Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Atributos individuais de um bom argumentador

No description
by

Sabrina Morethson

on 27 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Atributos individuais de um bom argumentador

Atributos individuais de um bom argumentador

O bom argumentador
Cada argumentador se diferencia do outro levando em conta seus atributos e/ou a intensidade dos mesmos. No entanto, essa diferença não representa uma hierarquia entre os argumentadores.
A percepção do argumentador
Quem percebe está associando o seu conhecimento atual a sua experência de vida. Mas esse arranjo varia entre os indivíduos uma vez que eles são
atores singulares
. Além do mais a
percepção é seletiva
(seja porque o indivíduo ignora coisas que o pertubam, seja porque vê aquilo que acredita satisfazer suas necessidades
Comunicação Efetiva
A comunicação é uma equação complexa, em que a mensagem é emitida, com o objetivo dirigido ao interlocutor e através do argumentador. Os objetivos do interlocutor e do argumentador devem estar em sintonia.
Rompimento de paradigmas e criatividade
Atributos genéricos
Os atributos genéricos são a postura crítica, interdisciplinaridade e capacidade analítica. Tais atributos são indispensáveis para desenvolver os atributos específicos. Eles permitem a potencialização das estratégias argumentativas e ainda contribuem em diversos âmbitos da vida social.
A importância dos recursos linguísticos e discursivos
A autoestima
Um dos elementos fundamentais na argumentação é a autoestima em relação a si próprio e em relação ao argumento apresentado. Expressa por meio do tom de voz, de gestos, postura e/ou certas expressões.Ou ainda, confiabilidade, seriedade e razoabilidade na apresentação do argumento.
Dos atributos
Podem ser distribuídos desigualmente;
Todos possuem características peculiares;
Ou nascemos assim ou o meio social nos modou dessa maneira;
Não existe hierarquia entre atributos.
Dos atributos II
Sempre existe possibilidade de aperfeiçoamento dos atributos deficientes;
Ou desenvolvimento dos atributos mais sólidos;
Qualificação e reforço da atividade argumentativa: ampliação, estímulo e potencialização.
O autoconhecimento
Uma atitude reflexiva ou estar atento às críticas pode apontar ao indivíduo suas deficiências de atributos.

Postura Crítica; Interdisciplinaridade; Capacidade Analítica.
Recursos Línguisticos e Discursivos; Percepção; Comunicação, Rompimento de Paradigmas com criatividade e autoestima
A postura crítica
Refletir e analisar argumentos apresentados por outrem e por nós mesmos;
Evitar postura ingênua ou apaixonada diante dos argumentos.
A interdisciplinaridade
Abarcar diversos campos do saber;
Superar divisão disciplinar do conhecimento;
Superar o exclusivismo típico da abordagem jurídica.
A capacidade analítica
Identificar mais rigorosamente estratégias argumentativas;
Promover distanciamento para analisar criticamente os argumentos;
A utilização dos recursos
a)recursos lingüísticos e discursivos em geral;
b)recursos lingüísticos e discursivos adequados ao campo de saber;
c) recursos lingüísticos e discursivos adequados ao interlocutor.

Interpretação e argumentação
Interpretar e argumentar são mutuamente dependentes, de modo a inexistir qualquer hierarquia entre tais ações.
Direito vivo e convencimento pessoal
A pluralidade de centros interpretativos permite pensar a construção de interpretações e argumentações que não se confundem com a interpretação oficial do Estado,o que confere dinamicidade á argumentação jurídica.
Estratégias de aperfeiçoamento
Autoconhecimento
Heteroconhecimento
Não enquadrar os outros em nossas estruturas e molduras de pensamento
Não realizar discriminações;
Reconhecer sentimentos e emoções;
Escutar o outro
Encorajar o outro
Passar credibilidade
Propor alternativas
Elementos que auxiliam e potencializam o sucesso na comunicação
Feedback
efetivo do interlocutor;
Percepção do
contexto
, do
momento
adequado e da
predisposição
do interlocutor.
Paradigmas no Direito
"Paradigma é a lente por meio da qual se enxerga o mundo; ou seja, é um conjunto de valores , visões de mundo e representações que condicionam a boa forma de pensar."
As transformações dos paradigmas
Inovação dos paradigmas são sempre um desafio;
Novos paradigmas, geralmente, são criados por pessoas que não estão diretamente ligadas à situação;
CRIATIVIDADE, peça fundamental.
A autoestima permite ao argumentador incorporar os interlocutores na atividade argumentativa e, com isso, incrementar suas possibilidades de sucesso.


Dicas
Utilize a autoestima para seduzir o interlocutor.

A autoestima auxilia a superação do fracasso na argumentação.
É possível dizer que a argumentação jurídica contemporânea engloba aspectos que extrapolam o mundo do direito
,
implicando em um conhecimento sobre o outro o qual estará em interação com o interlocutor a partir de uma organização racional de ideias, com o objetivo de persuasão.

Isso complexifica ainda mais a atividade argumentativa, sobretudo porque tais elementos incidem, simultaneamente, ao longo da exposição do argumento e possuem variações significativas de tempo, espaço, contextos e sujeitos envolvidos. Por essa razão, é impossível estabelecer regras fixas ou passos "milagrosos" para o sucesso de uma argumentação. A atividade argumentativa é muito mais complexa e mais plural, o que exige do argumentador constantemente atenção, adequação e sensibilidade.
Antes de tudo, o argumentador deve buscar conhecer as falhas de seu próprio argumento, que, por definição, é sempre insuficiente. Deve buscar estabelecer seus próprios parâmetros e diretrizes de "trânsito" no mundo do direito, de modo a reforçar que, diante da existência inevitável de argumentos falhos, o bom argumentador deve adotar uma atitude crítica e protetora em relação a seu próprio argumento. Este bom argumentador ainda merece três palavras finais: reflita, critique e inove.
Argumentação é uma necessidade nas relações sociais. Fazer seu uso adequado é imprescindível, já que falhas podem resultar fracassos e perdas. O bom argumentador tem atributos grandiosos a seu favor.
Based on Jim Harvey's speech structures
Elementos da Argumentação
O argumentador
O objetivo
O canal
O interlocutor
Adequação da
linguagem
ao interlocutor;
Atitude de autorrespeito
do argumentador consigo próprio e com o interlocutor;
Nível de conhecimento
relevante sobre o assunto.
DUTRA, Felipe
DUTRA, Felipe
"O direito não se reduz às leis com suas regras e princípios, assim como a argumentação jurídica não se reduz à mera argumentação sobre o direito, pois não se desenvolve exclusivamente por juristas."
POSTURA CRÍTICA
CAPACIDADE ANALÍTICA
INTERDISCIPLINAR
SABE UTILIZAR RECURSOS LINGUÍSTICOS E DISCURSIVOS
ELEVADA DOSE DE AUTOCONHECIMENTO
CRIATIVO
TEM COMUNICAÇÃO EFETIVA
AUTOESTIMA
É possível observar pessoas com uma interpretação muito boa,mas com uma argumentação ruim.Pode acontecer o inverso,em que a argumentação destoa em relação á interpretação.Ainda pode ocorrer de a interpretação e a argumentação serem ruins ou,o que seria o ideal,de ambas serem boas.
É preciso pensar contra o cérebro (BACHELARD, Gaston)
Full transcript