Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Humanização

No description
by

Lian Achan

on 11 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Humanização

Humanização
da Saúde
Faculdade Pernambucana de Saúde
Desumanização
Humanização
Saúde
+
"Foi provado que o riso aumenta a secreção de endorfinas, que relaxam as artérias, aceleram o pulso e baixa a pressão, melhorando assim a circulação e beneficiando
a reação imunológica."
A humanização é descrita, no campo da saúde, como uma aposta
ético-estético-política
.
Ética
porque envolve a atitude de usuários, gestores e profissionais de saúde comprometidos e co-responsáveis.
Estética
porque se refere ao processo de produção da saúde e de subjetividades autônomas e protagonistas.
Política porque está associada à organização social e institucional das práticas de atenção e gestão na rede do SUS.
2003
Política Nacional de Humanização
(PNH)
- Humanização das práticas de gestão e de atenção;
- Recriar o SUS;
- Melhoria da qualidade da atenção e da gestão da saúde no Brasil.

Fortalece
Afirma
Aposta
Valoriza
Objetivos do PNH
Valorização e respeito nas práticas de atenção e
gestão.
Disseminação das ideias para trabalhadores, gestores e usuários do SUS.
Fortalecimento de trabalho em equipe multiprofissional
Apoio à construção de redes cooperativas, solidárias e comprometidas com experiências de trocas e produção de saúde e de conhecimento
Construção de autonomia e protagonismo de sujeitos e coletivos.
Fortalecimento do
controle social
Produzir conhecimento e desenvolver tecnologias relacionais e de compartilhamento
das práticas de saúde

Elaborar projetos de saúde individuais e coletivos, considerando necessidades e políticas intersetoriais, otimizando atendimentos
HumanizaSUS também oferece cursos, oficinas e certifica experiências de humanização bem-sucedidas
"Transversalizar ao invés
de hierarquizar"
Princípios do PNH
Transversalidade
Comunicação entre profissionais a área de Saúde

Valorizar a experiência de vida – Junção de saberes

Indissociabilidade entre
atenção e gestão

Antigamente, faltava algo que tornasse a humanização um elemento concreto dentro do âmbito da saúde.
Isso deixou uma brecha para que atividades totalmente desumanas acontecessem ao longo dos anos.
EXPERIMENTOS DA MEDICINA
NAZISTA
Experiências médicas, utilizando humanos como cobaias vivas e saudáveis, que buscavam rápidos resultados afim de obter o desenvolvimento da medicina e armas químicas para serem utilizadas a favor do militarismo nazista.
Experimentos com gêmeos
Congelamentos
Antimicrobianos, venenos
Cirurgias
Esterilização
O Código de Nuremberg e a consolidação da humanização e ética na saúde
Consentimento livre e esclarecido dos pacientes
Não causar dor e sofrimento desnecessários
Resultados vantajosos para a sociedade
Não realização de quaisquer procedimentos caso haja possibilidade de invalidez ou morte
Medidas de proteção ao paciente
Profissionais qualificados
Paciente tem liberdade de se retirar e negar tratamentos (autonomia)

Caso Tuskegee
Experimento médico realizado de 1932 a 1972 pelo Serviço Público de Saúde dos Estados Unidos que envolveu seiscentos homens negros. Avaliava o progresso natural da sífilis, livre da intervenção de medicamentos
ASPECTOS DESUMANOS:
- Omissão do diagnóstico para os doentes
- Falta de informação sobre os efeitos desta patologia
- Omissão da terapêutica para o tratamento da sífilis, surgida na década de 50 ainda durante o estudo.

Como funciona a gestão dos serviços e da rede de saúde?

Gestores X Trabalhadores X Usuários

Cuidado Familiar
+
Cuidado Profissional
=
Saúde

Protagonismo, corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos

Reconhece
Incentiva
Pessoa =
cidadã de direitos

Atuação na produção de saúde


Diretrizes e Dispositivos do PNH
Acolhimento
Relação de confiança
Trabalhador/serviço

Usuário/trabalhador
ACESSO À TECNOLOGIA NECESSÁRIA AO ATENDIMENTO
TRATAR OS DIFERENTES COM SUAS DIFERENÇAS

Gestão participativa e cogestão
Hospital Estadual da Mãe (RJ)

Hospital Estadual da Criança (RJ)

Clínica ampliada e compartilhada
Paciente ativo + Médico competente
Projeto terapêutico integrado
Estudo do paciente como um todo
Valorização do trabalhador
Remuneração por desempenho
Modo de ingresso
Garantia de permanência
Acesso à cursos de complementação e congressos
Condições dignas de trabalho
Espaços para trocas e debates de ideias
Defesa dos direitos dos usuários
Atendimento humanizado sem discriminações
Acesso às informações que concernem sua saúde
Liberdade de aceitar ou não um procedimento
Liberdade de segunda opinião

O profissional de saúde não pode privar o paciente de informações sobre sua saúde
Ângela Melo de Holanda Arcoverde
Beatriz Henriques dos Santos Feitosa
Camila de Lucena Chaves
Clara de Nazaré Dantas Oliveira Carvalho
Juliana Prysthon Moraes
Lian Achan do Nascimento
Rafaela FerrazAraújo
Integrantes:
+
Atualidade
Hospital do Ursinho
Blitz da Saúde
Dia Internacional do Autismo
Adote uma Mãe
OBRIGADO!
Criar espaços saudáveis, acolhedores e confortáveis
Melhorar o trabalho na saúde
Respeitar a privacidade dos pacientes
Ambiência
Mesas de discussão
Aprendizagem coletiva
Análise de tarefas no funcionamento da unidade
Democracia Institucional
1º Período
Full transcript