Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Empiristas e intelectualistas diante da linguagem

No description
by

José Roberto Romeu

on 3 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Empiristas e intelectualistas diante da linguagem

Empiristas e intelectualistas diante da linguagem
Referências
1° Ponto.
Ambas consideram a linguagem como sendo fundamentalmente indicativa ou denotativa, isto é, os signos lingüísticos ou as palavras servem apenas para indicar coisas;
2° Ponto.
Ambas consideram a linguagem como um instrumento de representação das coisas e das idéias, ou seja, as palavras têm apenas uma função ou um uso instrumental representativo.

A linguagem como um instrumento do pensamento para exprimir conceitos e símbolos.
Pontos em comum.
O que é empirismo?
John Locke, filósofo líder do empirismo britânico.
Definição de linguagem para os empiristas.
Imagens corporais.
Imagens mentais.
Conjunto de:
Constituem:
Imagens verbais.
O que é intelectualismo?
A história de Helen Keller.
As concepções empirista e intelectualista, apesar de suas divergências, possuem dois pontos em comum.
Círculo de Viena.
Purificar a linguagem.
Positivismo lógico
A linguagem natural.

A linguagem Lógica.
Críticas ao empirismo e intelectualismo.
Goldstein
Gelb
http://pt.wikipedia.org
http://sergiogsilva.blogspot.com.br
http://www.armazem.literario.nom.br/
URSULA, da Silva. A Linguagem Muda E O Pensamento Falante. Edipucrs. 1994.
PAVIANI, Jayme. Formas do dizer: questões de método, conhecimento e linguagem. Edipucrs. Porto Alegre, 1998.
Maurice Merleau-Ponty
Full transcript