência artística, considerando o domínio práticoteorico. Grupos de Dança Contemporânea na Bahia: a idéia é criar uma rotina de observações das principais atividades destes grupos (ensaios, criações de espetáculos, aulas de dança, apresentações), atreladas a entrevistas com o objetivo de identificar, por meio de suas experiências artísticas, princípios metodológicos para um processo de formação em dança. Alguns Autores:
Jorge Larrosa;
Gadamer;
J. Dewey;
Paulo Freire;
A. D. Galmarino;
C. Honorato;
A. Lepecki;
C. Greiner;
H. Katz;
M. Strazzacappa;
I. Marques. Experiências na Bahia
Escola de Dança da UFBA;
Novas parcerias na Dança;
FUNCEB (Assessoria/ Escola/ Coordenação de Dança);
Coletivo Construções Compartilhadas. Alexandre Molina
alexandremolina.danca@gmail.com
Full transcript