Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Kimmie Weeks, o país dos escravos libertos

No description
by

Sophia Preto

on 8 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Kimmie Weeks, o país dos escravos libertos

O país dos escravos libertos Kimmie Weeks E.U.A Em 1840, havia 4 milhões de escravos nos Estados Unidos.
Mais e mais pessoas ficavam contra a escravidão, já Alguns achavam que os escravos deviam ser libertos e tornarem-se cidadãos dos EUA.
Outros achavam que eles deviam ser mandados de volta à África. Libéria A partir de 1820, cerca de 15 mil escravos libertos foram de navio para a parte da África que recebeu o nome de Libéria, que significa “Liberdade”. A capital foi batizada de “Monróvia” em homenagem a James Monroe, que foi presidente dos Estados Unidos. Como o país começou... A Capital... Os escravos libertos levaram consigo o modo de pensar que haviam experimentado: Que algumas pessoas são melhores do que outras. Antes, eles eram maltratados. Pensamento... Classes Sociais... Aqueles que já viviam no local passaram a ser maltratados pelos vieram dos EUA. Classe Baixa: Os recém-chegados américo-liberianos decidiam tudo e tornaram-se a alta classe do país. Classe Alta: O Líder... A distribuição injusta do poder foi uma das razões da guerra civil.
O líder rebelde Charles Taylor afirmou que libertaria os nativos dos américo-liberianos.
Porém, ao invés disso, ele tomou o poder a si mesmo e o próprio Charles Taylor é américo-liberiano. E.U.A e Libéria: A Bandeira :



O Idioma: Inglês A Bandeira :



O Idioma: Inglês Laura Lemos nº14

Luiza Orsi nº22

Sophia Preto nº31 Relação: Kimmie Weeks luta pelos direitos da criança e especialmente as afetadas pela guerra.
Durante a fuga da guerra na Libéria, Kimmie quase morreu de cólera.
Então, ele fez a promessa de que dedicaria toda sua vida a ajudar as crianças que passam dificuldades.
Quando Kimmie tinha 16 anos, eles organizaram uma campanha de desarmamento das crianças-soldado na guerra civil.
A campanha contribuiu para a libertação de 20.000 crianças-soldado. Um ano depois, Kimmie teve que fugir.
Ele havia revelado que o presidente recém-eleito da Libéria, Charles Taylor, recrutara crianças-soldado para o exército liberiano.
O presidente tentou fazer com que Kimmie fosse morto.
Full transcript