Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Fundamentos da estrutura Organizacional

No description
by

Beatriz Barison

on 23 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Fundamentos da estrutura Organizacional

Fundamentos da estrutura Organizacional
O que é estrutura organizacional?
Modelos organizacionais mais comuns
Por que as estruturas diferem entre si?
Os modelos organizacionais e o comportamento do funcionário
Especialização no trabalho
Departamentalização
Cadeia de comando
Amplitude de controle
Centralização e descentralização
Formalização
Opções de novos Modelos
A estrutura de equipe
A organização virtual
A organização sem fronteiras
Estratégia
Tamanho da organização
Tecnologia
Ambiente
A estrutura da organização pode ter efeitos significativos sobre o desempenho do seus membros
Isto esta fortemente ligado a satisfação dos funcionários
Mas não se pode generalizar porque não é todo mundo que prefere a liberdade e a flexibilidade das estruturas orgânicas
Qualquer discussão sobre os efeitos do modelo com o comportamento dos funcionários precisa considerar as diferenças individuais
Foco em especialização do trabalho:
Modo geral: contribui para uma maior produtividade do funcionário, mas o preço é a redução de sua satisfação no trabalho porque ignora as diferenças individuais e o tipo de trabalho que cada pessoa realiza.
Não é uma fonte inesgotável de produtividade mais alta.

Para saber então o porcentagem de trabalhadores que preferem este tipo de trabalho se pode usar a escolha das carreiras porque estas são auto-selecionadas.
Os resultados negativos da alta especialização tem maior probabilidade de aparecer em carreiras de profissionais com alta qualificação
Desejado por indivíduos com grande necessidade de crescimento pessoal e de diversidade.

Foco em amplitude de controle:
Não tem evidencia suficiente para corroborar uma relação.
Ate hoje não é possível afirmar a relação e o motivo pode ser as diferenças individuais.
Fatores como as experiências e as capacidades dos funcionários, bem como a estrutura de suas tarefas, possam explicar quando uma amplitude de controle grande ou pequena contribuirá para seu desempenho e satisfação.

Foco na centralização:
Geral: as organizações menos centralizadas possuem uma quantidade maior de participação no processo decisório o qual esta positivamente relacionado com a satisfação no trabalho.
Mas surgem novamente as diferenças individuais.
Esta relação e mais forte entre os funcionários com baixa autoestima.

Obrigado!
Comportamento Organizacional
Grupo:
Beatriz Paro Barison
Marcella Benatti
Maíra Lagazzi
Carolina Giagio
Pedro Origuela
Luisa Pastrana
FEA-RP USP
• Equipes como meio básico de coordenação;
• Principal característica: desmonta barreiras departamentais e descentraliza o processo decisório no nível das equipes de trabalho;

Empresas menores
Empresas maiores
Pode definir a organização inteira;
Estrutura de equipe complementa o que seria uma burocracia típica (permite que a organização obtenha a eficiência de padronização burocrática ao mesmo
tempo que consegue a flexibilidade proporcional pelas equipes)
• Organização pequena que terceiriza a maior parte das funções de negócios.
• Estruturalmente: altamente centralizada com pouca ou nenhuma departamentalização;
• Grandes empresas adotam a estrutura virtual geralmente para terceirizar a manufatura- há uma busca pela flexibilidade máxima (permite contratar uma prestação de serviços sempre que seu dirigente perceber que os outros podem fazer o serviço melhor ou mais barato);

Mecanicista
Orgânica
X
Burocracia
Departamentização
Alta formalidade
Rede limitada de informações
Processo decisório
Achatado
Equipes multifunionais
Baixa formalidade
Ampla rede de inormações
Processo decisório
A Estrutura deve seguir a estratégia da empresa;
As três dimensões da estratégia
Inovação (Apple, 3M)
Minimização de custos (controle de custos e gastos, reduz preço de venda de produtos básicos, etc).
Imitação (minimizar riscos e maximizar as oportunidades de lucro).
Empresas maiores - mais especialização, departamentização e mais níveis verticais, assim como mais regras e regulamentos internos.
Modelo Mecanicista.
As tarefas rotineiras estão associadas a estruturas mais verticalizadas e departamentizadas.
Tecnologia e Formalização - Linha de montagem automotiva.
As atividades não rotineiras são personalizadas
"O ambiente de uma organização é composto pelas insituições ou forças externas que têm o potencial de afetar o seu desempenho".
As incertezas do ambiente afetam a estrutura da organização.
Ambiente estável versus ambiente dinâmicos.
Abundante
Estável - Volatividade
Dinâmico
Complexo - Complexividade
Escassso - Capacidade
Simples
Mecanicista
Orgânica
Definir como as tarefas são formalmente distribuidas, agrupadas e coordenadas
Elementos básicos: especialização do trabalho, departamentalização, cadeia de comando, amplitude de controle, centralização e descentralização e formalização.

Inicio-se com Henry Ford
descrever o grau em que as tarefas dentro da organização são subdivididas em funções isoladas
Na primeira metade do século XX era vista pelos executivos como fonte inesgotavel de produtividade
Em 1960 nota-se a existencia de limites
Agrupar as atividades para que as terefas comuns possam ser coordenadas
Funções desempenhadas
Produtos
Critérios Geograficos ou Territoriais
Processo
Clientes
O que é ?
Conceitos chave:
Autoridade
Unidade de comando

Relevância em depressão devido a evolução da tecnologia e ao acesso de informações, tornando os funcionários mais autônomos na tomada de decisões

Qual o numero de funcionários que o gerente consegue coordenar com eficiência ?
Na teoria, quanto maior a amplitude, mais eficiente será a organização
Na prática, amplitudes muito grandes podem prejudicar o desempenho dos funcionários por falta de supervisão por parte dos chefes

Vantagem de uma aplitude pequena:
Possibilita aos gerentes um controle e contato mais próximo com seus funcionários e seus trabalhos

Desvantagens de uma aplitude pequena:
Onerosa por necessitar de mais administradores, ou seja, maior gasto com honorários
Comunicação vertical mais complicada, podendo retardar o processo de troca de informações e decisões
Se muito rígida a supervisão dos funcionários, pode prejudir a autonomia dos mesmos

Vantagens X Desvantagens da Amplitude pequena
Uma empresa centralizada é vantajosa para pequenas organizações, onde a tomada de decisões cabe aos altos executivos e seus subordinados simplesmente as cumprem
Em uma empresa descentralizada, as decisões mais básicas são tomadas por executivos intermediários por estarem mais próximos a ação

Tendência atual para a descentralização do processo decisório:
Mais flexíveis
Solução de problemas mais rápidas e com mais pessoas participando
Funcionários se sentem mais próximos das decisões que os afetam

Padronização
Quando muito alta, incapacita a autonomia dos funcionários devido a regras e protocolos que devem ser seguidos
Elimina soluções alternativas e desistimula sua busca pelos funcionários

Tipo de estrutura para pequenos negócios.
Características: não é elaborada, apresenta um baixo grau de departamentalização (estrutura mais “achatada”) e uma grande amplitude de controle, a autoridade é centralizada em uma única pessoa (processo decisório central) e há pouca formalização.
Pontos fortes: Simplicidade que resulta na agilidade da execução das tarefas, na flexibilidade e na manutenção barata, além de os papéis se manterem claros e bem definidos.
Pontos fracos: altos riscos no processo decisório devido à centralização (dependência em um único indivíduo) e ser inadequada para grandes empresas.
Observação: à medida que uma organização cresce, há a sobrecarga no topo e assim o processo decisório se torna mais lento.

Estrutura Simples

Características: processos padronizados, divisão por especialização em departamentos funcionais, coordenação e controle, grande formalização (regras e regulamentos), pequena amplitude de controle e autoridade centralizada, em que processo decisório acompanha a cadeia de comando.
Pontos fortes: eficiência com a padronização e uma economia com os departamentos funcionais que geram a duplicação mínima de pessoal.
Pontos fracos: existência de conflitos entre as unidades de funcionalidades diferentes, além das metas das unidades funcionais poderem se sobrepor às metas da organização como um todo.

Neste tipo de estrutura as regras e os regulamentos, com os processos padronizados, substituem muitas decisões dos executivos, diminuindo a necessidade de pessoas inovadoras e confiáveis para tomar as decisões.
Observação: A burocracia só é eficiente enquanto as pessoas internas a esta organização enfrentam problemas já conhecidos, que já tenham regras programadas de decisão, não há abertura para manobras para situações que não se encaixam exatamente às regras.

Burocracia
Estrutura Matricial
Estrutura esta que rompe com o conceito de unidade e comando, havendo a existência de 2 chefes, gerente do departamento funcional e o do produto (dupla cadeia de comando).
Características:

Funcional

Ponto forte: economia gerada pelo agrupamento dos especialistas;
Ponto fraco: dificuldade de coordenar as tarefas dos diversos especialistas de acordo com o orçamento e prazo.

Por produto

Ponto forte: facilidade de coordenação entre os especialistas com os prazos e orçamento.
Ponto fraco: aumento do custo devido à duplicação das atividades

Pontos fortes: o contato direto e frequente entre os diversos especialistas melhora a comunicação e aumenta a flexibilidade (informação flui com mais facilidade), minimização das “buropatologias” e facilidade de alocar os especialistas de forma eficiente.
Pontos fracos: disputas pelos poder que gera estresse dos indivíduos e conflito entre os diversos gerentes, além do conflito de papéis devido à existência de mais de um chefe.

Observação: diferente da burocracia, que reduz a luta pelo poder pela definição exata das regras do jogo e processos padronizados.

Observação: este tipo de estrutura facilita a coordenação quando a organização realiza uma multiplicidade de tarefas complexas e independentes. Ela também traz as vantagens da economia de escala, oferecendo os melhores recursos e maneiras efetivas de garantir a utilização eficiente destes.

Organização virtual
Burocracia típica
Terceiriza funções e se concentra naquilo que pode fazer de melhor (para a maioria das empresas norte-americanas isso significa focar em projeto ou marketing)
Pesquisa e desenvolvimento feitos internamente; produção ocorre nas fábricas da empresa e as vendas e o marketing são realizados por funcionários próprios- empresa precisa contratar mais funcionários
• Busca eliminar as cadeias de comando, ter amplitude ilimitada de controle, e substituir os departamentos por equipes autônomas .
• Se apoia fundamentalmente na tecnologia de informação, por isso, pode ser chamada também de estrutura de organização de formato-T (baseado em tecnologia);
• Ao remover as fronteiras verticais, a administração “achata” a hierarquia e os cargos e status perdem a importância;
• Os departamentos funcionais criam fronteiras horizontais que dificultam a interação entre as funções, linhas de produtos e unidades. A maneira de reduzir essas barreiras é substituir os departamentos funcionais por equipes multifuncionais e organizar as atividades em torno desses processos;
• Outra maneira de eliminar as barreiras horizontais utilizando as transferências laterais e fazendo o rodízio de pessoas entre áreas funcionais diferentes;
Full transcript