Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Zonas Costeiras

No description
by

catarina silva

on 24 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Zonas Costeiras

Zonas Costeiras
Evolução do litoral
As zonas litorais são um recurso insubstituível do qual o homem obtém alimentos, recursos minerais, lazer e turismo. No entanto, a zona litoral constitui um recurso não renovável à escala humana, sendo a sua gestão caracterizada por uma constante degradação.

Ao longo do tempo, o litoral tem sido modificado. O nível da água do mar está a subir gradualmente e as zonas costeiras tem sido alvo de mudanças. Existem dois tipos de causas para a evolução do litoral: as causas naturais e as causas antrópicas.

Ordenamento do território
O
Ordenamento do Território
consiste num processo de organização do espaço biofísico, de forma a possibilitar a ocupação, utilização e transformação do ambiente de acordo com as suas potencialidades.
Em Portugal têm sido implementados planos de ordenamento da orla costeira de forma a diminuir o risco de perdas humanas e materiais. A costa algarvia e a costa do Norte são as zonas mais preocupantes.
Torna-se, pois, importante efetuar um bom ordenamento do território, de modo a que se consiga manter a nossa costa livre de danos de maiores dimensões.

Ordenamento do litoral
Devido ao grande número de problemas nas zonas litorais, é necessário arranjar-se formas de solucionar estes problemas, como:
• A criação de legislações adequadas;
• Arranjar acções de sensibilização ambiental;
• Começar o tratamento dos efluentes.


Riscos geólogicos
O que são zonas costeiras?
Formas de erosão
Causas
Medidas de proteção
Para haver uma proteção da zona costeira é necessário elaborar planos de ordenamento em que é essencial:
• A recuperação de dunas;
• A estabilização de arribas;
• A construção de paredões, esporões, enrocamentos e quebra-mar;

Estas medidas de proteção têm um custo de construção e manutenção elevado e estas estruturas apenas protegem um determinado local durante um curto espaço de tempo. São soluções eficazes localmente mas que causam distúrbios na dinâmica litoral a nível regional e elas próprias podem causar maior erosão litoral.

Bárbara Henriques
Carolina Simões
Catarina Silva
Sofia Santos
Biologia e Geologia
11ºB

Exercicios
As
zonas costeiras
ou
faixas litorais
constituem ecossistemas únicos, que não se consegue reconstituir à escala humana, ou seja são resultantes de uma longa e lenta evolução de muitos milhões de anos.
Correspondem à zona de transição entre o domínio continental e o domínio marinho e é uma faixa complexa, mutável e dinâmica que está sujeita a vários processos geológicos.
A acção mecânica das ondas, das correntes e dos mares são factores importantes para a modelação das zonas costeiras, cujos resultados são duas formas: a
erosão
e a
deposição
.

Por outro lado, a erosão trás grandes
consequências
às zonas costeiras (principalmente ás falésias e às dunas):
A
salinização dos aquíferos
, que se deve às alterações climáticas, á subida das águas do mar e uma maior frequência de secas;
O
assoreamento de lagunas e estuários,
que por apresentarem muito lixo provocam enchentes em épocas de grande quantidade de chuva.

As formas de erosão resultam do desgaste provocado pelo impacto do movimento das ondas sobre a costa -
abrasão marinha
-, sendo mais notória nas arribas.

As formas de Erosão mais frequentes são:
Arriba
(Fig.1 - A): Contacto entre o mar e paredes rochosas, onde o impacto constante da ondulação e a dissolução das rochas escava a base da arriba, tornando-a instável, levando ao seu desabamento e consequente recuo da mesma (Plataforma de Abrasão);
Plataforma de abrasão
(Fig.1 - B): Superfície litoral, aplanada e irregular que resulta do desmoronamento das arribas, sendo constituída por blocos e sedimentos de grandes dimensões. Geralmente, durante a fase ativa, as Plataformas de Abrasão inclinam-se ligeiramente para o mar;
Arco
(Fig.2): Forma-se quando se unem grutas de ambos os lados de um cabo ou promontório (pequeno cabo);
Caverna
(Fig.3): Estas são formadas através da erosão mecânica das ondas que abre cavidades na rocha;
Leixões
(Fig.4): Quando, por ação da erosão, se quebra as ligações entre arcos.

Devido ao aumento demográfico e ao êxodo rural, a pressão do Homem sobre a natureza tem vindo a aumentar ao longo dos anos. Com isso, continuam a verificar-se situações perigosas e de alto risco para as populações, como:

Habitações em cima de dunas,
estradas marginais aos rios e à beira-mar,
cidades nas bases dos vulcões e de falhas ativas,
diques que retiram área ao mar
...

Devido a estas situações, ocorrem trágicos acontecimentos da natureza, levando vidas, bens e muito mais coisas sem dar qualquer indicio de riscos.

Os riscos geológicos internos devem-se às áreas limites das placas tectónicas, onde o impacto é maior caso exista uma grande densidade populacional nas respetivas áreas de alto risco.
Hoje em dia, apesar de catástrofes como maremotos, sismos, tsunamis, erupções vulcânicas, etc, não poderem ser evitadas, podem ser previstas cada vez com mais exatidão e, desta forma, tomar medidas de prevenção de modo a salvar vidas e evitar elevados custos económicos.

Os riscos geológicos externos são as inundações, mostrando o aumento do nível da água nos rios e ribeiros, sendo estas zonas muitas vezes utilizadas para cultivo, quando, irresponsavelmente, se transformam em zonas habitacionais, acrescentam um grande perigo para essas populações.

Outro grande risco geologico é, por exemplo, o caso dos resíduos , como os frigoríficos, mobiliário, etc, serem depositados em rios e ribeiras .

Ao retirar toda a cobertura vegetal ao solo, poderam ocorrer deslizamentos de terras, sendo isto um perigo para as populações.
Formas de deposição
Têm origem em materiais arrancados pelo mar ou por materiais transportados pelos rios que se depositam quando as condições ambientais o propiciam.

Estes materiais podem formar diversas formas como
praias
,
restingas
,
ilhas-barreiras
,
tômbolos
, etc.

Algumas formas de deposição:
Resolver exercício 2 da página 35 do Manual de Geologia
Uma das principais causas da erosão é a
subida do nível do mar
, contudo existem outras, tais como a
construção em zonas costeiras
e o
derrube das dunas
, como anteriormente referimos.
Full transcript