Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

René Descartes - Introdução para o Ensino Médio - Racionalismo

No description
by

Guilherme Francisco

on 23 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of René Descartes - Introdução para o Ensino Médio - Racionalismo

Racionalismo
Principais Filósofos
Baruch de Espinoza
(1632-1677)
Gottfried Wilhelm Leibniz
(1646-17)16
Corrente Filosófica que atribui a capacidade de conhecimento da verdade à razão.
René Descartes
(1596-1650)

Res Cogitans
Res Extensa
Res Infinitas
Regras do Método
Penso, Logo existo!
Dúvida Metódica
?
Dualismo Cartesiano
Metafísica da Subjetividade
Evidência
Ter de maneira clara o objetivo que será investigado
Análise
Dividir o objeto em suas mínimas partes
Síntese
Remontar o objeto das partes mais simples para as mais complexas, que será perpassado pela razão
Enumeração
Repassar todos os passos para ver se nada foi deixado para trás e também vendo se tudo foi cumprido como deveria
A medida em que se vai duvidando o pensamento se ordena, de forma que através da dúvida se alcance o conhecimento. O que é diferente da
Dúvida Cética
, que duvida da possibilidade do conhecimento objetivo da realidade.
O tripé formador da realidade para Descartes
Homem
Mundo
Deus
Os sentidos me enganam!!!
Não consigo separar realidade de Ilusão!
A Matemática poder ser entendida pela razão e não precisa ter relação com o mundo real
E se Deus for enganador?
E se houver um Gênio Maligno?
O erro entra nos meus pensamentos através dos sentidos, pois o meu pensamento está mal treinado. Com isto o gênio maligno coloca esta dúvida em minha mente. Mas ele só pode enganar algo que existe.
Com isso a conclusão que Descartes chega é:

Cogito ergo sum!
Traduzindo...
Se duvido,
PENSO,
SE penso...
Bases do Pensamento
Ideias
Representações mentais da realidade
Vontade
É o que nos dirige em direção as coisas
Juízo
Afirmações que fazemos acerca da realidade
Inatas
Deus que colocou em nossas mentes
Fictícias
Invenções que fazemos e que precisamos controlar
Adventícias
Provém da relação como suposto mundo exterior
A prova da existência do Mundo
Deus não é enganador. Ele me deu mecanismos que apreendem o mundo real. Desta forma o mundo existe, pois Deus não iria me induzir ao erro.
Princípios
Tudo o que Existe tem que ter uma causa que o fez existir
1
Tem que existir mais realidade na causa do que no efeito
2
Primeira Prova da Existência de Deus
Sou um ser finito e possuo em minha mente a ideia do infinito. Como não posso ter criado esta ideia, um ser infinito a criou e a colocou em minha mente.
Segunda Prova da Existência de Deus
Sou um ser imperfeito, e por isso eu não posso ser o criador de mim mesmo. Com isso pressuponho que um ser perfeito me criou e que ele é causa de si mesmo.
Terceira Prova da Existência de Deus
A essência e a existência estão ligados. Se falo que Deus é perfeito devo aceitar que a base da perfeição é a existência, pois existir ser é ontológicamente melhor que não ser. Não é apenas uma ligação lógica. Deus existe devido à sua perfeição.
Argumento Ontológico de Santo Anselmo
Alguns princípios
Antropocentrismo
A Natureza está escrita em linguagem matemática
Full transcript