Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Manejo Integrado de Pragas (MIP) na cultura do Trigo

No description
by

Ricardo Nunes

on 17 June 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Manejo Integrado de Pragas (MIP) na cultura do Trigo

Manejo Integrado de Pragas (MIP)
na cultura do Trigo

Fonte:http:// www.doisac.com
Introdução
Gênero:
Triticum

Origem : Mar Mediterrâneo

Mais de 30 variedades


Safra 2013/14 = 2.191,3 mil hectares

Produção da ordem de 5.358,5 mil toneladas

Importância
Econômica

Utilização nacional para fabricação de farinha, alimentação animal. Em algumas safras ocorre a exportação do excedente;

Social

Ingrediente essencial para a produção de pães.
Apresenta grandes quantidades de sais minerais, proteínas e vitaminas do complexo B.


Fonte:Conab
Locais de exploração de trigo no Brasil
Pragas Primárias e Secundárias do Trigo
Pragas primárias:

Pulgões ou Afídeos;

Mais comuns:
Rhopalosiphum padi
(Homoptera:
Aphididae
)
conhecido como pulgão-do colmo;

Schizaphis graminum
( Homoptera:
Aphididae
)

conhecido como pulgão-verde-dos-cereais;

Fonte:cnpt.embrapatrigo

Fonte:cnpt.embrapatrigo

Sitobion avenae
( Homoptera:
Aphididae
) pulgão-da-espiga;

Fonte:cnpt.embrapatrigo

Lagartas desfolhadoras,
Pseudalelia sequax
e

P .adultera
conhecidas como lagartas do trigo;
Fonte:cnpt.embrapatrigo

Spodoptera frugiperda
, conhecida como lagarta militar;
Fonte:cnpt.embrapatrigo

Pragas secundárias
Corós (Coleoptera: Scarabaeidae) coró- do -trigo são insetos polífagos de ciclo bianual;

Fonte:agencia.cnptia.embrapa.br

Dano causado:
Fonte:cnpt.embrapatrigo

Amostragem
Corós;

Pulgões;

A amostragem deve ser semanalmante e aleatoriamente, na bordadura e no interior das lavouras, que proporcionem resultado médiorepresentativo da densidade de pulgões.

Fonte:embrapa

Níveis de controle:
Pulgões

O controle deve ser iniciado quando forem
encontrados pulgões em 10% das plantas.

Lagartas desfolhadoras;

Devem ser controladas quando forem encontradas, em média, 10 lagartas-do-trigo (> 2,0 cm) /m .

Corós

Devem ser controladas quando forem encontrados a partir de 5 corós/m.
 

2
2
Controle Biológico
Uso de insetos – inimigos naturais;

Controlam o crescimento populacional de insetos praga;
Podem ser:

Parasitóides;

Predadores;

Patógenos.

Táticas de Controle
As táticas de controle biológico para a cultura do Trigo são:



Uso de Bacillus Thuringiensis – controle de lagartas;

Uso de Parasitóides como: Aphidius ervi, A. rhopalosiphi, A. uzbekistanicus, Ephedrus plagiator, Praon gallium, P. volucre, Aphidius testaceipes

Bacillus Thuringiensis
É uma bactéria, na qual, durante o processo de esporulação, produz um cristal proteico tóxico aos insetos. Os genes cry das bactérias codificam para formação destas proteínas de ação inseticida.


No trato intestinal dos insetos, a toxina resulta na parada de alimentação das larvas de Lepidópteros, paralização do intestino, seguido de morte.

Fonte: The Science creative quartely

Parasitóides
Ambos espécies são parasitoides de pulgão.

Os adultos são pequenas vespas, cuja fêmea põe seus ovos em ninfas de pulgão.

As larvas da vespa consomem o interior do pulgão.

Fonte: Carlos Hotta

Controle Cultural
Deve-se conhecer a biologia do inseto praga para o emprego de práticas culturais;
As mais conhecidas são:

Rotação de culturas;

Aração do solo;

Época de plantio e colheita;

Adubação;

Plantio direto.

Tratos culturais
Fonte: cpt/agricultura orgânica

Fonte: epagri

Fonte: Cnptia/embrapa

Controle Comportamental
Os insetos utilizam odores como forma de localização de:

Presas;

Defesa;

Agressividade;

Corte;

Oviposição;

Acasalamento
Feromônios
Substâncias secretadas pelos insetos, podem ser:

Feromônio sexual;

Feromônio de agregação.

Algumas armadilhas de insetos em produtos armazenados estão disponibilizados no mercado, servem como monitoramento de pragas
Fonte: cnpuv/embrapa

Fonte: cnpuv/embrapa

Fonte: cnpuv/embrapa

Schizaphis graminum
Não possui químicos registrados no MAPA segundo o sistema agrogit.

Classe Toxicológica
Grupo:

Caio fortes campos luiz

Flávio Araújo de Moraes

Júlia Rodrigues Macedo

Ricardo Nunes Nery

Ruane Alice da Silva


Referências
Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).
Disponível em: <http://www.conab.gov.br/index.php>. Acessado em: 29 de mai. 2015.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)
. Agrofit.
Disponível em: <http://agrofit.agricultura.gov.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons>. Acessado em: 29 de mai. 2015.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/camaras_setoriais/Culturas_de_inverno/38RO/App_Mercado_Inverno.pdf>. Acessado em: 29 de mai. 2015.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/vegetal/culturas/trigo>. Acessado em: 29 de mai. 2015.







Resistência de Plantas
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: agrofit.agricultura.gov.br
Fonte: http:// www.cnpt.embrapa.br
Full transcript