Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Final Lixiviação Bacteriana de Minérios

No description
by

Daisy Duarte Dalben

on 13 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Final Lixiviação Bacteriana de Minérios

INSTITUTO POLITÉCNICO - Centro Universitário UNA
Engenharia Química EQ4BM-RJA
Lixiviação Bacteriana de Minérios
Disciplina: Eng. Bioquímica Prof º: Bernadete de Souza

Alunas: Aline Silveira, Daisy Duarte e Priscila Coelho

Belo Horizonte, 08 de Outubro de 2013

Aplicações no Brasil
Definição da Lixiviação Bacteriana
Referências Bibliográficas
Aplicações no Mundo
Vantagens da Lixiviação Bacteriana
1
2
8
9
10
3
12
4


Histórico
Era utilizada na produção de cobre em algumas regiões da Espanha, de acordo com o tratado Naturalis Historia descrito por Plínio (23 a 79 D.C.).
Em Chipre, ao redor do ano 166 D.C., procedia-se a percolação de depósitos de minérios de cobre com soluções aquosas para obtenção do “chalcanthos” (sulfato de cobre).

Existem vários registros do emprego de técnicas de lixiviação bacteriana em pilhas durante a Idade Média na Itália, Alemanha e Hungria.

O primeiro registro conhecido do emprego de lixiviação bacteriana em escala industrial para produção de cobre é o das minas de Rio Tinto, na Espanha.


É aplicada em escala industrial para a recuperação de cobre, urânio e de ouro em vários países, destacando-se os EUA, Canadá, África do Sul, Rússia, Espanha, Chile, México, Bulgária e Austrália.
- O interesse do Brasil pela lixiviação de metais iniciou-se no início dos anos 70 com o isolamento do T. Ferrooxidans em águas de minas;

- Uma série de estudos vem sendo realizados em universidades e institutos de pesquisa como a escola de química da UFRJ, o centro de tecnologia mineral do CNPq, UFMG e dentre outros;
11
A lixiviação bacteriana é um processo novo, que permite extrair metais com maior pureza com baixo requerimento de energia, custos de operação e sem a poluição atmosférica.

Apesar dos benefícios e dos diversos estudos realizados na área, pode-se dizer esta tecnologia ainda não está plenamente consolidada no país.
- Economia de insumos utilizados em um processo hidrometalúrgico convencional (ácidos e agentes oxidante), pois a própria bactéria produz tais insumos a partir de substratos presentes no referido minério.

- Baixo requerimento de energia, se comparado a um processo pirometalúrgico ou hidrometalúrgico (onde utiliza-se agitadores).


- Baixo investimento de capital inicial e baixo custo operacional.

- Reduzida necessidade de mão de obra especializada na operação.

- Menor poluição atmosférica, pois não ocorre emissão de SO2 como no processo pirometalúrgico, diminuindo a ocorrência de chuva ácida.

Processo de Lixiviação Bacteriana
5

Bactéria do Processo:
Thiobacillus ferrooxidans

6

- Espécie não patogênica;

- Apresenta-se como bastonetes (dimensões
médias de 0,5 a 0,8 µm de largura por
0,9 a 1,5µm de comprimento);

- Cresce em temperaturas entre 5 e 40°C
(a temperatura ótima é 30°C);

- Espécie aeróbica e pH ótimo de crescimento é em torno de 2, mas cresce numa faixa de 1,2 a 4.

- Possui generalizada resistência a altas concentrações de metais (Al, Zn, Co, Mn, Cu, e Cr).

Minerais Lixiviáveis
7

- O principal grupo é dos sulfetos, os de maior relevância econômica são sulfetos de cobre e sulfetos de ferro com ouro ocluso na estrutura cristalina;

- Em menor escala vem processo de lixiviação de urânio, silicato e óxidos.


Realiza estudos para obtenção de cobre e níquel no Centro de Desenvolvimento Mineral, em Santa Luzia (MG), no qual possui o primeiro laboratório de biohidrometalurgia da Vale voltado nessa área.
Realiza testes de planta-piloto e de laboratório para o estudo e desenvolvimento dos processos de lixiviação bacteriana.
Conclusão
SCMIDELL, W. LIMA, U. A. AQUARONE, E. BORZANI, W. Biotecnologia industrial: Processos fermentativos e enzimáticos. Volume 3. Editora Edgard Blücher LTDA. São Paulo-SP, 2001.

Disponível em: http://www.sgsgroup.com.br. Acessado em: 01/08/13.

Disponível em: http://www.vale.com. Acessado em: 01/08/13.

É o processo pelo qual bactérias promovem a solubilização de determinados componentes em amostra mineral.
Full transcript