Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Deficiência Motora

No description
by

Inês Margarida Pereira

on 11 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Deficiência Motora

Definição
Considera-se uma pessoa portadora de deficiência motora, de carácter permanente, ao nível dos membros superiores ou inferiores, quando tiver uma incapacidade
igual ou superior a 60% (avaliada pela Tabela Nacional de Incapacidades).
Sinais de Alerta
• Alteração do tamanho da cabeça
• Dificuldade em manter a coordenação motora;
• Presença de movimento e posturas incomuns;
• Diferenças entre os dois lados do corpo em relação à movimentação ou à forma;
• Dificuldade na movimentação dos braços, pernas, cabeça, tronco;
• Dificuldade de sugar, engolir, respirar ou mastigar;
• Irritabilidade ao se movimentar;
• Deformidades, malformações;
• Expressão facial incomum.
Apoios
“Lutar pelos direitos das pessoas portadoras de deficiência é uma forma de superar as nossas próprias deficiências” J.F.Kennedy

DEFICIÊNCIA MOTORA
Deficiência Motora
Perda de capacidades, afectando diretamente a
postura e/ou movimento, fruto de uma lesão congénita ou adquirida nas estruturas reguladoras e efectoras do movimento do sistema nervoso.
(David Rodrigues, 1983)

Etiologia

• Acidentes de trânsito;
• Acidentes de trabalho;
• Erros médicos;
• Problemas durante o parto;
• Violência;
• Desnutrição
• Etc.
O preconceito é a maior barreira para um deficiente (motor)
Como pode ser comprovada?
As declarações de incapacidade das deficiências motora ou multideficiência podem ser emitidas por:

• Juntas médicas, nomeadas pelo Ministro da Saúde nos casos de pessoa com deficiências civis;
• Direcções dos serviços competentes de cada um dos ramos das Forças Armadas;
• Comandos-Gerais da Guarda Nacional Republicana e da Policia de Segurança Pública.
Tipos de Deficiência Motora
Lesões Traumáticas
Lesão da espinal medula
Perda ou dano de membro(s)

Doenças Congénitas
Paralisia Cerebral
Distrofia Muscular
Esclerose Múltipla
Espinha Bífida
ELA (Doença de Lou Gehrig's)
Artitre
Doença de Parkinson
Tremor Essencial
Monoplegia (paralisia num membro do corpo);
Hemiplegia (paralisia num dos lados do corpo);
Paraplegia (paralisia da cintura para baixo);
Tetraplegia (paralisia do pescoço para baixo);
Amputação (ausência de um membro do corpo).
Medidas Preventivas
Maior consciencialização por parte das mulheres acerca da necessidade de fazer acompanhamento médico pré-natal;
Existirem mais pessoas treinadas no resgate de vitimas de acidentes de transito;
Consciencialização dos riscos da hipertensão e da diabetes.

Criança com Deficiência Motora e a Escola
Promover a independência do aluno mas tendo sempre presente as suas limitações e necessidades;
Procurar soluções específicas adequadas a cada caso;
Dialogar com a criança tendo em atenção o seu campo de visão (pode ser incómodo estar sempre com a cabeça levantada);
Deslocar a cadeira de rodas com prudência para não magoarmos outras pessoas;
Promover a entreajuda entre todos (pais, professores, auxiliares...);
Esclarecer e informar-se acerca do problema do aluno;
A Criança com Deficiência Motora
As crianças com deficiência motora apresentam limitações ao nível dos estímulos afectivos e sensório-motores. Estes aspectos conduzem, por sua vez, a limitações na aquisição de competências básicas em cada uma das etapas de desenvolvimento. As crianças com deficiência motora ficam impedidas de explorar o meio que as rodeia, facto que irá afectar e condicionar as suas capacidades cognitivas e de personalidade.
Dentro da Sala de Aula
Deverão ocupar um lugar relativamente próximo do professor
Aqueles que necessitem de usar cadeira de rodas, devem ter mesas adaptadas, mais alta do que a dos colegas
A incontinência é um dos obstáculos mais desagradáveis, o professor deverá estar a par do problema e explicar aos outros alunos a situação.

O Papel do Professor
Especialização por parte do professor;
Pesquisa intensiva;
Inter-ajuda entre pais e professores;
Ajudar na relação entre os alunos;
Esclarecimento do problema do aluno;
Estimular o aluno.

Sinais de Alerta
Atraso na aquisição das habilidades motoras, na criança nascida de nove meses.

Aos 4 meses ainda não sustenta cabeça, não abre as mãos voluntariamente e nem segura objeto na direção do peito;
Aos 6 meses não rola;
Aos 9 meses não senta sem apoio;
Por volta de 1 ano não fica em pé;
Não anda sozinha na idade de 18 meses.
Intervenção na Sociedade
• Quando se conversa com alguém em cadeira de rodas, devemo-nos lembrar sempre que, para eles é extremamente incómodo conversar com a cabeça levantada, sendo por isso melhor sentarmo-nos ao seu nível, para que se possam sentir mais confortáveis.
• Sempre que haja muita gente em corredores, bares, restaurantes, shopings etc e estivermos a ajudar um colega em cadeira de rodas, devemos avançar a cadeira com prudência, pois a pessoa poder-se-á sentir incomodada, se magoar outras pessoas.
• As maiores barreiras não são arquitectónicas, mas sim a falta de informação e os preconceitos.
Espinha Bífida
Consiste numa série de malformações congénitas que apresentam em comum, e como característica fundamental, uma fenda da coluna vertebral resultante do encerramento anormal do tubo neural por volta dos 28 dias de gestação, ou, segundo outra teoria, de uma rotura posterior ao encerramento do tubo.
Não se conhecem ao certo as causas da espinha bífida. Actualmente aceita-se que é devido a uma predisposição familiar em que a intervenção de vários factores ambientais determina a malformação no embrião.
Crianças
São crianças normais do ponto de vista das suas funções intelectuais, nada indica que padeçam de alguma deficiência mental

podem apresentar graves dificuldades de aprendizagem na primeira infância e de integração social na adolescência;
A malformação física obriga-as a submeterem-se desde cedo a diversas intervenções cirúrgicas;
A imobilidade a que se vêem sujeitas impede-as de conhecer e explorar o meio que as rodeia e de actuar sobre ele;

- Hidrocefalia (acumulação de líquido cefalorraquidiano - “água na cabeça”);
- Alterações neurológicas;
- Alterações ortopédicas (afectam sobretudo a anca, a espinha dorsal e os pés); - Alterações das funções urológicas e intestinais (incontinência de esfíncteres).
Problemas Associados
Full transcript