Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

CICLOMOBILIDADE NA CAPITAL PAULISTANA

No description
by

Raphael Moreira

on 13 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CICLOMOBILIDADE NA CAPITAL PAULISTANA

O ideal liberal e o trânsito caótico das grandes cidades
Postagens dos leitores dos cinco principais portais de notícias do país.
A Lei 14.266 foi sancionada em fevereiro de 2007, passando a ser à primeira lei municipal brasileira que reconhece a bicicleta como modal de transporte e deslocamento urbano.
A MOBILIDADE URBANA E SEU COLAPSO
Trilha metodológica
Corpus
de pesquisa

Abordagem interpretativista;

Natureza qualitativa;

Caráter exploratório;

Estratégia de Pesquisa:
Análise do Discurso.


Teoria do Discurso (TD) de Laclau e Mouffe;


Critério de escolha:
cinco portais de notícias mais acessados (Compilação das ferramentas: Alexa, SimilarWeb e SemRush divulgado no site TOP10+);
Em ordem decrescente: UOL, TERRA, FOLHA DE SP, R7 E ESTADÃO.
Obs: O portal G1 ficou de fora por não disponibilizar espaço de postagem para seus leitores.
Recorte temporal:
postagens publicadas entre julho e dezembro de 2014;
Dados coletados
: 1892 comentários decorrentes das 102 reportagens analisadas;
Devido ao quantitativo de dados coletados, optou-se pelo critério de saturação para análise.
$1.25
Terça-feira, Setembro 15, 2015
XXXIX, EnANPAD 2015
CICLOMOBILIDADE NA CAPITAL PAULISTANA:
O USO DO ESPAÇO URBANO E AS LUTAS PELA SIGNIFICAÇÃO DO PROJETO SP400KM

Projeto SP 400 km
A crise da [i]Mobilidade Urbana e dos conflitos gerados pela implantação da malha cicloviária na cidade de São Paulo
cultura do automóvel x cultura da bicicleta.
AS DISPUTAS PELO ESPAÇO URBANO PAULISTANO
Implantação de uma rede de 400 km de vias cicláveis no referido centro urbano;

Investimento previsto na ordem de R$ 80 milhões de reais;

Principal medida da Secretaria Municipal de Transportes:

A meta 97, como é conhecida, procura promover o tráfego ciclístico, bem como integrar o modal cicloviário com os meios públicos de transporte;

Ciclovia da Av. Paulista - maior representação do projeto SP 400km;
Sentidos a favor do projeto SP 400km:


Ambiente contemporâneo de extrema mobilidade
Nomadismo
Forte impacto na vida econômica, social, política e ambiental.
Centralidade da Mobilidade Urbana
Novas perspectivas para abordar a crise da Mobilidade Urbana
Fatores apontados
como responsáveis pelo colapso da Mobilidade Urbana no Brasil
Incentivo para o uso do automóvel;
Crescimento desordenado das cidades;
O aumento das distâncias percorridas e do tempo de deslocamento;
Precariedade do transporte público.
A maior representação da crise da Mobilidade é o caos instalado nas vias dos grandes centros urbanos
Prejuízos sociais;
Prejuízos econômicos;
Prejuízos ecológicos.
A [i]mobilidade urbana
O ideal liberal
"o discurso não é simplesmente aquilo que traduz as lutas ou sistema de dominação, mas aquilo porque, pelo que se luta, o poder do qual nos queremos apoderar".

(FOUCAULT, 2013)
"abordagem pós-estruturalista, que assume um conceito de discurso que inclui todas as práticas e significados sociais conferidos por sistemas de regras específicas que advém de construções histórica e política produto das interações sociais".

(CORDEIRO; MELLO, 2010)
AS LUTAS PELA [RE]SIGNIFICAÇÃO DO ESPAÇO URBANO PAULISTANO E SUAS ARTICULAÇÕES
TABELA 01 – Alguns sentidos gerados pela construção das ciclovias na cidade de São Paulo.
CONCLUSÕES
Representações do liberalismo tornam-se o
modus operante
da sociedade contemporânea.
e
Objetivo
Compreender as significações em torno do Projeto SP 400km.

Disputas pelo uso do espaço urbano paulistano;

Batalhas pela fixação dos significados:

Antagonismo: cultura do automóvel vs cultura da bicicleta
Sentidos em torno do automóvel
Contra:
Responsável pelo caos no trânsito;
"Devorador" do espaço público;
Tecnologia individualista;
Ditadura de uma minoria;
Segregação social;
Instrumento de poder;
Poluidor;
Ineficiente;


A Favor:
Única opção decente de transporte;
Conquista da classe média;
Liberdade;

Contra:
Ditadura de uma minoria;
Equipamento destinado ao lazer;



A Favor:
Ato de Libertação (com relação ao uso do automóvel);
Full transcript