Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Reflexões sobre o trabalho pedagógico num contexto de interação, conectividade e contiguidade: por que adentrar no mundo

No description
by

Edjane Madza

on 21 July 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Reflexões sobre o trabalho pedagógico num contexto de interação, conectividade e contiguidade: por que adentrar no mundo

Reflexões sobre o trabalho pedagógico num contexto de interação, conectividade e contiguidade: por que adentrar no mundo touch?
Prof. Dr. Marciano de Almeida Cunha
marcianocunha.com.br

Série com 32 programas para webradio, produzido e apresentado pelos alunos do 5º período de ADM.
Por que adentrar no universo touch?
Deparamos com alunos que apresentam uma defasagem em relação ao conhecimento que possuem e aquele que nosso imaginário e idealismo espera
Algumas simplistas constatações
Por que nos tornamos professores?

O que fazemos na sala de aula?

Por que “fazemos” do jeito que “fazemos”?

O que é ser professor?

Qual nossa principal tarefa?

O que não é nossa tarefa?
É preciso...
Estabelecer pontes

Conectar-se aos alunos












Resignificar o espaço e o trabalho pedagógico
Tocar e ser tocado, isto é um mundo TOUCH isto é um mundo Humano
Brainstorming
Três dimensões de uma mesma realidade
O que o “sistema”
espera do nosso trabalho?
Um exemplo de trabalho pedagógico nesse contexto:

Série radiowebfônica
Interações
Por que este tema?
Vamos assistir
um vídeo?
Objetivo:
Refletir sobre as influências/ “interferências” que a interação, a conectividade e a contiguidade provocam no trabalho pedagógico com vista à possibilidade/necessidade de adentrar no universo touch.
Quais os valores compartilhados ?
Quais os tipos de relações estabelecidas?
O que é trabalho?
O que estudo?
Que tipo de trabalho emerge?
O que se vislumbra de futuro?
Qual o perfil do aluno?
Qual sociedade vivemos?
Conheço meu aluno?
Quais os interesses dele?
O que faz além da sala da aula?
Do que gosta?
Como aprende?
Por que está na sala de aula?
Quem
somos?
Qual a expectativa dos pais?
Qual a expectativa dos empregadores?
Qual a expectativa das outras escolas?
Qual a expectativa da instituição?
Qual a expectativa do aluno?
Variáveis que algum tempo atrás eram coadjuvantes no processo pedagógico, algumas vezes, assumem o protagonismo a exemplo da indisciplina, problemas de aprendizagem, apatias
Parcela significativa dos alunos precisa trabalhar para custear os estudos e em decorrência não tem tempo para desenvolver estudos além dos horários de aula.
Utilização de webradio articulada pelas mídias digitais, BLOG, Facebook, Twitter, MSN, You tube
147 alunos participantes;

34 dias de trabalho intensivo;

15 horas de programação;

656 minutos de áudio disponíveis para download no 4shared.com;

31 enquetes;

32 fóruns;

Mais de 100 interações ao vivo (pelo MSN e Facebook);

19.043 visitas ao Blog (até ontem)
Se não entrarmos não existirá DIÁLOGO

Não exite PROCESSO EDUCATIVO sem DIALOGICIDADE







Se o mundo e a vida humana estão SEM LIMITES, por que meu TRABALHO PEDAGÓGICO se limita às mesmices?

TOQUE (perceba o outro) e SE TOQUE (perceba a si mesmo)
Abusar de novas e interativas linguagens
Derrubar os limites físicos da sala de aula porque vive-se num mundo sem barreiras.
O desafio está lançado.

Que tal adentrar no Universo Touch.

Hora de ousar!
Contem comigo!!!
Agora é com vocês!
Como resultado
“O professor que não sente o verdadeiro valor e dignidade e não se entusiasma pela sua profissão e pelas matérias que investiga e ajuda os alunos a descobrir, a aprender e a compreender dificilmente terá sucesso”

(Tavares, 2003, p.26)
Muito obrigado!
Marciano de Almeida Cunha
marciano@marcianocunha.com.br
www.marcianocunha.com.br
Publicação Internacional
da Experiência
Reconhecida como
prática inovadora
no Ensino Superior
Full transcript