Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Diretrizes da Ação Evangelizadora - PMBCS - Elementos Inculturadores

Apresentação dos Elementos inculturadores
by

Cassiano Uberti

on 25 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Diretrizes da Ação Evangelizadora - PMBCS - Elementos Inculturadores

Diferentes
formas (168) Elementos inculturadores Diretrizes da Ação Evangelizadora - PMBCS Conjunto de componentes interdependentes prioritários para a ação evangelizadora pois dialogam com os princípios do Evangelho e com as culturas contemporâneas (94). Inculturação - Santo Domingo 1992 (95) vivemos com mais dificuldade de comunicação do que apatia e desesperança em relação à humanidade (96). ampliar nosso modo de ver a cultura, a pessoa humana, a sociedade e conexões relevantes para a ação pastoral (98). Dignidade humana Educação emancipadora Alteridade Solidariedade socioambiental Catequese Infâncias e juventudes Valores maristas SAGRADO VALOR DA VIDA HUMANA
consciência da pessoa quanto ao seu valor inestimável e universal (99)
ONU reconhece a dignidade inerente a todos os membros da família humana (100)
Ser humano no centro de todo planejamento e desenvolvimento da socidade (105) CRISTÃO Fundamento na Criação (101)
INTER-RELIGIOSO Preocupação em afirmar
e defender a dignidade (102)
NÃO CRENTES centralidade da defesa
da vida (103) na prática da Instituição Marista primazia da pessoa em relação ao cargo.
valorização de seu empenho profissional, apostólico, estudantil e solidário.
reconhecimento dos dons e talentos .
“torno da mesma mesa”.
formarmos os jovens mais abastados para a consciência do serviço à sociedade e ao próximo, e não para servirem-se da sociedade.
espaços acolhedores para todos.
sensibilidade em ajudar as pessoas a superar suas dores e limitações / conquistas e alegrias (107). Espiritualidade Educação processo histórico-cultural e exigência constitutiva do ser humano (108) processo amplo, contínuo e integrado ao cotidiano das pessoas; a educação não apenas se reserva aos ambientes formais.
processo intencional de orientação dos sujeitos.
Tipo de ser humano / sociedade
Relações de poder: alienação / emancipação
(109-110) Instituição
Marista Emancipar conduzir os sujeitos a usar sua própria inteligência com
liberdade, a descobrir seus potenciais e suas responsabilidades.
A educação emancipadora é aquela que concede ao indivíduo a oportunidade de reconhecer a si e ao outro como sujeitos autônomos e interdependentes num processo gerador de humanização. (111-112) Iniciativas
pastorais temáticas contemporâneas / dilemas reais da vida
metodologias que propiciem o diálogo aberto, a participação
superar a ideia de que trabalhamos com “públicos” -
encontrar “interlocutores”.
Adequar a linguagem sem perder a essência da mensagem original.
(117) sentido antropológico do ser humano: dinamismo que motiva e qualifica por inteiro a vida; mover-se por uma causa que nos arrasta para além da superfície
material (118) trindade apostólica mariana Jesus revela o rosto de Deus Pai, e o Espírito Santo suscita carismas e dons ... Vivência cotidiana (122-123)
“A espiritualidade constrói o modo como compreendemos o mundo, as pessoas, Deus, e como nos relacionamos com
eles.” (AdR, p.14) Primeira Superiora... Tudo fez entre nós ... principais legados da nossa herança ... viver de seu espírito (127) existimos para tornar
Jesus Cristo conhecido entre as crianças e jovens, por meio dos processos
educativos, de forma sempre dinâmica, atualizada e fiel à Igreja. (126) MISTÉRIO atitude do sujeito em se abrir ao diálogo respeitoso e ao acolhimento fraterno da diferença do outro. A diferença é possibilidade de enriquecimento dos significados da vida e do mundo (129). ...o mundo é diverso em suas configurações e manifestações... (131) Deus se mostra como variedade (131) efeitos da globalização.... casa de todos... redes, mundo vasto e complexo... transição paradigmática (132-133) o ser humano é mais propriamente alguém cujo sentido só pode encontrado na sua relação com o outro (134). a disposição ao diálogo é a melhor solução para aproximar pessoas e favorecer a unidade social em meio às diferenças (136). papel da evangelização na compreensão das diferenças? exemplo de Jesus Cristo que saía sem reservas ao encontro do outro. projeto evangelizador que transcenda as preocupações dogmatizantes e seja capaz de dialogar com a ciência, com diferentes campos do conhecimento, com as demais religiões, a fim de redescobrir quais são as raízes morais e éticas da sociedade que nos ensinam a conviver fraternalmente (139). novos areópagos (140) núcleo comum de atuação entre os crentes, com o amor, a sacralidade da vida, ... (141). ... é um cuidado pastoral promover o diálogo, .... onde todos possam aprender a experimentá-los juntos (143). promover a cultura da solidaridade (145) COOPERAÇÃO DOS SUJEITOS ENTRE SI SIMBIOSE COM A NATUREZA nas sagradas escrituras, é a prática da caridade, das "bem-aventuranças" (146)... é um imperativo moral para toda a humanidade (DSI) preocupação da Igreja diante das causas sociais... afirmar os princípios, observar e analisar as necessidades, declarar os valores primordiais, apoiar os programas... (149) bem
comum solidariedade-fato solidariedade-dever CIDADANIA PLANETÁRIA ouvimos o clamor da Criação (155) Da posição de dominadores - passamos pouco a pouco ao paradigma do ser humano “cuidador” (156) A consciência de que habitamos uma casa-comum (oikos, em grego) pede revisão de comportamentos, educação ambiental e investimentos que priorizem o meio ambiente (157). ALICERCE PEDAGÓGICO
Fomentar práticas solidárias no âmbito interno e externo da Instituição Marista
Formar redes de solidariedade
Educar para as escolhas de consumo
Aperfeiçoar pessoas, espaços e direcionar recursos para projetos de solidariedade consistentes.
Fomentar a formação de voluntários e/ou projetos de voluntariado (160) do grego ressoar, fazer eco (162) itinerário pedagógico (162) anúncio da Palavra
ressoar da Palavra
aprendizado da Palavra
testemunho prático da Palavra comunidade de discípulos / educação e amadurecimento da fé (161) processo gradativo de
formação na fé (163-165) compreensão
vital segredos
da fé conhecer, acolher,
celebrar e vivenciar com o auxílio das
ciências pedagógicas processo de iniciação
à vida de fé (169) inserir o fiel em um itinerário prolongado que gere adesão
processo a ser percorrido
não é verniz ou cursinho processo
permanente (170) sentido amplo
aprofundamento das verdades que tocam o coração
aprofundamento e revigoramento ocasional (171) interpretar a viver as diversas circunstâncias da vida sacramental (172) ligada à ação litúrgica
não é "recepção sacramental"
conduz e entrega o coração a Deus familiar (173) "Igreja Doméstica", escola da fé.
primeiros mestres
precede, acompanha e enriquece as outras formas. além-fronteiras (174) em nossa Província interculadores
transitórios (175) linguagem
inculturada (176) CERNE DA MISSÃO (179) nos indagar sobre o lugar reservado às crianças e jovens.
dedicação de Marcelino.
"Vamos aos jovens lá onde eles estão" (C 83). "é nossa missão oportunizar às crianças e jovens, através de nossas escolhas administrativas, um variado leque de produtos e serviços, ações e projetos, experiências e espaços que lhes imprimam os valores cristãos e humanitários, e que promovam o sentido de sua dignidade" (180) pluralidade dos modos de ser (182) diferentes segmentos geram demantes, identidades, respostas e caminhos específicos. INFÂNCIA espaço-tempo da construção das
culturas infantis, da produção de
conhecimentos, de posicionamento
no mundo (181) criança reconhecida como
ser capaz de produzir cultura ...
significados ... (181) tempo e oportunidades
abismos estruturais (183) jovem como um lugar teológico na Igreja (185) a novidade é o atributo que melhor os define enquanto sujeitos cuja busca é entender a si, pertencer a um grupo (identidade), mudar o mundo, dar sentido para a vida e ser feliz (186) termômetro da vida e da sociedade (190) presença significativa entre os jovens... Precisamos entender melhor os sentidos do que é ser jovem segundo os próprios jovens (191) JOVENS CONECTADOS interagir mais rápido e
encurtar distâncias (194) EDUCOMUNICAÇÃO O grande desafio parece ser o modo como comunicamos os valores cristãos de modo eficiente para nossos interlocutores (196) o que esperam
de nós? (199) escuta sensível acompanhamento trabalhos
voluntários espaços de
políticas públicas ajudar a crescer
em relação vocação e
encontro com Cristo vivência
em grupo estudar os fenômenos das
infâncias e juventudes VALOR - amplos significados
na cultura atual (200) conjunto de pontos de vista, deveres, julgamentos, preferências e padrões de associação que determinam a visão de mundo de um indivíduo (200) quando internalizados... tornam-se padrão ou critério de conduta (200). base - significado - legitimidade (201)
intenção que conecta as decisões e as pessoas - equilíbrio e coerência entre teoria e prática (203) em nossa instituição, temos um estilo de condução baseado nos valores do Evangelho e do carisma marista (204) simplicidade
amor ao trabalho
justiça
espiritualidade
espírito de família
presença significativa cremos ser possível empreender com sucesso negórios iluminados por princípios oriundos do Evangelho, em que as pessoas se realizem no presente e vislumbrem futuro não apenas do ponto de vista material, como também, e principalmente espiritual (206). ocasional (171)
Full transcript