Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O QUE ACONTECEU NO GETSÊMANI

No description
by

Joel Escher Costa

on 12 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O QUE ACONTECEU NO GETSÊMANI

Quando não houver saída
1 Samuel – Capítulo 30

1 Sucedeu, pois, que, chegando Davi e os seus homens, ao terceiro dia, a Ziclague, já os amalequitas tinham dado com ímpeto contra o Sul e Ziclague e a esta, ferido e queimado;
2 tinham levado cativas as mulheres que lá se achavam, porém a ninguém mataram, nem pequenos nem grandes; tão-somente os levaram consigo e foram seu caminho.
3 Davi e os seus homens vieram à cidade, e ei-la queimada, e suas mulheres, seus filhos e suas filhas eram levados cativos.
4 Então, Davi e o povo que se achava com ele ergueram a voz e choraram, até não terem mais forças para chorar.
5 Também as duas mulheres de Davi foram levadas cativas: Ainoã, a jezreelita, e Abigail, a viúva de Nabal, o carmelita.
6 Davi muito se angustiou, pois o povo falava de apedrejá-lo, porque todos estavam em amargura, cada um por causa de seus filhos e de suas filhas; porém Davi se reanimou no SENHOR, seu Deus.
7 Disse Davi a Abiatar, o sacerdote, filho de Aimeleque: Traze-me aqui a estola sacerdotal. E Abiatar a trouxe a Davi.
8 Então, consultou Davi ao SENHOR, dizendo: Perseguirei eu o bando? Alcançá-lo-ei? Respondeu-lhe o SENHOR: Persegue-o, porque, de fato, o alcançarás e tudo libertarás.
9 Partiu, pois, Davi, ele e os seiscentos homens que com ele se achavam, e chegaram ao ribeiro de Besor, onde os retardatários ficaram.
10 Davi, porém, e quatrocentos homens continuaram a perseguição, pois que duzentos ficaram atrás, por não poderem, de cansados que estavam, passar o ribeiro de Besor.

11 Acharam no campo um homem egípcio e o trouxeram a Davi; deram-lhe pão, e comeu, e deram-lhe a beber água.
12 Deram-lhe também um pedaço de pasta de figos secos e dois cachos de passas, e comeu; recobrou, então, o alento, pois havia três dias e três noites que não comia pão, nem bebia água.
13 Então, lhe perguntou Davi: De quem és tu e de onde vens? Respondeu o moço egípcio: Sou servo de um amalequita, e meu senhor me deixou aqui, porque adoeci há três dias.
14 Nós demos com ímpeto contra o lado sul dos queretitas, contra o território de Judá e contra o lado sul de Calebe e pusemos fogo em Ziclague.
15 Disse-lhe Davi: Poderias, descendo, guiar-me a esse bando? Respondeu-lhe: Jura-me, por Deus, que me não matarás, nem me entregarás nas mãos de meu senhor, e descerei e te guiarei a esse bando.
16 E, descendo, o guiou. Eis que estavam espalhados sobre toda a região, comendo, bebendo e fazendo festa por todo aquele grande despojo que tomaram da terra dos filisteus e da terra de Judá.
17 Feriu-os Davi, desde o crepúsculo vespertino até à tarde do dia seguinte, e nenhum deles escapou, senão só quatrocentos moços que, montados em camelos, fugiram.
18 Assim, Davi salvou tudo quanto haviam tomado os amalequitas; também salvou as suas duas mulheres.
19 Não lhes faltou coisa alguma, nem pequena nem grande, nem os filhos, nem as filhas, nem o despojo, nada do que lhes haviam tomado: tudo Davi tornou a trazer.
20 Também tomou Davi todas as ovelhas e o gado, e o levaram diante de Davi e diziam: Este é o despojo de Davi.
1. Quando não houver saída devemos chorar tudo que
tivermos de chorar!

2. Quando não houver saída é preciso buscar forças em
Deus

“Davi, porém fortaleceu-se no Senhor” ou “Davi reanimou-se
no Senhor” (1 Samuel 30.6).


Nos momentos mais críticos tenho buscado forças:
 Nas pessoas
 Na bebida
 No dinheiro
 Em Deus

3. Quando não houver saída busque a direção de Deus

1 Samuel 30.8 "Então, consultou Davi ao SENHOR, dizendo: Perseguirei eu o bando? Alcançá-lo-ei? Respondeu-lhe o SENHOR: Persegue-o, porque, de fato, o alcançarás e tudo libertarás."

4. Quando não houver saída disponha-se a batalhar

1 Sm 30.8b "Persegue-o, porque, de fato, o alcançarás e tudo libertarás."

30.17a "Feriu-os Davi, desde o crepúsculo vespertino até à tarde do dia seguinte, e nenhum deles escapou,"

 Pelo que é que você precisa batalhar hoje?

Um bom motivo para batalhar
Precisamos lembrar que toda e qualquer batalha que
venhamos a travar não se compara com a batalha que Deus travou
para que fossemos reconciliados com Ele. Por amor as nossas vidas
ele sacrificou seu filho na cruz do calvário.
Deus não desistiu, bem como não desistirá, mas sempre
batalhará por nós!

É fato que não há ganho sem dor, não há ascensão sem
adversidade, não há progresso sem problemas, não há vitória sem
batalha!

Tente! (Tente!)
E não diga
Que a vitória está perdida
Se é de batalhas
Que se vive a vidaTente outra vez!Tente! (Tente!)
E não diga
Que a vitória está perdida
Se é de batalhas
Que se vive a vida
Tente outra vez!
Raul Seixas
Parece que Davi chorou por três razões:
 Chorou pela dor que sentiu ao ver o cenário da destruição;
 Chorou por ter sido acusado pelos seus próprios companheiros;
 Chorou por se sentir só no meio da tragédia.

Há coisas nesta vida que são tolas, mas há coisas que de fato são dignas das nossas
lágrimas.
Jesus chorou quando chegou ao velório do seu grande amigo Lázaro. Ele não ocultou
suas lágrimas, não disfarçou, mas simplesmente chorou.
Normalmente os problemas aumentam quando insistimos em negá-los, quando
insistimos em manter o coração endurecido.
Chorar não é sinal de fraqueza, mas sim um sinal de que alguma coisa está errada, e,
algo deve ser feito. Quem chora está dizendo que não pode se conformar com a própria
catástrofe, que precisa reagir diante da crise.

 Qual tem sido a sua primeira alternativa: choro ou negação?

Davi, como a maioria de nós, descobre seus momentos mais importantes nos tempos de sofrimento e tristeza, nas épocas negras de sua vida. Mas, no seu dia mais negro, quando não tem mais ninguém a quem recorrer, ele recorre a Deus.
Como é que ele faz? Como ele se fortalece no Senhor seu Deus? Devemos observar que o autor nos dá muito poucos detalhes. Ele não nos dá uma fórmula, uma série de passos infalíveis. Vivemos em dias em que as pessoas querem uma solução rápida com cura garantida e, muitas vezes, seguindo uma série de passos visivelmente planejados - uma fórmula. Numa análise final, não creio que a vida cristã seja vivida por meio de fórmulas, mas por verdades e princípios.
Davi estava sofrendo exatamente como os seus companheiros, ele compartilhava da
mesma dor, tendo em vista que perdera suas esposas e filhos. Porém, ele foi considerado o
responsável pela catástrofe, sobre ele foi lançado toda raiva e indignação reprimida, pois
falavam em apedrejá-lo.
Davi estava no fundo do poço, pois perdera a família, perdera seus bens, e, aqueles
que antes o defendiam agora estavam contra ele. Era o fim da linha, que esperança poderia
haver em seu coração? Deus se mostrava digno de sua confiança?

Mas ao invés de culpar Deus, a Bíblia nos diz que “Davi, porém fortaleceu-se no
Senhor” ou conforme outra versão “Davi reanimou-se no Senhor” (1 Samuel 30.6), ou seja, ele
buscou forças em Deus.
Quando tudo chega ao final, com Deus ainda há uma chance, há novas expectativas,
novas possibilidades.
Davi não só se fortalece no Senhor, ele consulta o Senhor. Ele busca a Deus. Ele busca conhecer a vontade de Deus nesta situação, e depois ele a coloca em prática. Como Davi é diferente de Saul a este respeito. A força de Davi, então, parece vir da percepção de quem Deus é, do que Ele promete, e do que Ele quer que façamos. Davi talvez tenha se metido, e aos outros, numa grande confusão, devido a uma decisão imprudente, mas ele também recorre a Deus, em quem ele confia.
Davi optou por buscar a direção de Deus: “e ele perguntou ao SENHOR: “Devo perseguir
esse bando de invasores? Irei alcançá-los?” E o SENHOR respondeu:“Persiga-os; é certo que você os alcançará e conseguirá libertar os prisioneiros”. (1 Samuel 30.8)

Ele parou para buscar a direção do Senhor acerca da sua própria catástrofe. Neste
momento Deus lhe deu uma resposta positiva e animadora, eles deveriam ir, pois certamente alcançaria os inimigos e libertaria os prisioneiros.
Perceba que a resposta de Deus:
 Livrou Davi de possíveis agressões de seus próprios homens;
 Foi um remédio para o sentimento de frustração;

Pode parecer complicado, mas o que Davi fez foi simplesmente parar para ouvir o que
Deus tinha a lhe dizer sobre o assunto, e isto pode ser feito por nós quando as coisas não vão bem.

Vamos lembrar que antes de voltar a Ziclague, Davi e seus homens haviam marchado
aproximadamente quarenta km. Agora para chegar até onde os inimigos estavam com o fim
de resgatar seus familiares eles deveriam marchar mais uns 30 km, ou seja, um total de 70 km
em quatro ou cinco dias, sendo que ao final ainda teriam de travar uma batalha.
Era um esforço grande a ser realizado, mas não havia outra maneira de reverter o
cenário catastrófico.
Deus disse que a vitória era certa, mas eram eles quem batalhariam (Persiga-os; é certo que
você os alcançará e conseguirá libertar os prisioneiros - v.8).

Ninguém reverte o caos de braços cruzados. Ninguém realiza mudanças efetivas sem
a condição de partir para a batalha (Davi os atacou no dia seguinte, desde o amanhecer até a tarde... -
v.17)
Full transcript