Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Experiencia da Marca

No description
by

Eron Lopes

on 5 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Experiencia da Marca

4ª Parte A Experiência da Marca Criando Experiencias MARKETING SENSORIAL, VIVENCIAL e/ou EXPERIENCIAL Cor Aroma Som Formas Marketing Experiencal OBJETIVO
Identificar elementos que ajudem a criar sensações e experiências
Entender que na comunicação existem elementos que embasados nos sentidos incitam a compra. OS SENTIDOS · Imaginamos e produzimos
sentimentos e/ou
emoções (sensações). · Armazenamos dados e os associamos. · Recebemos informação através dos
5 sentidos. BASE PSICOLOGICA · A experiência se transforma em um valor agregado
para o cliente. · Utilizar os sentidos para transmitir
sentimentos e emoções. SENTIDOS E EXPERIÊNCIAS Criando experiencias para motivar a compra COR · AROMA · SOM · FORMAS* É uma variável conectada a padrões pessoais como gostos e tendências. · A cor de um produto representa 60% da
decisão de compra. A COR CORRETA = $$$ Alguns exemplos… O consumidor que da prioridade à cor VERDE é utilitário e amante
do fresco e natural. A maioria dos clientes que são organizados e disciplinados,buscam a cor CAFE.
Se relaciona com esta cor, uma vida estável e saudável As personalidades estão associadas às cores Os clientes que preferem o VERMELHO são, de forma geral, extrovertidos
e dinâmicos.
Tem relação com aromas fortes TENDENCIAS DA INFLUÊNCIA DAS CORES · Devem gerar atenção e interesse. · As vendas muitas vezes dependem da cor. · Tem repercussão na decisão de compra. AS CORES · Despertam sensações · Um dos códigos não verbais de
Comunicação mais certeiros e efetivos · As cores são condutores de mensagens. AS CORES MATERIAL+COLOR+TEXTURA+EFEiTOS+COMBINAÇÃO SENSAÇÃO = · Se deve ter em mente que elementos
serão percebidos pelo usuario. · Permite diferenciar E comunicar. DESENVOLVIMENTO DA COR · Aromas favorecem a memorização
do contexto. · Efeito positivo dos cheiros agradáveis. · Efeito negativo dos cheiros desagradáveis. INCIDENCIA DE ESTIMULOS OLFATIVOS · As respostas dependem das características
das pessoas · Um mesmo cheiro pode gerar tanto respostas
favoráveis como desfavoráveis. · Os cheiros criam efeitos sobre a percepção CASO DE ESTUDO · Podemos identificar e recordar
aromas por períodos extremamente amplos. · Ajuda a satisfazer expectativas. · O uso de aromas permite diferenciar-se. MARKETING OLFATIVO Ex. Flores / Detergente / Limpeza / Suavidade · Potencializar a asociação
de elementos. · Gerar espaços mais agradáveis. · Reforçar e complementar a comunicação MARKETING OLFATIVO AROMA 5% do que vemos
2% do que ouvimos
1% do que sentimos (tato)
15% do que degustamos
35% do que cheiramos · Recordamos … · Memória a CURTO, MÉDIO E LONGO prazo. MEMORIA, RECORDAÇÕES E SENTIDOS · Gerar estados de ânimo. Outras funções da música e dos sons · Entregar mensagens a cada minuto e
gerar recordação por asociação · Criar ambientes de acordo com os
produtos e serviços · Acelerar o frear fluxos. MUSICA E EXPERIENCIAS Ex. É tão natural que é como estar comprando os “produtos”
diretamente do bosque Ex. Estou em un bosque Ex. Natureza = Sons de aves, o vento nas árvores, etc. · Que o ambiente se transforme em
uma experiência. · Que o ambiente gere sensações. · Música e som como apoios ao conceito
de comunicação. MUSICA E EXPERIÊNCIAS · Manter os clientes o maior tempo
possível no ponto de venda. · Fazer com que as pessoas se sintam
confortáveis no ponto de venda. Objetivos gerais das experiências MUSICA E EXPERIÊNCIAS SOM · É parte importante do projeto. · Funcionam como apoio para entrega da mensagem
para a visão e o tato. · As formas também comunicam. FORMAS E COMUNICAÇÃO FORMAS Aplicado a serviços como pessoas, poden ressaltar o calor. Aplicado a produtos de tecnologia pode comunicar estabilidade Aplicado a produtos de Beleza, as formas curvas podem ressaltar a qualidade do produto Solidez, frieza, rigidez, estabilidade Suavidade, tranquilidade, calma, delicadeza, orgânico · Formas retas · Formas curvas Exemplos FORMAS E COMUNICAÇÃO MARKETING SENSORIAL (FORA do ambiente de consumo) CRIAR A SENSAÇÃO E A EXPERIÊNCIA
DESDE ANTES DA EXPERIENCIA EXPERIENCIA ANTES DA EXPERIENCIA A relevância das campanhas não é a beleza ou os sentimentos, mas aquilo que elas incentivam pensar: "Eu vou fazer você pensar." Sugerir aos clientes é uma questão sensível, nem todo mundo quer, mas há momentos em que é necessário, como no caso de muitas ONGs, questões de ecologia, política e outros valores sociais. Lembre-se de campanhas da Benetton. · Pensamento 5 VIAS PARA CRIAR EXPERIENCIAS Não apenas os estados de espírito ou de humor, mas também o emocional. Humor ou sentimentos, são mais fracos e irracionais (café desperta e anima e emociona música relaxante, velas são românticas). As emoções são mais fortes e são gerados com base em experiências (amor - ódio, alegria - tristeza, orgulho - humildade) e são muito mais difíceis de produzir. As emoções que geram com o curso da relação - serviço, não pode transmitir com um simples sensação. · Sentimento 5 VIAS PARA CRIAR EXPERIENCIAS · Experiência não implica complexidade, custos,
coisas chamativas, etc., é focar-se no que o
cliente sente realmente. · A equação custo-beneficio é trocada
pela experiência que a compra oferece. MARKETING EXPERIENCIAL · Gerar expectativa que possam atraí-los · Fortalecer as primeiras impressões · Os consumidores formam suas opiniões sobre
os ambientes de consumo antes de entrarem neles. EXPERIENCIA ANTES DA EXPERIENCIA · Se trata de ajudar os clientes a se sentirem
mais felizes com os produtos e serviços · Cria experiências que comprometem
criativamente os consumidores PRODUTOS - BENS - SERVIÇOS - EXPERIENCIAS · Se agrega um novo elemento ao marketing MARKETING EXPERIENCIAL São experiências sociais, envolvendo sentimentos comunitários, valores culturais, grupos, clubes, identidades coletivas, movimentos ou tendências. Essas experiências são muitas vezes muito forte e tornar os indivíduos, coletivamente, para identificar com eles. · Relação 5 VIAS PARA CRIAR EXPERIENCIAS Tem a ver com os tempos e estilos de vida, com comportamento, fundamentado ação, percepções pessoais e interações. A Nike vende um modo de agir e de viver, com sua música, decoração, particularmente dinâmico e estilo rítmico. · Ação 5 VIAS PARA CRIAR EXPERIENCIAS Você tem que entrar na pele do cliente e entender como ele percebe as cores, as formas, seus tipos de rostos, a percepção auditiva, olfativa, tátil. Alguns elementos são mais sutis e são percepções que vêm através de símbolos verbais e / ou nome (visual , logotipos, marca). Isto irá definir um quadro. · Percepção 5 VIAS PARA CRIAR EXPERIENCIAS Se transformam em experiências vividas Geram sentimentos e emoções Relaciona-as a conceitos e ideas Que provêm dos 5 sentidos Associa sensações (SER HUMANO) MARKETING SENSORIAL Professora do Centro de Ciências Administrativas da UFPE. Doutoranda e Mestre em Administração de Empresas pelo Propad, Programa de Pós-Graduação em Administração da UFPE (Jan.2007). Especialista em Propaganda e Marketing pela Universidade Federal de Pernambuco (2002); Graduada em Administração de Empresas pela Universidade de Pernambuco (1998.2); Professora de disciplinas na área de marketing e pesquisa de opinião do consumidor na graduação e das disciplinas de Teorias e Técnicas Publicitárias e Gestão de Produtos e Marcas na pós-graduação da FAFIRE. Pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisas em Tecnologia, Estudos Culturais e Consumo da UFPE. Christianni Marçal
Full transcript