Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aspectos Psicológicos da Sexualidade na Adolescência

No description
by

Karina Campos Drumond

on 3 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aspectos Psicológicos da Sexualidade na Adolescência

Aspectos Psicológicos da Sexualidade na Adolescência
Características do Comportamento Adolescente
Iniciação Sexual
Os estudos mais recentes da Organização Mundial da Saúde revelam que 22% dos adolescentes já haviam iniciado atividade sexual aos 15 anos de idade. O mesmo trabalho inferiu que a iniciação sexual precoce está associada com o não uso, ou uso inadequado de preservativos e suas consequências (gravidez precoce, DST/AIDS) (CURRIE et al., 2008).
Nos Estados Unidos, um inquérito realizado, em 2007, entre escolares do 9º ano do ensino fundamental até o 12ºano (equivalente ao ensino médio), verificou que 47,8% dos escolares já tinham iniciação sexual e 89,5% dos escolares receberam na escola orientação sobre DST/AIDS (TRENDS..., 2007b).

Os dados levantados na PeNSE revelaram que 30,5% dos escolares já tiveram relação sexual alguma vez. A frequência de escolares adolescentes do sexo masculino que tiveram relação sexual foi de 43,7% e entre os escolares do sexo feminino a proporção foi de 18,7%.
Quando é a hora?
Não existe idade exata para iniciar a vida sexual.

Precisamos aceitar, ainda que a contragosto, que esta decisão não é nossa.
Iniciação Sexual Precoce
A iniciação sexual antes dos 16 anos tem aumentado e muitas vezes vem acompanhada de sentimento de culpa: grande parte dos adolescentes que iniciaram suas experiências sexuais precocemente, se arrependem e referem que desejariam ter esperado mais tempo
Karina Drumond
1) Busca de si mesmo e de identidade
2) A tendência grupal
3) Necessidade de intelectualizar e fantasiar
4) Crises Religiosas
5) A vivência do tempo
6) A sexualidade
7) Atitude Social Reinvindicatória
8) Condutas Contraditórias
9) Separação Progressiva dos Pais
10) Constantes flutuações de humor
Relevante saber:
Os índices de atendimento do SUS demonstram o crescimento do número de internações para atendimento obstétrico nas faixas etárias de 10 a 14, 15 a 19 e 20 a 24 anos. As internações por gravidez, parto e puerpério correspondem a 37% das internações entre mulheres de 10 a 19 anos no SUS.

De 2000 para 2012, houve um aumento de 56% ne infecção pelo vírus HIV em jovens masculinos, na faixa etária de 15 a 24 anos.



Pesquisadores do MRC Social and Public Health Sciences Unit, da Escócia, avaliaram 7395 estudantes adolescentes (3665 meninos e 3730 meninas) acerca de suas experiências sexuais e suas atitudes frente às mesmas. Cerca de 30% das meninas e 27% dos meninos relataram que a sua primeira relação sexual ocorreu muito cedo ou que até mesmo não deveria ter ocorrido. Os meninos referiram arrependimento por terem pressionado as parceiras a praticarem sexo e elas, por sua vez, por terem cedido à pressão ou por não terem planejado a relação sexual.
Considerando tais aspectos levantados, fica claro que nossos jovens ainda carecem de orientação eficiente, para que construam uma visão mais saudável da sexualidade e para que escolham o momento em que realmente estejam preparados para assumir a iniciação sexual.

Mas, como?
É necessária uma atitude de abertura, evitar o endurecimento da autoridade e o não reconhecer ao adolescente qualquer tipo de direito, pois esta atitude unida à conduta típica da idade pode provocar os choques mais violentos.
Valores que não podem deixar de ser transmitidos:
1) O respeito por sí próprio e pela sua dignidade enquanto pessoa.
2) O respeito pelo outro. A ninguém é permitido ver o outro como meio de satisfação de suas necessidades
3) O acesso a informação. Responder o que o adolescente quer saber de forma honesta e não preconceituosa.
4) Ajudar o adolescente a desenvolver o espírito de cfrítica, a capacidade de raciocínio e a reflexão para escolher o que lhe convém.
Redes Sociais
Ao presentear nossos filhos com um celular com câmera e acesso a internet, devemos estar cientes de:

- Estarmos fornecendo acesso à informação, sem filtro, sem avaliação prévia, muitas vezes falsa e deturpada em sua realidade.

- "UMA vez na rede, SEMPRE na rede"

- Qual o limite da minha exposição nas redes sociais?

- O que me traz de sensações e sentimentos esta exposição?


Full transcript