Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Mestrado

Apresentação de defesa da Dissertação
by

Bárbara Bazzo

on 6 August 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Mestrado

INTRODUÇÃO
Cultura perene!
Expressão diferencial para tolerância a estresse induzido por alumínio em
Coffea arabica
Aluna: Bárbara Regina Bazzo – Bolsista CAPES
Orientador: Prof. Dr. Carlos Augusto Colombo
Centro de Recursos Genéticos Vegetais – Laboratório de Genética Molecular
Efeitos tóxicos (pH 6 e 6,5)
Maior produtor e 2º consumidor
PORQUE O CAFÉ?
30% da área da crosta terrestre
SOLOS ÁCIDOS!
Calagem do Solo!
neutralização dos íons
Ação do Alumínio
Crescimento do ápice radicular

Formação de raízes secundárias
INTRODUÇÃO
Toxicidade e Mecanismos de Defesa

inibição
Mecanismos
Tolerância

Resistência
Impedem a entrada do metal na planta
Imobilização e compartimentação


Identificar, através da análise de expressão, quais os genes mais responsivos sob o estresse induzido por alumínio em raiz de duas variedades de café.
OBJETIVO
MATERIAL E MÉTODOS
Experimento Biológico
Catuaí IAC 62
Icatu Vermelho IAC 4045


Solução nutritiva: Hoagland & Arnold (1950) adaptado por Braccini (1998).
Icatu
150 plts
Icatu
150 plts
Catuai
150 plts
Catuai
150 plts
TRATAMENTO
CONTROLE
Icatu
150 plts
Catuai
150 plts
Icatu
150 plts
Catuai
150 plts
2 REPETIÇÕES
Tempos de coleta
1 hora
12 horas
48 horas
Ensaio Biológico
Concentração de alumínio: 0,370 mM.
(MISTRO 2007.)
Extração de RNA
Purificação do RNA
Síntese de cDNA
Real Time PCR
SYBR® Green PCR Master Mix (Applied Biosystems)
ABI PRISM 7500 Sequence Detection System (Applied Biosystems)
Validação dos Dados
Desenho de Primers
Expressão Gênica
et al.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
PRODUÇÃO
DETOXIFICAÇÃO
BUSCA DAS SEQUÊNCIAS
NCBI (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/gene/)

PBGC (http://bioinfo04.ibi.unicamp.br/coffea/)

UniProt (Swiss-Prot http://www.uniprot.org)
Mineração de Dados
Desenho de Primers
Estabilidade e Eficiência do Normalizador
ACTINA
S19
Estresse Oxidativo
Síntese de Ácidos Orgânicos
Expressão Diferencial
Quantificação relativa (QR) ao calibrador (controle negativo) de moléculas alvo nas cultivares Catuaí e Icatu sob estresse por alumínio nos tempos 1 hora, 12 horas e 24 horas (C1, C12, C24 – Catuaí; I1, I12, I24 – Icatu).
Quantificação relativa (QR) ao calibrador (controle negativo) de moléculas alvo nas cultivares Catuaí e Icatu sob estresse por alumínio nos tempos 1 hora, 12 horas e 24 horas (C1, C12, C24 – Catuaí; I1, I12, I24 – Icatu).
Expressão diferencial de moléculas alvo induzidas por alumínio entre amostras de Catuaí e Icatu sob três tratamentos: 1 hora, 12 horas e 24 horas. Moléculas alvo induzidas pelo alumínio com expressão diferencial significativa (EDAl ≥ 2) em negrito.
Expressão diferencial de moléculas alvo induzidas por alumínio entre amostras de Icatu e Catuaí sob três tratamentos: 1 hora, 12 horas e 24 horas. Moléculas alvo induzidas pelo alumínio com expressão diferencial significativa (EDAl ≥ 2) em negrito.
ESTRESSE OXIDATIVO
Disponibilidade de fósforo

Inibição da absorção de cálcio
INTRODUÇÃO- Genética da defesa
Cereais - Centeio
Cevada - herança simples
Milho - complexo
Café - ????

Conclusões
Genes relacionados ao estresse por alumínio são induzidos principalmente no período de 12 horas.

Genes de enzimas antioxidantes são mais expressos em Icatu em comparação com Catuaí.

Os genes codificante de enzimas relacionadas à síntese de ácidos orgânicos possuem maior expressão relativa na cultivar Catuaí quando comparada a Icatu.

As diferenças de expressão relativa mostram que em Icatu há mecanismos de tolerância, enquanto que na cultivar Catuaí há mecanismos de resistência.
OBRIGADO!
et al.,
(simplásticos)



(apoplásticos)
(Caturra Amarelo IAC 476-11 x Mundo Novo IAC 374-19)
( cv Robusta x Bourbon Vermelho) x Mundo Novo)
Coffea canephora
Genes MATE
Responsáveis pela produção de compostos de extrusão de substâncias tóxicas
- Trigo
- Cevada - MATE

Secreção de Citrato
Transportador de Malato

HvAACT1

ALMT
malato
citrato
OA-Al
Vacúolo
malato
citrato
OA-Al
OA
Crescimento diferencial do sistema radicular de Catuaí (A) e Icatu (B) após 8 dias de tratamento com alumínio (0,370 mM).
malato
OA-Al
Vacúolo
malato
citrato
OA-Al
OA
simplástico
apoplástico
valor da inclinação da curva em regressão linear.
Contextualizando...
PRNT - Poder Relativo de Neutralização Total
controle de variáveis
Full transcript