Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

AULA 3 Abordagens semânticas na preservação conceitual da informação.

No description
by

gabriela previdello

on 24 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of AULA 3 Abordagens semânticas na preservação conceitual da informação.

AULA 3
Abordagens semânticas na preservação conceitual da informação.
"informação estruturada que descreve, explica, localiza e torna-a de fácil recuperação, uso ou gestão."(NISO, 2004).
Por conta da "explosão da informação" os metadados são empregados para a comunicação entre diferentes domínios.
METS
Metadata Encoding and Transmission Standard

http://www.loc.gov/standards/mets/
Pacote de formatos para
codificar e transmitir os metadados.
PROJETOS para gestão de metadados incluem em seus procedimentos: a preservação dos próprios metadados, questões de interoperabilidade entre sistemas e a extração automatizada de metadados.

TIPOLOGIA DOS METADADOS
METADADOS DEFINIÇÃO:
descritivos
estruturais
administrativos
contexto
NORMAS ISO
Os metadados auxiliam a localização da informação e possibilitam o entendimento dos dados, para sua reanálise ou integração com outras fontes de dados.
Metadados são um pré-requisito para a reutilização
da informação.
USO DOS METADADOS
Metadados carregam as informações descritivas e contextuais de um objeto digital e garantem sua preservação ao longo do tempo.
característica fundamental do metadado é que ele é ao mesmo tempo legível por máquinas e por pessoas
DCMI
Dublin Core Metadata Initiative

http://dublincore.org/
O DC mantém um núcleo de quinze elementos de metadados, que podem ser expandidos, no intuito de construir interoperabilidade entre sistemas e entre domínios.

Para documentlike-
objetos, tende a haver uma forte ênfase na
os tipos de informação, tradicionalmente utilizados pelos
catálogos de bibliotecas ou Resumos e Indexação
serviços, e.g. autor e editor nomes, títulos,
resumos, descritores, etc O MARC
(Catalogação Machine-Readable) formatos
tradicionalmente utilizado pelas bibliotecas têm traduzido
bem para o mundo através da metadados
prestação de coisas como o MARC21 XML
esquema
Os metadados são uma representação da informação.
dados sobre dados
ou
informação sobre a informação
A Library of Congress em parceria com universidades, empresas de TIC, organizações não governamentais, etc., liderados pela OCLC, lançaram o DC em 1995.

A proposta era a padronização das informações sobre os arquivos digitais e chegaram a um número mínimo de elementos para a identificação de um objeto digital.
descobrir fontes de informação
recuperar a informação
gerir recursos informacionais
gerir documentos de arquivo
facilitar o compartilhamento de dados
reutilizar dados
promovem a INTEROPERABILIDADE SINTÁTICA E SEMÂNTICA
Modelo OAIS para preservação de metadados

https://www.oasis-open.org/
Padrão mantido pelo Library of Congress's
Network Development e pelo MARC Standards Office.
É um esquema XML.

O World Wide Web Consortium (W3C) é a mais importante organização internacional para padrões da www.

Fundado e atualmente liderado por Tim Berners-Lee no MIT (Massachusetts Institute of Technology), o consórcio conta com 379 membros e uma equipe que trabalha integralmente para o consórcio.
World Wide Web Consortium (W3C)

http://www.w3.org/
WEB SEMÂNTICA
Limitações da Web HTML e suas conexões hipertextuais:

informação desestruturada
baseada em mecanismos de reconhecimento de caracteres e não de conceitos
A Web Semântica é uma extensão da Web que conhecemos e permite uma melhor relação entre computadores e pessoas. Possibilita que as máquinas entendam os dados.
DDI
Data Documentation Initiative

http://www.ddialliance.org/
ciências sociais, de comportamento e econômicas.
ISO 15489
Information and documentation –
Records management.
ISO 23081
Information and documentation -
Managing metadata for records
http://www.iso.org/iso/home/search.htm?qt=METADATA&sort=rel&type=simple&published=on
Nome| Identificador
1 Abrangência| Coverage
2 Assunto| Subject
3 Colaborador| Contributor
4 Criador| Creator
5 Data| Date
6 Descrição| Description
7 Direitos| Rights
8 Fonte| Source

9 Formato| Format
10 Identificador| Identifier
11 Idioma| Language
12 Publicador| Publisher
13 Relação| Relation
14 Tipo de Recurso| Type
15 Título| Title

O padrão define um pacote de informações para preservação de metadados, que devem ser incorporadas ao objeto digital de um arquivo.
ESTABILIDADE
REFERÊNCIA
CONTEXTO
PROVENIÊNCIA
Preservation Description Information (PDI)
Metadados técnicos e estruturais = Informação de Conteúdo (bit stream)

Abrangem informações estruturais e semânticas
Metadados descritivos, administrativos e contextuais
web semântica baseia-se em triplas:
modelo RDF

sujeito - predicado - objeto
metadados
ontologias
vocabularios controlados
LOD
LINKED OPEN DATA
dados identificados por urls: ID do objeto
exemplos de LOD:

EUROPEANA
http://www.europeana.eu/

BBC MUSIC
http://www.bbc.co.uk/music
O conjunto ficou conhecido como Dublin Core (DC) e é mantido pela Dublin Core Metadata Initiative. Em 2003, o DC tornou-se o padrão ISO 15836, tendo sido antes o ANSI Z39.85
REFERÊNCIAS:

CARO-CASTRO, Carmen. Vocabularios estructurados, Web Semántica y Linked Data: oportunidades y retos para los profesionales de la documentación. 2012. Disponível em: http://gredos.usal.es/jspui/bitstream/10366/121953/1/ccaro_SeminarioUFF.pdf

SAYÃO, Luís Fernando. Uma outra face dos metadados: informações para a gestão da preservação digital. Encontros Bibli: revista eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 15, n. 30, p. 1-31, 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2010v15n30p1.

ROTHENBERG, Jeff. Ensuring the longevity of the digital documents. Scientific American, p. 24-29, January, 1995. Disponível em: http://www.library.cornell.edu/library/dig-info-paper.rothenberg.pdf
FESPSP
Pós-Graduação Gestão da Informação Digital
Disciplina: Preservação e segurança da informação
Docente: Gabriela Previdello

2.2015

National Archives and Records Administration,
Library of Congress,
British Library,
Bibliothèque nationale de France,
National Library of the Netherlands,
the Digital Curation Centre
OCLC (the Online Computer Library Center),
JSTOR (Journal Storage) scholarly journal archive.
http://www.bbc.co.uk/ontologies
http://dcevents.dublincore.org/IntConf/dc-2015/schedConf/
Full transcript