Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Descoberta da célula e membrana plasmática

No description
by

Maria Rosa

on 15 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Descoberta da célula e membrana plasmática

Descoberta e estudo da membrana celular Célula Com o passar do tempo se concluiu que os animais também eram constituidos por células Célula Eucariótica X Célula Procariótica Membrana plasmática Com cerca de 5 nanometros de espessura a membrana plasmática é composta basicamente por fosfolipídios e proteínas, além destes a membrana de células animais também contêm colesterol.
A membrana plasmática além de delimitar a célula também desepenhará uma série de funções que veremos a seguir Permeabilidade celular A membrana plasmática delimita o espaço interno da célula isolando-a do meio externo, contudo, esse isolamento não é completo, pois a entrada de certas substâncias úteis (água, oxigênio, alimento) são permitidas por essa membrana (permeabilidade seletiva) sendo assim a membrana plasmática possui semipermeabilidade Endocitose e Exocitose Certas substâncias entram e saem das células por meio de bolsas que se formam na membrana plasmática. A descoberta da célula viva Com o desenvolvimento da microscopia > estudos das células também se desenvolveram Em abril de 1663 o físico Robert Hooke que havia desenvolvido o microscópio composto (duas lentes) apresentou materiais observados ao microscópio e nestes se incluia a cortiça na qual foi observada cavidades microscópicas (celas > células). Ao se observar partes vivas de plantas notou-se que estas também tinham pequenas cavidades porém cheias de um material gelatinoso Teoria Celular Inicialmente proposta pelos cientistas alemãs Mathias Schleiden e Theodor Schwann mas foi posteriormente complementada por novas descobertas e conclusões de outros cientistas. Se apoia em três premissas fundamentais: 1. Todos os seres vivos são formados por células e por estruturas que elas produzem; as células são, portanto, as unidades morfológicas dos seres vivos. 2. As atividades essenciais que caracterizam a vida ocorrem no interior das células; estas são, portanto, as unidades funcionais, ou fisiológicas dos seres vivos. 3. Novas células surgem apenas pela divisão de células preexistentes, por meio da divisão celular; a continuidade da vida depende, portanto, da reprodução celular. Vírus um caso à parte Acelulares &
Parasitas intracelulares obrigatórios Partes fundamentais da célula Primeiras conclusões científicas > Citoplasma, membrana plasmática/parede celular, núcleo

Conclusões posteriores > organelas e ausência de núcleo em algumas células (bactérias e arqueas) Citoplasma repleto de canais, bolsas e outras estruturas membranosas, sendo uma delas o núcleo Mais simples que as eucarióticas, não tem estruturas membranosas nem núcleo; o material genético se concentra em uma região da célula chamada nucleoide Fosfolipídios são formados por um glicerídio (gordura) combinado a um grupo fosfato com um formato parecido com o de um palito de fósforo Estrutura da membrana plasmática Os fosfolipídios que formam a membrana plasmática se apresentam em camada dupla e oposta entre si.
Os fosfolipídios dispõem-se lado a lado deslocando-se continuamente sem perder o contato entre si.
As proteínas se apresentam encrustadas na camada dupla, aderidas superficialmente ou atravessando-a de lado a lado (modelo mosaico fluido) Funções das proteínas das membranas plasmáticas Mais de 50 tipos de proteínas nas membranas celulares já foram identificadas desempenhando diversas funções: Algumas substâncias atravessam a membrana plasmática espontaneamente sem gasto de energia (transporte passivo), já outras precisam ser expulsas ou absorvidas ativamente pela membrana da célula com gasto de energia (transporte ativo) Transporte passivo X Transporte ativo Transporte Passivo Ocorre pois todas as partículas materiais estão em constante movimento e tendem a se espalhar (difundir) ex. da gota de leite no café.
Sempre ocorre da região onde as partículas estão mais concentradas para a região em que estão menos concentradas.

Condições para que substâncias entrem ou saiam da célula por difusão:
1) Membrana deve ser permeável a essa substância
2) Deve haver diferença de concentraçãoda substância dentro e fora da célula
Ex. do gás oxigênio e carbônico Difusão simples Osmose Tipo especial de difusão onde somente o solvente (água) passa pela membrana celular (já que para a água a membrana é mais facilmente permeável). A água atravessa a membrana a fim de dissolver os solutos que estão mais concentrados do lado oposto. Quando se comparam duas soluções quanto a concentração podemos classificá-las em:
1) Hipertônica - quando esta é mais concentrada em solutos em comparação à outra
2) Hipotônica - q uando esta é menos concentrada em solutos em comparação à outra
3) Isotônica - quando as concentrações de ambas são iguais No nosso corpo as células nem ganham nem perdem água pois a concentração externa e interna são iguais.
Protozoários de água doce tem que expulsar água atrávés de vacúolos pulsáteis de suas células. Difusão facilitada Poucas substâncias conseguem atravessar a dupla camada de fosfolipídios da membrana plasmática por isso muitas delas recebem a ajuda de proteínas transportadoras que que transportam moléculas específicas entre a membrana celular.
Esse transporte segue as mesmas regras da difusão:
mais concentrado > menos concentrado
e por isso não há gasto de energia pela proteína Transporte ativo Bomba de sódio e potássio Nesse tipo de transporte proteínas presentes na membrana capturam ininterruptamente íons de sódio (NA+) no citoplasma e os jogam para fora da célula ao mesmo tempo que capturam íons de potássio (K+) de fora e o transportam para dentro.
Isso gera uma diferença de concentração necessária para o funcionamento celular como das células nervosas p. ex.
Esse transporte é feito com o gasto de energia que é obtido das moléculas de ATP. ENDOCITOSE - Processo onde materias necessários a célula são capturados em bolsas formadas por invaginações da membrana
EXOCITOSE - Processo onde substâncias ou estruturas são eliminadas para o meio externo por meio de bolsas que se fundem à membrana Tipos de Endocitose Fagocitose Neste processo a célula emite expansões citoplasmáticas denominadas pseudópodes que englobam (abraçam) a partícula envolvendo-a em uma bolsa membranosa que se despreende da membrana e passa a circular no citoplasma (fagossomo)
Protozoários utilizam esse processo em sua alimentação e nossas células de defesa para a eliminação de microrganismos Pinocitose Processo onde ocorre o englobamento de líquidos e pequenas partículas pelo aprofundamento da membrana plasmática. Esse canal se estreita nas bordas e libera pequenas vesículas no interior da célula (pinossomo)
Células do intestino utilizam na captura de gotículas de lipídios Exocitose Processo onde certas substâncias que devem ser eliminadas da célula são temporariamente armazenadas no interior de bolsas citoplasmáticas membranosas que se aproximam da membrana plasmática e fundem-se a ela, expelindo seu conteúdo.
Ex.: Células eliminam restos da digestão intracelular;
Células glandulares secretam seus produtos Envoltórios externos à
membrana plasmática A membrana plasmática é relativamente frágil e na maioria das células é protegida por algum tipo de envoltório externo, que também auxilia em suas funções. Glicocálix Espécie de malha protetora externa à membrana das células animais. Formada por proteínas, glicídios, e lipídios entrelaçados que criam ao redor da célula um ambiente diferenciado, importante para que certas células executem suas funções.
Ex. o glicocálix de células do intestino retém enzimas responsáveis pela digestão de alimentos. Parede Celulósica Envoltório externo espesso e resistente de células vegetais. Quando as células vegetais são jovens possuem uma parede fina e flexível, elástica o suficiente para permitir o crescimento celular (parede primária).
Quando as células vegetais atingem o tamanho definitivo, forma-se internamente à parede primária, uma parede mais espessa e rígida (parede secundária) que além da celulose possui lignina e suberina que possuem a função de dar rigidez ao corpo das plantas (sustentação esquelética). Plasmodesmos Paredes de células vegetais vizinhas apresentam poros, por onde o citoplasma destas células se comunicam, formando uma continuidade. Essas pontes se chamam plasmodesmos.
Full transcript