Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Preparação para o Nascimento

No description
by

Ana Oliveira

on 20 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Preparação para o Nascimento

5ª Sessão
- Re-avaliação
- Parto induzido
- 2ª fase do TP - expulsão
- Respiração e "como fazer força"
- Tipos de parto
- Rasgar vs episiotomia
- Papel do pai
- 3ª fase TP - dequitadura
- O bebé ao nascer
- 1ª mamada
6ª Sessão
- Amamentação
- Fisiologia da amamentação
- Etapas evolutivas de leite materno
- Problemas decorrentes da amamentação
8ª Sessão
1ª Sessão
- Apresentação / preenchimento da ficha
- Conteúdos do curso
- Dúvidas / Expectativas

- Pavimento pélvico
- Contrações
- Resolução das algumas queixas
2ª Sessão
- Reavaliação das queixas
- Percentil do bebé
- Dieta da grávida
- Estrias
- Posições para dormir
- Sinais de parto
- Cuidados com a mama
- Cãibras
- Revisão das contrações do períneo
- Relaxamento sentada
Preparação para o Nascimento
Conteúdos
- Queixas: estratégias para resolução
- Posições de dormir
- Nutrição da grávida
- Cuidados com o peito
- Relaxamento
- Enxoval
- Rotinas da maternidade
- Analgesia e anestesia
- Parto: sinais, fases do TP, posições de alívio no TP
- O bebé ao nascer: reacções, competências
- Amamentação
- Cuidados com o recém-nascido
- Cuidados com a mãe
- Criopreservação ?
Percentil do bebé
É a média das diferentes medidas conseguidas na ecografia
- comprimento
- perímetro cefálico
- perímetro abdominal
- estimativa do peso
- ...

Todos os percentis são normais; é mais relevante avaliar a evolução deste.
- Re-avaliação
- Cuidados com a mãe depois do parto
- Depressão pós-parto
- Uso de cinta no pós-parto?
- Revisão das respirações
- Relaxamento
Ft. Ana Oliveira
Pavimento pélvico
O que é uma contração?
São músculos pequenos mas de grande importância!
Gravidez: pressão

Parto: estiramento
Exercícios de fortalecimento do PP
Queixas frequentes:
- Edema / cansaço M.I.s
- Dormência nas mãos
- Dores nas costas
- Dores na anca
- Insónia
- Enjoos
- Azia
- Alternar posturas ao longo dia
- Usar meias elásticas
- Se já acorda com as pernas inchadas, deve vestir as meias de contenção ainda na cama antes de levantar
- Quando está sentada, elevar um pouco as pernas
- Duche com chuveiro com água fria, no sentido ascendente a partir do tornozelo.
- Nadar um pouco ajuda no alívio da sensação de peso na barriga e nas pernas
- Andar na praia junto das ondas do mar.

O uso simultâneo de meias elásticas e cinta de causar desconforto.
Relacionado com retenção de líquidos e aumento do volume sanguíneo.

- Não dormir com mão debaixo da cabeça
- Durante o dia não mexer alternadamente em água quente e fria
- Fazer "massagem" com chuveiro com água fria no pulso
- Muitas horas ao computador pode resultar em agravamento das queixas
- Pulseiras e relógios apertados também agravam
- Exercícios de manhã:
- Abrir e fechar as mãos
- Espreguiçar
- Alongamentos
- Não estar muitas horas sentada
- Alterar posição para aliviar as costas
- Rolo para apoio lombar quando sentada
- Cadeira com altura adequada (pés e lombar apoiados)
- Sentar à cowboy (com almofada junto à barriga)
- Básculas sentada e em pé
- Alongar / auto-mobilizar coluna
Deitar em decúbito semi-dorsal
- 1 almofada a dar apoio nas costas
- 1 almofada na zona do grande trocanter
- 1 almofada entre os joelhos
- Beber algo morno
- Banho morno para relaxar antes de deitar
- Não ver filmes "pesados"
- Se necessário, levantar dar um pequena volta / descansar um pouco.
- Comer na cama e aguardar um pouco antes de levantar
- Levantar devagar
- Bolachas de gengibre
- Fazer pequenas refeições
- Ter atenção ao consumo de gorduras e fritos
- Dar uma pequena volta depois das refeições (mesmo no local de trabalho)
- À noite fazer uma caminhada maior
- Comer amêndoa ajuda no alívio desta sensação
Cinta: sim ou não?
- Os abdominais são a nossa cinta natural
- A cinta dá suporte à barriga de forma a aliviar a solicitação excessiva da lombar
- Deve ser usada quando há queixas (dor / desconforto)
- Durante o dia deve fazer a activação dos abdominais
- Outras estratégias
Até a próxima semana!
3ª Sessão
- Reavaliação das queixas
Azia: - água fria (gelada)
- água das pedras morna
- ajudar à distensão do piloro
- Sinais de alerta
- Massagem das costas
- 1ª fase do trabalho de parto
- Respiração pausada
- O que levar para a maternidade
- Relaxamento
4ª Sessão
- Reavaliação
- Formas de analgesia e anestesia- epidural
- Respiração "dilatação modificada"
- Respiração "não fazer força"
- Posições de alívio durante o TP
7ª Sessão
- Re-avaliação
- Capacidades do recém-nascido
- Cuidados com o bebé

9ª Sessão
Revisão:
- Sinais de parto
- Respirações
- Posições de alívio
- Massagem
- Relaxamento

- O útero é um músculo
- Vão permitir a dilatação do colo do útero

- Ter contrações não significa que haja dilatação

- Contrações de Braxton Hicks são normais

- Contração com dor - trabalho de parto
(tipo cólica)
Abrandar o ritmo
Descansar
Beber água
Consultar médico
Dieta da grávida
Estrias
Quando surgem parecem raios rosados ou avermelhados

Prevenção:
- Manter a pele bem hidratada
- Beber muita água
- Hidratar o corpo de manhã e à noite (muito importante barriga, peito, nádegas)
- Deve ser usado um creme muito hidratante (ex. Nivea)
Posições para dormir
3º trimestre: atenção ao decúbito dorsal (max. 15 - 20 minutos)
Sinais de parto
- Rutura da bolsa
- Contrações
- Perda do rolhão mucoso
Rolhão Mucoso
- Situa-se no colo do útero, tem aspeto gelatinoso e protege o bebé das infeções
- Pode ser transparente, acastanhado ou com raios de sangue
- Mais abundante que o corrimento e com aspeto mais gelatinoso
- Quando acontece deverá aguardar o surgimento de outros sinais de parto (no dia seguinte ou nessa semana)
Rutura da bolsa
- O líquido amniótico não tem cor nem cheiro
- Em caso de dúvida, lavar e colocar uma cueca nova e observar as características do líquido
- A rutura total tem um som semelhante a "estalar" e sai a maioria do líquido (cerca de 1L a 1,5L)
- Em caso de rutura da bolsa há um intervalo de 1 a 2 horas (se o líquido não tiver cor nem cheiro): devem tomar um duche e não andar de um lado para o outro nem fazer esforços.
- Rutura total: tomar um duche e repousar em dec. lateral ou posição de Alá.
- Intervalo entre rutura da bolsa e o início de contrações é muito variável entre mulheres.
- Se o líquido tiver cor ou cheiro, deve ir logo para o hospital (pode ser sinal de mecónio e a mulher tem de ser monitorizada)
Contrações
- Vão permitir a dilatação do colo do útero
- As primeiras contrações duram cerca de 30-40 seg e vão durando mais e com intervalos menores
- 10 em 10 min está a entrar em TP
- Ritmadas de 5 em 5 min está em franco TP

- O fato de ter contrações não significa que haja dilatação
Placenta prévia: quando surge um sinal de parto, a mulher deverá ir logo para o hospital
Cuidados com a mama
Alterações da mama:
- Auréola mais escura e com "borbulhinhas" (hidratam e servem para depois o bebé reconhecer o odor)
- Podem haver alguns pêlos (não tirar e não interferem com amamentação)
- Pode haver colostro: não tentar tirar
- Mamilos pequenos: usar modelador ou manualmente (cuidado com as contrações)

- Soutien de amamentação: sem aro, sem costuras, bom suporte, alsa larga e deve ser um pouco maior que o habitual (truque: colocar mão dentro da copa e ver se tem folga)
Relaxamento - Laura Mitchel
Até para a próxima semana
Cãibras
- Alongamentos antes de ir para a cama e ao longo do dia
- Comer banana, frutos secos, maçã reineta
- Caso não passe: suplemento de magnésio
- Leve os
ombros
na direção dos pés. Pare quando se sentir confortável. Registe a nova posição. Os seus ombros estão mais distantes das orelhas, o pescoço ficou mais comprido
- Afaste os
cotovelos
do corpo, deslizando sobre o apoio. Agora abra ligeiramente o ângulo dos cotovelos fazendo deslizar o antebraço sobre o apoio.
Quando se sentir confortável pare e sinta os seus braços mais afastados do corpo do que estavam antes.
- Mantenha os pulsos apoiados e estique o mais possivel os seus
dedos
; afaste os dedos uns dos outros. Pare, os dedos estão compridos; sinta os seus dedos apoiados no suporte
- Rode os
joelhos
para fora. Pare e registe a nova posição
- Mova os seus
joelhos
até se sentir confortável. Pare e registe a nova posição
- Lentamente, traga os
pés
para cima na direção da cara. Pare e senta o resultado, os pés estão pesados sobre o chão.
-
Inspire e expire
pelo nariz; as suas costelas afastam-se para os lados quando inspira. Sinta o movimento das costelas.
- Empurre o seu
corpo
de encontro ao suporte. Pare e sinta o suporte a receber o peso do seu corpo.
- Empurre a
cabeça
de encontro ao suporte. Pare quando a sentir completamente suportada. Aprecie o conforto da posição.
- Leve o seu
queixo
para baixo; mantenha os lábios fechados mas não apertados. Separe os dentes de cima dos de baixo e suavemente traga o queixo para baixo. Pare, sinta os seus lábios e a pele das bochechas solta para os lados. A língua está presa no céu-da-boca? Suavemente solte a língua e deixe-a flutuar no meio da boca sem tocar em sítio nenhum.
- Aprecie a escuridão de estar com os
olhos
fechados.
- Pense na área acima das sobrancelhas, não as levante e pense na sua
testa
lisa e desenrugada das sobrancelhas em direção à raiz dos cabelos e da raiz dos cabelos até à nuca.
- Pense em algo agradável, um passeio à beira-mar ou pelo campo.
- Aproveite estes momentos para apreciar a sensação de conforto, bem-estar e de relaxamento total
- A pouco e pouco vai começar a movimentar todas as partes do corpo, as mãos, os braços, as pernas e os pés, Vai-se espreguiçar e aos poucos vai-se levantando.
Lacticínios
- Leite: grávida EP/O preferir magro; grávida NP meio-gordo
- Consumo de queijo/ requeijão moderado (30g/dia na gravidez) preferindo a variante com menor teor de gordura e pasteurizados.

Evitar:
- Leite e iogurtes gordos
- Queijos não-pasteurizados de pasta mole e curados por ação de bolores
- Adição de açúcar, chocolate, café, chá preto
- Adoçantes em exagero
Carne, peixe e ovos
- Retirar peles e gorduras visíveis antes de cozinhar
- Preferir grelhados, cozidos, assados no forno com pouca gordura
- Alternar entre carne e peixe, dando preferência ao peixe
- Não ingerir mais do que 2-3 ovos / semana
- Preferir carnes magras (frango/galinha, peru, caça e porco sem gorduras visíveis) às carnes gordas (pato, borrego, cabrito, vaca)

Evitar:
- Carnes mal passadas; peixes, marisco e ovos crus
- Patés de fígado, enchidos e fumados
- Alimentos ou pratos cozinhados com ovos crus
Gorduras
- O azeite deverá ser a gordura de eleição - consumo moderado
- Na confeção de alimentos preferir o azeite e o óleo de amendoim em vez de manteiga ou margarina

Evitar:
- Maionese, molhos com natas, caldos concentrados (knorr)
- Folhados, empadas, rissóis, panados
- Aperitivos, salgadinhos, batatas fritas de pacote
Pão e equivalentes
(arroz, massa, feijão, ervilhas, favas, lentilhas, grão, soja)
- As leguminosas secas devem ser bem demolhadas (+ou- 1 dia) e bem cozidas. Usar em sopas ou purés (em vez da varinha mágica use o passe-vite para haver rejeição das peles) ou como acompanhamento.

Evitar:
- Cereais e derivados muito peneirados e refinados
- Produtos de pastelaria e confeitaria
Horto-frutículas
- Frutas, legumes e hortaliças devem ser consumidas todos os dias, devendo sempre proceder à sua lavagem.
- Ingerir 3-4 peças de fruta por dia, de preferência crua, com casca bem lavada
Planificação das refeições
- Em nº suficiente (>5 / dia) e de acordo com o estilo de vida de cada um
- Ingeridas calmamente, mastigando muito bem os alimentos
- A horas certas, com intervalos de 3 em 3,5 horas
- Pouco volumosas e de fácil digestão
- Métodos de confeção que utilizem pouca gordura e sal
- Use produtos naturais e alimentos em bom estado de conservação
Cuidados durante a gravidez
- Vigiar peso e tensão arterial
- Se é fumadora, deve ir reduzindo até à cessação tabágica
- Eliminar o consumo de bebidas alcoólicas
- Reduzir a ingestão de café, chá preto e bebidas estimulantes
- Aumentar a ingestão de água, sumos naturais
- Ingira líquidos entre as refeições

Algumas dicas:
- Beber bebidas quentes ajuda a controlar o apetite
- Beber muita água ao longo do dia
- Dividir o pão em 6 pedaços e ir comendo devagar
- Fazer uma ceia ligeira antes de ir para a cama (iogurte, bolachas, copo de leite, ...)
Edema / Cansaço M.I.s
Dormência nas mãos
Dores nas costas
Dores na anca
Insónia
Enjoos
Azia
Sinais de alerta
Massagem das costas
1ª Fase do trabalho de parto
Respiração pausada
Até para a semana!
Formas de analgesia - Epidural
Respiração
Posições de alívio durante o TP
Até a próxima sessão!
-Final do dia percebe que o bebé não mexeu
- deve comer, descansar e dar uns "toques" na barriga; após 2h bebé não se percebe atividade do bebé: contatar médico
(Por voltas das 32s é normal o bebé mexer muito; 35-36s já mexe menos)

- Dores de barriga intensas (geralmente associadas a dores de cabeça e perda de visão) sem nenhum contexto de nível intestinal associado: consultar o médico (pré-eclampsia)

- Dor de cabeça repentina e muito brusca, pode estar associada a perda de visão e se estiver associada a TA superior a 9/13: consultar médico (pré-eclampsia)
- mov. circulares com 1 mão sobre o sacro
- mov. circulares sobre as SI
- "folhas da palmeira"
- deslizamento mais amplo até à zona torácica
- Compressões (mãos paralelas) desde a região sagrada até torácica
- Ao longo da fascia lata com mãos fechadas
- Pode ser usada mesmo no TP
- Apoiada sobre a bola
- Sentada à "cowboy"
1 º bebé até se completar a dilatação: média 10-12h

Enquanto espera que a dilatação se complete:
- Pai pode fazer a massagem
- Estímulos postivos ("já passou, é menos 1 que falta")
- Manter a mãe o melhor oxigenada possível (para ajudar o bebé a ter O2)


- Respirar fundo quando vem a contração e quando termina; expirar o mais lentamente possível.
- O tecido em contacto com a pele do bebé deve ser 100% algodão
- Roupa de enfiar pela cabeça é difícil de vestir
- É preferível roupa que abra em cima ou em baixo e aperte ao lado com molas
- Não se conhecem efeitos sobre o bebé
- Moderar as expectativas (disponibilidade do serviço)
- Cesariana com epidural: não sente dor mas sente mexer!
- Excecionalmente pode não fazer efeito

Contra-indicações:
- Alterações da coagulação
- Trombocitopenia
- Infecção sistémica
- Infecção no local da punção
- Lesão na pele no local da picada
- 38,5ºC já não administram

Efeitos secundários possíveis:
- Pernas dormentes (mas depois passa)
- Cefaleia também é frequente
- No levante a dor de cabeça aumenta (melhora em DD)
- Demora 6-7 dias a passar: deve respousar e beber muita água
- Lombalgia (muitas mulheres referem mesmo sem epidural)
- 2-3 dias seguintes: gelo e Hirudoide

Posicionamento: sentada ou decúbito lateral
- As posições de pé só podem ser assumidas enquanto não rebentarem as águas (depois, por ex. decúbito lateral)

Na posição com pé em cima da cadeira, deve escolher a perna que lhe for mais confortável. Pode fazer balanços lentos e o pai pode fazer deslizamento desde o períneo ao longo da coxa para ajudar no alívio da sensação de pressão.

As posições de gatas são especialmente indicadas para mulheres que sentem dores mais marcadas a nível lombar.

Prolapso do cordão (quando a bolsa rompe, o cordão passa à frente da cabeça do bebé): posições de pé vão aumentar a pressão - alívio consegue-se com posturas de gatas e de Alá.
Uma grávida em TP pode comer?
- Contrações 10-10 min: por ex jantar uma refeição leve
- Rutura da bolsa: chá ou 1 bolacha
- Contrações 5-5 min: não é recomendável pois pode vomitar com as contrações
Enxoval
Lista para a maternidade - bebé
- Roupa interior (camisola e calças)
- Fatos exterior (babygrow por ex)
- Botinhas de lã ou meias
- 4 Fraldas de pano
- Fraldas descartáveis
- Toalha de banho
- Mantinha / coberta
- "Ovo" para transportar na saída da maternidade

Verificar lista indicada pelo local onde planeia que irá decorrer o parto.
Em alguns locais a mala da mãe não entra no momento da admissão.
Para a mãe é necessário levar...
- Camisas de dormir com abertura à frente
- Roupão fresco
- Soutien de amamentação
- Cuecas descartáveis
- Chinelos de quarto
- Chinelos de borracha
- Artigos de higiene pessoal (pasta de dentes, escova de dentes e de cabelo,..., pensos higiénicos sem abas para fluxo abundante)
- Muda de roupa para quando sair da maternidade (roupa de grávida de 5meses)
Material a ter em casa para o bebé
- Compressas esterilizadas
- Algodão
- Soro fisiológico (doses individuais)
- Toalhetes sem álcool
- Shampoo / Sabonete
- Termómetro para ver a temperatura da água
- Creme para o corpo
- Creme protetor para a muda da fralda
- Óleo de amêndoas doces
- Tesoura / corta-unhas
- Termómetro
- Benuron lactente
- Biberão
- Chucha
- Pente
- Fraldas
- Fraldário (local para mudar as fraldas)
- Berço
Corresponde ao apagamento e dilatação do colo
Inicio: instalação de contrações uterinas regulares
Fim: Dilatação completa do colo
Inicio: dilatação completa do colo
Fim: após a expulsão do feto
1º tipo (relembrar)
- respira fundo quando vem a contração
- durante a contração expira mais lentamente
- quando passa volta a respirar fundo

2ª tipo: quando não se pode fazer força
"soprar a vela mágica" de preferência com cabeça em extensão (contração persiste por mais tempo e esta modificação ocorre espontaneamente - no topo a tendência é encutar os tempos ins e exp)
- dilatação não está completa mas o bebé já faz bastante pressão
- cordão está deslocado
- tem que ocorrer algum procedimento médico
- bebé com circular
Nota: não elimina a vontade de fazer força mas alivia

Sugestão: aproveite as contrações de Braxton-Hicks para ir treinando a respiração calma
O que o pai pode levar quando acompanha à maternidade:
- Roupa leve
- Algo para comer e água
- Baton hidratante
- Spray água termal
- Mala para internamento (depende)
Parto Induzido
2ª fase do TP: expulsão
Respiração e como fazer força
Tipos de parto
Rasgar vs Episiotomia
O papel do pai
O bebé ao nascer
A 1ª mamada
Até a próxima sessão!
Indução do TP consiste em intencionalmente desencadear a maturação cervical e a contratibilidade uterina antes do inicio espontâneo do TP.

- É administrada oxitocina no soro ou com comprimidos vaginais (véspera)

- A partir das 41 semanas
- Bebé muito grande perto das 40 semanas
- Alterações ou complicações maternas ou fetais
- Preferência da mãe ou obstetra
- Rutura da bolsa e ausência de contrações 3-4horas depois, considera-se a indução.

Até a próxima sessão!
Inicio: após a expulsão do feto
Fim: após a expulsão da placenta
(são + 2 ou 3 contracções)
3ª fase: Dequitadura
- Última etapa: sutura e só depois vai para recobro.
1º tipo: expiração mais lenta
2º tipo: soprar vela (sem apagar)
3º tipo: para fazer força
- Tem que se fazer descer o diafragma para ajudar o bebé a sair
- Inspirar o max de ar que se consegue e fazer uma expiração ao max durante a contração
- Respiração diafragmática invertida (barriga cresce)
- Deve juntar-se flexão da cabeça para potenciar a força
Nota: não é um respiração para treinar todos os dias
Parto vaginal
Parto vaginal assistido
Cesariana
- Foreceps / ventosa
- Servem para orientar a cabeça do bebé
- Abreviam o T.P. em determinadas situações
- Indicações maternas:
- Dça pulmonar, cardíaca. etc
- Exaustão
- 2º estadio prolongado
- Pré-requisitos:
- Encravamento da cabeça fetal na pélvis
- Apresentação cefálica de vértice
- Diagnóstico seguro da apresentação
- Dilatação completa
- Rutura das membranas
- Não haver desproporção entre as dimensões da cabeça fetal e a pélvis materna

* Alteração da forma da cabeça do bebé
* Marcas vermelhas
4 causas principais:
- cesariana anterior
- distócia mecânica / dinâmica
- suspeita de sofrimento fetal
- apresentação pélvica
Razões: - indicativas (emergentes / profiláticas)
- electivas (programadas)
Cesariana profilática:
- Macrossomia fetal
- Herpes genital materno
- Anomalia fetal
- Mãe hipertensa, E.M., outra condição clínica
* Urgência: anestesia geral (epidural?)
* Programada: epidural
* Anestesia geral: mãe acorda + tarde, 1º contacto
* Maior tempo de recuperação
Episiotomia: incisão cirurgica a nível do períneo
- Acelera a 2ª fase do parto
- Recomendada em:
- Sofrimento fetal
- Parto instrumental ou complicado (apresentação pélvica, macrossomia, distocia de ombros)
- Maioria das mulheres são submetidas, por rotina (consentimento?)
- Desvantagens (exs):
- sutura
- tempo de cicatrização
- dor perineal
- maior frequencia de dispareunia
- diminuição da resistência do P. pélvico

- Questionar se realmente quer assistir
- Muito importante para acompanhar no parto e relembrar postura, respiração, etc
- Ajudar a mãe: estar à cabeceira
- Caso se sinta indisposta deve pedir para sair
- Na altura de fazer força, assistir a assumir uma postura + sentada (braço debaixo dos ombros) e é nesta altura que faz a expiração
Aspecto
- Arroxeado
- Com sangue
- Olhos inchados e semi-cerrados
- Alteração no formato da cabeça
- Tem vérnix sobre o corpo
- Pode apresentar penugem (testa, orelhas, costas) que depois cai
Score: 0-10; avaliado no 1º, 5º e 10º minutos de vida
Traduz a "vitalidade" do bebé
Itens: FC, Resp, cor da pele, tónus musc, reflexos
Capacidades
- Vê: visão desfocada de rostos humanos
- Ouve: principalmente vozes humanas
- Sente: grande sensibilidade ao tacto; é dos sistemas + desenvolvidos dos bebés. Muito importante não privar de contacto táctil.
Indice de Apgar
- Colostro
- Pode ser dada logo que nasce, se a mãe estiver acordada
- Anestesia geral: primeiras 12h não pode amamentar
- Quanto + rápido o bebé for posto ao peito, + rápido se inicia a produção de leite
Principais problemas decorrentes
da amamentação
Gretas no mamilo
Causa: má pega
Provoca: dor no mamilo quando o bebé mama, pode sangrar

Estratégias:
- Verificar a pega
- Alternar posições de amamentação
- Quando tira o mamilo, colocar o 5º dedo e não puxar
- Cuidados com o mamilo (Colocar leite após a mamada, deixar ao ar, não deixar o bebé chuchar)
- Se os mamilos estiverem muito sensíveis pode usar-se uma concha protectora
- usar mamilos de silicone (último recurso e pouco tempo)

Dicas:
- mamilos de silicone (NUK) podem ser usados nestes casos
- pode aplicar Bepanthene, Purelan (medela), Lansinoh
- Gretalvite: lavar antes de amamentar
- Os discos da Lansinoh são especialmente indicados quando o mamilo está muito sensível (não colam)
Mastite
Causa: pode surgir se não se tratar um engurgitamento, ducto obstruído ou gretas

Sinais: peito duro, inchado, dorido, quente, vermelho, febre alta e arrepios

Solução:
- Esvaziar o peito (bebé ou bomba)
- banho quente de imersão
- masagem
- dar de mamar frequentemente
Engurgitamento
Por volta do 2º-3º dia
Causa: engurgitamento vascular com edema pelo aumento de circulação sanguínea e produção de leite
Provoca: dor e um ligeiro aumento de temperatura (37,5ºC)

Estratégias:
- Compressas/ fralda mornas 10 min ou chuveiro
- Depois fazer massagem
- deslizamento (de fora para o centro)
- círculos pequenos à volta de toda a mama
- massajar o mamilo
- Retirar manualmente leite
- No final e entre mamadas colocar compressas frias
Local e posturas
- Momento da amamentação deve ser calmo
- Evitar telefone / tlm próximos
- Promover a maior tranquilidade possível
- Oportunidade de ligação para mãe e bebé

- Deixar que o bebé cheire e procure
- Verificar a pega
- Se o peito estiver muito duro e o bebé não conseguir pegar bem, retirar primeiro um pouco de leite
- Sentar-se (bom apoio das costas e lombar) ou deitar confortavelmente sem tensões musculares
O início...
1ª semana:
- deve amamentar-se sempre que o bebé quiser, é a fase de adaptação
- é normal pedir de 1h/ 1h30 ou 2h mas mama pequenas quantidades
- Mamadas frequentes mas curtinhas nesta fase cobrem as necessidades dos bebés
- Recém-nascido: mama 8-12x/dia durante 15-20 min
Fase inicial
- Dia: não estar mais que 3h30 a 4h sem mamar
- Noite: deve ser acordado ao fim de 5h max.

A partir dos 3M já não há necessidade deste procedimento, pode dormir 6-7h seguidas desde que esteja a aumentar bem de peso.
Então: dar de mamar sempre que quiser e o tempo que quiser (imp. perceber se está a mamar ou chuchar)

Terminou a mamada e adormeceu: tirar a boca (usar 5º dedo) e estimular o reflexo de preensão (mão ou pé) e ver se quer pegar novamente
Depois de terminar a mamada...
- Colocar o bebé para arrotar
- Mais de 2-3 min sem arrotar, trocar a posição
- Sentado é a posição mais rápida
- Bebés que bolsam com frequência convém parar a mamada a meio para arrotar e voltar a fazer no final; não devem arrotar sentados nem deitados


- Depois de arrotar oferecer novamente a mesma mama
Se não quer: fecha a boca e empurra o mamilo. Neste caso oferecer a outra mama

A mamada seguinte começa sempre pela mama onde terminou a mamada anterior.
Boa pega
- Grande parte das complicações estão relacionadas com má pega
- O lábio superior tem que passar pela aréola assim como o inferior (fica dobrado para fora)
- Covinhas nas bochechas: sinal de sucção errada
- Má pega resulta em bolsar, muitos gases e aumento de peso mais lento.
Como oferecer a mama ao bebé
- Segurar a mama em "concha" deixando o polegar livre
- Dirigir o mamilo ao nariz (vai obrigar à extensão da cabeça e leva ao melhor posicionamento do lábio inferior e facilitar o engolir do leite)
Fisiologia da amamentação
- 600 calorias por dia é quanto o corpo da mulher dispende para produzir leite
- É necessário estímulo (sucção) para ocorrer produção e ejecção de leite
- Quando a mamada termina começa a produção de leite para repor a quantidade que saiu, ficando armazenado para a mamada seguinte
- O leite materno contém todas as vitaminas que o bebé precisa nos primeiros 6M de vida à excepção da vit D (luz solar, 1h - 2x/semana)
O leite materno
- Contém factores de crescimento e maturação e enzimas que facilitam a digestão
- Possui componentes imunoprotectores e uma composição única de substâncias bioactivas
- Possui dinamisno:
- Variação diurna da sua composição
- Variação da gordura ao longo do dia e durante a mamada

* À noite há mais gordura no leite (induz o relaxamento do bebé)
* No fim da mamada também há mais gordura (mamada completa - sensação de saciedade)

- É + fácil e + rapidamente digerido (requer espaços menores do que leite artificial)
Vantagens para a mãe
- Facilita uma rápida involução do útero
- Retorno mais rápido ao peso habitual
- Protecção contra uma nova gravidez
(96% dos casos se: amamentar 7-8x / dia e nunca com intervalos superiores a 5-6h nos primeiros 4M)
- Diminuição do risco de cancro da mama
- Redução da depressão pós-parto
- Menor esforço na preparação de alimentos
- Menor despesa
- Maior ligação mãe-filho
Etapas evolutivas do leite materno
Colostro
- do 1º ao 5º dia após o parto
- mt concentrado em proteínas e células imunitárias; pobre em lactose e lípidos
- ajuda a limpar o mecónio do tracto intestinal do bebé

Leite de transição
- Depois do 5º dia
- Leite mais abundante que o colostro

Leite maduro
- por volta do 15º dia de aleitamento
- sofre uma evolução progressiva ao longo do tempo
Avaliação da ingestão de leite
Micção
- Molha 6 ou+ fraldas em 24h e a cor da urina é pálida
- Primeiros 2-3 dias o bebé urina pouco (2-3x /dia)

Dejecções
- primeiras 3-4 semanas evacua 3-4x/dia ou após cada mamada
- mais tarde pode fazer só 1 x/dia ou com maior intervalo
- Consistência das fezes: muito moles e de cor amarelada (pode vir raiado de sangue quando há gretas)

Peso
- Normal uma perda ponderal de 10-12% nos primeiros dias

Métodos inúteis:
- Pesagem dupla
- Biberão de prova
- Extracção de leite
Ductos obstruídos
Causa:
- obstrução dos ductos
- pressão anormal (soutien)
- bebé pode não ter puxado com força suficiente

Estratégias:
- Estimular o reflexo de sucção (pode ajudar alterna a posição de amamentação)
- Massajar com firmeza mas suavemente em direcção ao mamilo até a zona estar macia
Candidiase
Causa: pode ser um fungo (candida albicans), o bebé pode ter sido infectado à nascença e ter-se alojado na boca - pode provocar "sapinhos" ao bebé

Provoca: dor ao dar de mamar mesmo não havendo gretas e que permanece depois de terminar a mamada

Solução:
- Secar cuidadosamente o peito e aplicar uma fina camada de pomada anti-fungica
- Limpar com um material absorvente sem esfregar antes de dar novamente peito
Capacidades do bebé ao nascer
- Visão (curta, distorcida, cores fortes)
- Sensação táctil
- Audição (ouve e reconhece a voz dos pais)
- Cheiro
- Reptar (consegue rastejar até à mama)
Banho
- Atenção à altura da banheira
- Usar produtos com pH neutro e hipoalergénicos
- 1º banho depende do hospital
- logo no final do 1º dia
- esperam que o vérnix seja absorvido
- O cordão umbilical pode ser molhado
- Nos 1º banhos é normal o bebé chorar muito
- 1º colocar a água fria (tempera com a água quente)
- Ambiente: +ou- 22ºC
- Quantidade de água: 2-3 dedos
- Temperatura da água: 36,5º-37ºC
- É um banho rápido
- Quantas vezes: dia sim, dia não
- A mãe deve ter ajuda

Cólicas
Podem surgir na 1ª-2ª semana e desaparecem por volta do 3º-4º mês


Causa: imaturidade do sistema digestivo e nervoso
nem todos os bebés têm
geralmente o leite artificial provoca +

Estratégias:
- Massagem "pás do moinho" antes da mamada e associar flexão dos MIs e relaxar / mov circulares
- Posição de alívio
-"Sentado" ao colo
Limpar os olhos
- de cima para baixo e de fora para dentro
- com água ou soro fisiológico
- Se usar discos desmaquilhantes: colocar 1º em água a ferver e deixar arrefecer (para evitar que larguem pêlos)
- os bebés só começam a produzir lágrimas depois das 3-4 semanas
- usar compressas diferentes ou dobrar entre cada passagem
Limpeza do nariz
- não usar cotonete (empurra o muco mais para cima)
- sentado, "apertar" as narinas com os dedos e empurrar o muco para baixo
- também se pode usar umas gotas de soro fisiológico (colocar na narina e depois sentar o bebé)
- Narinel (quando há maior quantidade de muco mas não usar por rotina)
Limpeza da boca
- se houver restos de leite pode limpar-se com uma compressa e água fervida ou soro fisiológico
Banho (sequência)
- Barriga e pernas
- Costas
- Cabeça
- Genitais
- Também se pode começar pela cabeça, aqui é preciso secar logo pois provoca arrefecimento rápido

- Retira-se envolve-se na toalha
- Limpar bem todas as pregas
- Secar bem a zona do cordão
- Colocar creme hidratante

- Antes ou depois da mamada? não há choque térmico; cuidado com bebés que bolsam muito

- Manhã ou noite? perceber reação do bebé
Limpeza do ouvido
- Limpar só o pavilhão auricular e por trás da orelha.
- Não de deve limpar dentro do ouvido
Mecónio
- Muito escuro (verde escuro)
- Pegajoso mas não tem cheiro
- Fazer várias vezes e muita quantidade é bom (elimina bilirrubina)
Limpeza do rabinho
- Compressas com água fervida ou soro
- Quanto mais tarde se introduzir toalhitas melhor
- Meninas: limpar da zona vaginal para anal
- As meninas podem ter a "1ª mentruação" - relacionado com a passagem das hormonas da mãe para o bebé

- Tanto meninas como meninos podem ter uma pequena quantidade de leite que sai da mama - restos hormonais - não se deve fazer nada.
Colocar a fralda
- Ter em atenção o couto umbilical
- Há fraldas com recortes ou rede perfurada
- Atenção aos meninos!
Couto umbilical
- Secar cuidadosamente a região
- Álcool a 70º (desuso)
- Não se usam faixas umbilicais
Dormir
- Actualmente recomenda-se de barriga para cima
- Não colocar almofadas dentro da cama do bebé
- Edredon não é muito aconselhado
- O quarto não deve estar muito aquecido

Sugestão: alterar o sentido em que se deita o bebé / deitar um dia do lado da mãe e outro do lado do pai - obriga a virar a cabeça para ambos os lados
É importante que o bebé comece a adquirir rotinas
Temperatura corporal do bebé
- Nuca e peito
- Extremidades estão sempre muito frias
Quando pode o bebé sair de casa?
- Entre o 3º e 7º dia fazem o teste do pezinho
- se estiver tempo agradável não há problema em sair
Icterícia fisiológica
- Surge ao 2º dia
- Geralmente é feita fototerapia
- A amamentação também ajuda (leite materno é laxante e ajuda a eliminar o excesso de bilirrubina)
Crosta láctea
- "Escamação" que surge na testa ou mesmo no couro cabeludo
- Não se deve arrancar
- Aplicar leite materno ou óleo de amêndoas doces e depois dar o banho e passar o pente
Até a próxima sessão!
Conservação / preparação do leite materno
No frigorífico: 4ºC (até 72h)
No congelador: -20ºC (para ficar meses: 3-6 /12?)

Descongela dentro do frigorífico ou em banho-maria (lume desligado)
Temp da água em banho-maria: 40ºC

Uma vez descongelado, pode ser conservado no frigorifico (max 10 / 24h)
Não descongelar nem aquecer no microondas
Podem surgir sentimentos ambivalentes
- A mãe quer estar feliz mas não consegue
- É comum o amor ir crescendo
- Muito frequente em mães cansadas (ex. privação de sono)
Syntocinon
Spray nasal à base de oxitocina
- Faz com que o músculo à volta da glândula mamária se contraia (responsável pela ejeção do leite)
- Aplicado 7 a 10 min antes da mamada para facilitar a saída do leite
- Pode experimentar quando não consegue amamentar mesmo depois de tentar o calor, massagem, etc
- É um recurso a experimentar antes da bomba
Cuidados após parto vaginal
- Zona do períneo fica dorida; pode aplicar gelo (imp nas primeiras 48h)
- Descansar (andar em pé vai aumentar o peso que o períneo tem que suportar), ex. estar recostada
- Assim que sentir o períneo (5-6 dias pp) iniciar as contrações - ajudar a aliviar o inchaço e cicatrizar
- Almofadas tipo "boia"não devem ser opção; dores muito fortes- almofada muito mole ou deitada
- No início o gelo pode ser desconfortável: opção ervilhas congeladas. Pode colocar-se não só a nível do períneo como também do anûs (edemaciado / hemerroidal)
- Usar uma compressa para dar suporte ao períneo enquanto defeca (se nec tomar microlax)
- Se existir hemerroidal ingerir alimentos que promovam amolecimento das fezes; tomar laxante (microlax); depois de evacuar lavar com água fria (com gelo).
Episiotomia
- Não se usa nada: lavar só com produto com pH neutro
- Não se deve usar betadine, desinfectante ou qualquer outro produto de higiene íntima
- Deve-se lavar bem e mudar de penso regularmente
(algumas mulheres consideram boa alternativa as TENA)
- Os pontos caem sozinhos (à excepção de 1 ou 2 que estejam a incomodar)
- O secador frio não tem qualquer utilidade: Mito!
Hemorragia
- Mais abundante que a mentruação

- Pode levar até 4 / 6 semanas a desaparecer
- Vermelho vivo-castanho-amarelo-desaparece

- Deitar de barriga para baixo logo a seguir ao parto ajuda a libertar coágulos e na hemorragia (almofada debaixo do abdomen e outra debaixo dos ombros)

- Pode ser necessário tomar ferro: a gravidez já induz alguma anemia, perda de sangue no parto, hemorragia.
Cesariana
- Fora de questão deitar de barriga para baixo
- Os pontos são retirados após 8-10dias
- Alguns locais usam cola em vez dos pontos
- Com pontos, colocam penso que permite tomar banho
- Evitar comer alimentos que potenciem a produção de gases
- Ao evacuar dar suporte à zona da cicatriz
Cinta no pós-parto
- A principal razão que leva as mulheres a usar cinta é estética
- "Empurra" os órgãos contra um períneo já distendido
- O importante é começar a fortalecer:
- Períneo (3M - 75% e recuperar 100% - 5-6M)
- Abdominais (5-6S pp e após avaliação do estado destes músculos)
- Na cesariana, se há desconforto na zona inferior do abdomen, pode usar-se uma cueca mais subida e justa (lycra) mas não cinta.
Depressão pós-parto ou Blues
Blues - primeiros 2-3 dias da depressão
- Grande interferência das hormonas + cansaço = conduz a mãe a uma situação em que se sente frustrada / incompetente / desesperada

- Muito importante o papel do pai: ocupar-se das tarefas relacionadas com o bebé enquanto a mãe descansa umas horas
- Quadro persistente +1M - depressão

- Primeiros 15dias: tempo de organização da família; mt importante a presença do pai. Caso não seja mesmo possivel, convém que outro familiar possa dar apoio à mulher
Sugestões de exercícios
- "Esfinge"
- Contracções PP
- "Encolher a barriga"
- DD, joelhos fletidos: básculas+contração abd+respiração
Até à próxima!
Como envolver o bebé
Full transcript