Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Seminários- Código de Ética Profissional das (os) Assistente

No description
by

Luiz Philipe

on 18 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminários- Código de Ética Profissional das (os) Assistente

Seminário- Código de Ética Profissional das (os) Assistentes Sociais de 47; 65 e 75.
Profª: Marylucia Mesquita
DISCIPLINA: Fundamentos Éticos e Ética Profissional.
2013 – 2 – Noturno.
Código de Ética Profissional dos Assistentes Sociais de 1947
(Aprovado em Assembléia Geral da Associação Brasileira de Assistentes Sociais (ABAS) – Seção São Paulo, em 29‐IX‐1947)
I – Moral ou Ética pode ser conceituada como a ciência dos princípios e das normas que se devem seguir para fazer o bem e evitar o mal.
Moral, ethos na origem da profissão
O conservadorismo moral é central para entender a origem da profissão.
Trata-se de um projeto político-social, evidenciado pelo projeto social da Igreja Católica e parte da cultura positivista brasileira.
O Serviço Social neste período foi fundamental para a reprodução das relações sociais capitalistas
Mediações éticos-morais no início da profissão
:
Função Ideológica da Moral (positivista):
" O pensamento positivista comteano explica e justifica ideologicamente a ordem social burguesa e uma de suas peculiaridades reside em seu tratamento moral dos conflitos e contradições sociais. Seu conservadorismo, expresso em sua defesa da ordem e da autoridade, aliado à ideia de uma ordem social naturalmente "harmônica".
Tratamento Moral da Questão Social
"Trata-se de garantir a reprodução de um sistema moral que assegure a "ordem" (Barroco, 2010, p. 81) Com isto, há uma despolitização da classe trabalhadora
"As forças conservadoras, por seu lado, não pretendem derrubar a ordem burguesa e sim, reformá-la de modo a reatulizar valores e modos de vida tradicionais, o que propicia uma identidade com a ordem burguesa, em de um inimigo comum: os movimentos de cunho socialista".
"É uma resposta política de várias forças sociais ao potencial emancipador das lutas proletárias" (Barroco, 2010, p.82-83)

Pelo projeto social da Igreja Católica e do Serviço Social em sua origem, a reação é ao mesmo tempo anticomunista e antiliberal.
Se coloca como uma 3ª via ao desenvolvimento capitallista
Neotomismo e Serviço Social

Nessa perspectiva a desigualdade é defendida como "natural".

"O "bem comum" é vinculado a um projeto social de bases reformistas que visa assegurar um consenso entre as classes, tendo em vista a aceitação, por parte dos indivíduos e das classes sociais, de sua condição "naturalmente dada" (Barroco, 2010, p. 84).
O enfretamento moral da questão social também é realizado pelo Estado, buscando a coesão social, controle social e a (re)produção da força de trabalho.

O enfrentamento da questão social, por meio da moral, responsabiliza o indivíduo.

O Serviço Social é tido como "vocação", exercido por indivíduos dotados de um perfil ético-moral.
Perfil Profissional:
O Ethos tradicional passa a compor a imagem social da profissão. Considera-se ainda elementos da profissão como próprios da "natureza feminina", como por exemplo: Integridade Moral, pureza, bondade, paciência, honestidade e etc.
A ação profissional tem como objetivo eliminar os "desajustes sociais", através de intervenções moralizadoras, no âmbito individual e subjetivo.
Tradição

Hierarquia
Ordem- Autoridade
Lógica Conservadora (manutenção do status quo)
Retorno ao passado
CÓDIGO DE ÉTICA DE 1965
Reproduz a base filosófica humanista cristã; como por exemplo:
Por meio da orientação de valor quanto ao comportamento profissional: Imparcial, pontual, respeitoso, cortês. (sem conflitos)

O Serviço Social responde às demandas desse período DESENVOLVIMENTISTA:
A partir de uma
natureza técnico-científica
(valor central: neutralidade)
FUNCIONALISMO
(Cada parte possui suas próprias funções e trabalhando em conjunto para promover a estabilidade social- Pensamento de Durkheim)

D. C. (Desenvolvimento de Comunidade)

Ação que busca desenvolver uma comunidade/periferia para funcionalizar
"Os deveres profissionais já não se apresentam como decorrência de um compromisso religioso, mas de uma obrigação formal dada pela legislação à qual a profissão é submetida" (Barroco, 2010, p. 127)
Objetivo da ação profissional:
Preservar o
bem comum
e os
direitos individuais
Ou seja:
Assegurar o consenso entre as classes;
Diminuir/minimizar a exploração
"Equilibrar" a pobreza e riqueza por meio da filantropia.
Garantir a reprodução de relações desiguais de gênero e sexo

Código de Ética de 1975
O código de 1975 é uma continuidade dos anteriores
A mudança substancial deste código, é a exclusão de duas referências presentes no código de 1965: a democracia e o pluralismo.
Orienta a atuação profissional não só para reafirmar o conservadorismo, mas para consolidar a Ditadura Militar

O objetivo da atuação se localiza no primado da pessoa humana
Com isto, reatualiza o conservadorismo, por meio do
Personalismo
"Se apresenta como um método de ajuda psicossocial fundado na valorização do diálogo e do relacionamento" (Barroco, 2010, p. 138)
Retoma a origem da profissão
ATUAÇÃO PSICOLOGIZANTE
Metodologia
É constituída por três conceitos: DIÁLOGO, ´PESSOA E TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
O Serviço Social é exclusivamente ajuda psicossocial
Perfil Prossional: Honesto e Verdadeiro
ex: o cliente deve superar o problema dentro do problema
Referencial Bibliográfico
Barroco, Maria Lucia Silva
Ética e Serviço Social: fundamentos ontológicos. 8. ed. São Paulo, Cortez, 2010.
Full transcript