Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

A Cultura -Filosofia

No description
by

Christiane Forcinito

on 25 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Cultura -Filosofia

Natureza - Vários sentidos
O que é a cultura?
É a capacidade humana de significar ( dar significado) as coisas.
Natureza
Dizer que algo é natural ou “por natureza” significa que essa coisa existe necessária. Isto é, não pode deixar de existir e nem ser diferente do que é. É Universal também, ou seja, em todos os tempos e lugares.

Significa dizer que essa “coisa”, por ser natural, não depende da ação e intenção dos seres humanos e sim de operações necessárias e universais realizadas pela natureza.
Culto ou inculto
Empregamos a palavra Cultura sem pensar em seu significado.
Para uns cultura identifica posse de determinado conhecimento. Ser culto indica ser importante ou ser superior. Ter respeito e prestígio.
Por ex: X conhece varias línguas e entende de arte.
Fala- se em ter ou não ter cultura.
Fala- se em ser ou não ser culto.
Não ter cultura significa não estar apto a tal cargo por exemplo.
Hegel
1- Princípio de vida: força espontânea do deixar agir.
2 - Essência própria de um ser ou o que o ser necessariamente é: conjunto de qualidades, propriedades e atributos que a definem.
3 - Organização universal e necessária dos seres segundo uma ordem regida por leis universais e necessárias. Exemplo a lei da gravidade.
Em suma é: tudo que existe no universo sem a intervenção humana e tudo que existe e é percebido pelo homem.
Sentido de Cultura
1 . Veio do verbo latino “colere”e significa cuidar, cultivar, criar.
Agricultura: o cuidado do homem com a natureza
Culto: cuidado do homem com os deuses
Puericultura: cuidado com a alma e o corpo das crianças, com sua educação e formação.
Aqui natureza e cultura não se opõem , pois a cultura era o aprimoramento da natureza humana

2.1 - Cultura como resultado e ou consequencia daquela formação ou educação dos seres humanos. Resultados expressos em obras, feitos, ações.

2.2 - Cultura como civilização, isto é, pensadores julgavam os resultados da formação-educação se manifestando nas formas de organização da vida civil ( social e política)

distinção leva em conta a maneira como o tempo se realiza.

Na natureza: o tempo érepetição.Ex: dia e noite

Na cultura: o tempo étransformação.Ex: mudanças nos costumes, nas leis, nas emoções, nos pensamentos, nas técnicas etc.
Para ele a cultura e natureza são aspectos de uma única realidade, a razão universal.
No universo, todas as riquezas de fenômenos e de indivíduos concretos, como a humanidade e todos os acontecimentos da sua história, são apenas asmanifestações necessárias, inteligíveisa priori, de uma realidadeúnica: o Espírito infinito.
Entender a realidade como Espírito, de acordo com a filosofia de Hegel, é entendê-la não apenas como substância, mas também como sujeito. Isso significa pensar a realidade como processo, como movimento, e não somente como coisa (substância).
O Segundo ponto: a realidade, enquanto Espírito possui uma vida própria, um movimento dialético. Por movimento dialético, Hegel quer caracterizar os diversos momentos sucessivos pelos quais determinada realidade se apresenta.
Hegel era idealista, ou seja, acreditava que as ideias determinam a matéria. Para Hegel, as ideias vêm antes da matéria.
A natureza é o ser em si.
A negação efetuada pela consciência a transformou no ser para nós ou o ser para a consciência.
Isto é: Passar da coisa em si ( montanha) à coisa para nós (morada dos deuses, ex) é passar da existência natural externa para a interiorização do espírito.
Assim o espírito se exterioriza como natureza e se interioriza como cultura.
Este duplo movimento é ahistória,não como sequencia temporal de acontecimentos de causa e efeito mas como vida do espírito.
Marx
Para Marx a cultura é o modo como, em condições determinadas e não escolhidas por eles, os homens produzem materialmente ( pelo trabalho, pela organização econômica) sua existência e dão sentido a essa produção material.
A historia , segundo Marx, não narra o movimento temporal da razão mas as lutas reais dos seres humanos que produzem e reproduzem suas condições materiais de existência.
A cultura reproduz as relações sociais pelas quais se distinguem na natureza e nas quais são instituídas as classes sociais e as lutas entre elas.
As diferentes formações sociais são determinadas pelos modos de produção da vida material dos homens e são constituídas por contradições internas entre as classes divididas por lutas.
História e cultura é realizado pela luta de classes sociais para manter ou vencer as formas de exploração econômica, opressão social e dominação política. E tudo depende do proletariado que organizado pode eliminar esta desigualdade.
Cultura e trabalho e história
Cultura surge quando homem produz transformações na natureza pela ação do trabalho.
Produzem objetos
Organizam socialmente
Aumentam recursos
Se protegem ( inventam armas)
Rezam para melhorarem
Surge também a desigualdade.


Kant ( sec XVIII) distinguiu o reino da natureza e o reino da moral
Houve separação entre a causalidade ou necessidade e a liberdade e finalidade
Segundo Kant o conhecer consta de juízos universais ( o que vem conosco) e também da experiência sensível ( o que vivemos)
Antes dele haviam duas correntes: Empiristas ( tudo vem dos sentidos) e os Racionalistas ( Tudo que pensamos vem de nós mesmos)
A Cultura -Filosofia
Cultura como ordem Simbólica
A cultura é instituída no momento em que os humanos estabelecem para si mesmos regras e normas de condutas que asseguram a existência e conservação da comunidade.
A lei humana, diferente da natural, é um mandamento social que organiza a vida da comunidade e indivíduos.
Ela foi feita para afirmar a capacidade dos seres humanos criarem um ordem de existência que não é natural, massimbólica
Simbólica no sentido de somente o homem ser capaz de entender o símbolo, pois ele sabe dar sentido ao que está além da presença material
Os três sentidos da Cultura
Criação as ordem simbólica da lei: dando atribuições de valores às coisas, aos humanos, às suas relações e aos acontecimentos.
Criação da ordem simbólica das relações entre os humanos e deles com a natureza: dando sentido pela presença do humano no mundo.
Conjunto de praticas, comportamentos, ações e instituições pelas quais os humanos se relacionam entre si e com a natureza e dela se distinguem, agindo sobre ela ou por meio dela modificando-a .
Conclusão
Não existe a cultura, no singular, masculturas ,no plural, pois os sistemas de proibição e permissão, as instituições sociais, religiosas e políticas, os valores, as crenças e comportamentos variam de formação social para formação social e podem variar numa mesma sociedade no decorrer do tempo.
A filosofia é uma intervenção humana e, portanto, uma atividade cultural e histórica.
Full transcript