Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A mulher no mundo do trabalho

No description
by

Sandra Figueiredo

on 21 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A mulher no mundo do trabalho

Brasil
salários inferiores
assédio sexual
idade e aparência física
Japão
conduta é orientada principalmente por costumes
as japonesas desempenham um papel ativo em organizações sociais e política
Para incentivar a mão-de-obra feminina,o Governo:
ampliou a rede de creches no país,
criou as licenças de maternidade,
diminuiu a carga horária de trabalho da mulher sem prejudicar o salário
aboliu a lei que as impedia de fazer horas extras
Iêmen
Islândia
Sudão
Afeganistão
Alemanha
Suécia
lidera o mundo em igualdade de gênero
a taxa de assentos femininos no parlamento é de 45%.
número semelhante de mulheres e homens cursou o ensino secundário (87%) e participa do mercado de trabalho.
O Iêmen classifica-se como o menos equitativo
Contextualização
O advento da mulher trabalhadora
À segunda...
Da primeira metade do século XX...
Profunda feminização do emprego
Genealogia da lei da igualdade
desde finais do Estado Novo
A evolução das desigualdades entre
salários masculinos e femininos
O investimento na educação
O Rendimento mensal
A conciliação da vida profissional com a familiar e privada
Os constrangimentos
da vida laboral
A opinião dos Tondelenses
As áreas de trabalho privilegiadas
pela mulher
O emprego nas mulheres e
as suas condicionantes
1986:
licença-maternidade passou de 3 para 6 meses
1991:
criação pelo Ministério de Assuntos Sociais da Secretaria de Oportunidades Iguais:
Zela pelo cumprimento das leis de igualdade entre os sexos no emprego, escolas e universidades.
1989
Fundamentalistas tomam o poder:
as mulheres não podem trabalhar;
o sexo feminino não pode frequentar a escola;
o índice de analfabetismo chega aos 84% entre as mulheres.
Aqui as mulheres são vistas como uma fonte de tentação, corrupção e guerras.
Em Cabul as mulheres não podem trabalhar fora uma vez submetidas aos interesses dos homens.
Um dos países com menos mulheres nas direções das empresas (apenas 3%)
A margem de diferença salarial entre homens e mulheres evoluiu favoravelmente desde 2000, no entanto, a percentagem continua muito elevada, aumentando para 23% quando analisados cargos no setor público
Angela Dorothea Merkel
A Alemanha passou a recrutar mulheres para o Exército em 2001.
apenas 7,6% das mulheres têm o ensino secundário, em comparação com 24,4% dos homens
as mulheres detêm apenas 0,7% dos assentos no sector Legislativo
apenas 20% das mulheres em idade de trabalhar integram a força de trabalho remunerado, em comparação a 75% dos homens
Durante a Primeira Guerra Mundial, as mulheres emergiram num grande número de fábricas de armamento, nomeadamente, francesas e inglesas, substituindo os homens mobilizados para a guerra
1933
O Estado Novo instaura, em termos legislativos, as discriminações são várias, por exemplo, é negada à mulher a igualdade perante a lei devido às diferenças oriundas da sua natureza e do bem da família, sendo o marido considerado o chefe de família.
1914
Países como a Alemanha, a Itália, a Espanha e Portugal, interditam à mulher o acesso à educação, o trabalho remunerado, o desporto, etc.
Nestes países, a mulher é concebida como um ser inferior destinado a servir o marido no interior da família e o Estado mediante o seu papel reprodutor.
Fim da II Guerra Mundial
1945
Surgimento do Estado- Providência
retorno em massa de homens que necessitavam de trabalho,
drástico decréscimo da mão-de-obra feminina e, regresso das mulheres aos lugares domésticos
Regulação da economia
Provisões sociais e na garantia de bem-estar social


Agente regulador dos conflitos de classe e de um normativo jurídico-laboral assente no princípio da segurança de emprego e de rendimento
Papel do Estado:
complemento do rendimento familiar

massificação do consumo, das mercadorias e serviços
Ao atraso económico aliou-se uma ditadura política e um regime laboral corporativo
Portugal não se enquadra
nos "Trinta Gloriosos"
ideologia na qual o homem representa o papel do chefe de família e tem o dever impreterível de sustentar a casa
Ínicio da Guerra Colonial
1970
1961
Desenvolvimento ligeiro e falta de mão de obra masculina
Aumento dos postos de trabalho - ocupados por mulheres
Aceleração do processo de entrada das mulheres no mercado de trabalho
25 de Abril Nova Constituição - processo de terciarização e entrada das mulheres da Administração Pública
Mantêm-se a tendência do aumento da feminização do mercado de trabalho
"A diferença salarial entre homens e mulheres aumentou 3,6% em Portugal entre 2008 e 2010, a segunda maior subida nos 27 países da União Europeia, revela a Agência da UE para os Direitos Fundamentais (FRA).

(...) a diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu 1% na União Europeia entre 2008 e 2010, mas as mulheres ainda recebem, em média, menos 16,4% do que os homens.
Em Portugal, essa diferença ronda os 13%, o que coloca o país em oitavo lugar dos mais igualitários, embora a evolução entre 2008 e 2010 seja negativa. "
in, LUSA e PÚBLICO 20/06/2012 - 14:25
Na União Europeia...
... a disparidade salarial entre homens e mulheres situa-se actualmente nos 16%
Em Portugal...
... a diferença salarial ronda os 13%
O estudo sociológico
A MULHER
no mundo do trabalho
As mudanças no casamento
Trabalho realizado por:
Flávia Pereira nº 3
Sandra Figueiredo nº11
Turma 12º D
As tendências de feminização
do trabalho no mundo
Full transcript