Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O CURRÍCULO NO ENSINO MÉDIO,SEUS SUJEITOS E O DESAFIO DA FORMAÇÃO HUMANA INTEGRAL

Prezi baseado no módulo 3 sobre a proposta do MEC para formação de professores do EM (Poço Verde/Se)
by

Jorge Schalgter Leal

on 16 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O CURRÍCULO NO ENSINO MÉDIO,SEUS SUJEITOS E O DESAFIO DA FORMAÇÃO HUMANA INTEGRAL

O currículo era fragmentado para valorizar alguma áreas do conhecimento voltando-se para memorização de conceitos sacrificando a potencialidade explicativa do conhecimento a fim de um formalismo extremo focado na competição ao ensino superior e ao mercado de trabalho.
O CURRÍCULO NO E.M.
+
:
Do the 'squint test' on your
The 'Zen' approach
Prezi
Background metaphor: Reach towards the stars!
Move around
Scale around
Option
Foundation
Progress
Future
Option
Main topic
details
details
Income
Expense
DIMENSÕES DO EM
CURRÍCULO

FORMAL
- adquire-se materialidade por meio das práticas vivenciadas na sala de aula; chamado de currículo vivo (ação - dimensão real).
TRABALHO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA
to find, then express relations
Simple and stylish, but it doesn't
give us the detail we need to truly understand
Working spatially, you can compress the information into a meaningful overview structure.
You can zoom to see the relationships in more detail if needed.
Clusters of content to reinforce meaning.
Squint and view your overview from a distance - does it still make sense?
This overview has been blurred,
but can you still guess the overall theme?
If not, how do you expect your audience to understand?
Overview
"Okay, but how does this work for my presentation?"
CULTURA
Lando Calrissian
Darth Vadar
Ewoks
Han Solo
The Intergalactic Empire
MISSION:
CONTINUE BEING EVIL
Imperial ground forces
Emperor Palpatine
Calamari Cruiser
Mission:
Blow up Death Star (again)
Save Galaxy (again)
The Rebel Alliance
Admiral Ackbar
Characters :
:Characters
Millenium Falcon
Ships:
Luke Skywalker
Ships:
Tie Fighters
AT-ST Walkers
Super Star Destroyer
Death Star
X-Wing
Example:
The overview structure implies the tension
between the two sides
- it can be conveyed even at a distance where we can't see the details
team
team lead
approver
Goal
metric / target
Small Teams
reach the Goal
Here, the lesser value is smaller in scale
Smaller items in the cluster
visually indicate sub-levels
RECONHECIMENTO DO CURRÍCULO COMO UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA
A ação educativa é intencional e fundamenta-se no reconhecimento de alguns pontos de partida e na definição de algumas finalidades para obter um diagnóstico da realidade da escola tendo em vista a elaboração de seu PPP.
MONITORAR É PRECISO
Um diagnóstico pode se tornar um processo coletivo de avaliação de como a escola tem se organizado, das dificuldades que tem encontrado, das possibilidades de superação dessas dificuldades e do avanço em direção a uma melhor qualidade da educação.
PLANEJAR E CONSTRUIR
Há a necessidade de se priorizar a busca da unidade entre o que se planeja e o que se realiza.
O planejamento escolar deve partir da realidade concreta e estar voltado para atingir as finalidades da educação básica definidas no projeto coletivo da escola.
ONDE ESTÁ O PLANEJAMENTO?
As teorias sobre o currículo estiveram relacionadas à busca de maior eficiência da escola.
AS RELAÇÕES DE PODER
Ao planejar a atividade curricular deve-se problematizar o modo como as relações de poder e dominação presentes na sociedade vão sendo institucionalizadas no interior da escola, bem como que se discutem e se evidenciam as possibilidades de implementar resistência a elas.
CONSTRUÍNDO NOSSA PRÁTICA
1. "Que objetivos educacionais deve a escola procurar atingir?
2. Que experiências educacionais podem ser oferecidas que tenham probabilidade de alcançar esses propósitos?

UNINDO AS DIMENSÕES
Que relações existem entre o que eu ensino e o mundo do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura?"
TRABALHO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E CULTURA
Sobre a prática em sala de aula:
CONSTRUÇÃO COLETIVA
Os jovens podem trilhar caminhos diferentes pois dispõem de uma margem de escolha e de autonomia para traçar seus próprios destinos. Eles são sujeitos das próprias ações.
Seus sujeitos e o desafio da formação
humana integral.

Por Jorge Schalgter Leal
As DCNEMs elegem o
TRABALHO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA e CULTURA
como base da proposta e do desenvolvimento curricular.
Essas dimensões inserem o contexto escolar no diálogo com os sujeitos e com suas necessidades em termos de formação e que se integre à totalidade dos componentes curriculares.
DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA O ENS.MÉDIO
Quais práticas vivenciadas por alunos e professores ainda permanecem como desafio e que ações podem ser desencadeadas com vistas a aproximar a realidade de sua escola da perspectiva posta pela experiência?
O planejamento curricular orientou-se, no início do século XX, pela transferência de técnicas de organização do trabalho fabril para a escola.
3. Como organizar eficientemente essas experiências educacionais?
4. Como podemos ter a certeza de que esses objetivos serão alcançados?" (SILVA,2000)
DIMENSÕES:
CURRÍCULO OCULTO
Decorre das relações entre aluno e professor nos momentos formais e informais nos quais trocam ideias, valores etc. cujos conteúdos também são da formação, mesmo que não se houvesse explicitado sua intencionalidade.
FOCO NO SUJEITO
UM DIA A DIA QUE NÃO ATRAI
A maioria das escolas é pouco atraente; não estimula a imaginação criadora e oferece pouco espaço para novas experiências, debate público, atividade cultural e informativa ou passeio que amplie os territórios do conhecimento.
Na segunda metade da década de 70, questionava-se a busca da eficiência (pedagógica e social) e a redução do currículo à dimensão técnica, ignorando a dimensão política.

Chega-se então as ideias de emancipação e as de libertação.
Faz referência à produção de conhecimentos e de cultura pelos grupos sociais como também para a organização pedagógica-curricular da educação básica.
TRABALHO
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
A ciência forma conceitos e métodos cuja objetividade permite a transmissão para diferentes gerações ao mesmo tempo que podem ser questionados e superados historicamente no movimento permanente de construção de novos conhecimentos.
FINALIDADES DA EDUCAÇÃO BÁSICA
+ Propiciar o desenvolvimento físico, intelectual social e emocional do aluno tendo em vista a construção de sua autonomia intelectual e moral;
+ Incentivar o gosto pela aprendizagem, investigação, conhecimento e pelo novo;
+ Exercitar o pensamento crítico por meio do raciocínio lógico, da criatividade e da superação dos desafios;
+ Estimular o pensamento psicomotor, as habilidades física, motora etc.
+ Propiciar o domínio de conhecimentos básicos nas áreas de Matemática, Português, História, Geografia ...

UMA AÇÃO CURRICULAR INTEGRADA PARA UMA EDUCAÇÃO INTEGRAL
O conhecimento escolar torna-se elemento essencial do desenvolvimento cognitivo do aluno bem como de sua formação ética, estética e política.
CURRÍCULO: O CORAÇÃO DA ESCOLA
A escola deve ser capaz de organizar o currículo e desenvolver atividades relacionadas às dimensões do trabalho, da ciência, da tecnologia e da cultura visando atender às necessidades e características do aluno.
O QUE SE MUDA COM O NOVO MODELO?
FORMAÇÃO PROPEDÊUTICA
Foca no ensino introdutório - nos conhecimentos mínimos para o aprendizado em diversas disciplinas sem a proficiência.
NOVA FORMAÇÃO
TRABALHO CIÊNCIA
TECNOLOGIA CULTURA
A educação escolar possui sempre um duplo caráter: o da adaptação e da emancipação,o da produção da identidade e da diferença.
O CURRÍCULO DEVE SER:
+ Inclusivo e intercultural;
+ O ideal entre formação geral e profissional;
+ Um caminho formativo motivador, tanto pela integração entre as dimensões quanto pela prospecção de um futuro melhor;
+Articulado com a formação cultural e com o trabalho produtivo;
+ Próximo das ciências naturais e humanas.


Por Jorge Schalgter Leal
Formado em Letras/Port/Inglês pela UFS
Pós-graduação em Língua
Inglesa pelo Instituto Pró-Saber e
Florida International University (EUA)
Membro da International
Exchange Alumni do Dep. de Estado dos EUA.
E-mail: cnnpv@yahoo.com.br
Facebook: Jorge Schalgter Leal
CEPJO - Poço Verde/Se
Full transcript