Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MAÇONARIA: HISTÓRIA E RITUAIS

No description
by

Leonardo Fries

on 19 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MAÇONARIA: HISTÓRIA E RITUAIS

MAÇONARIA: HISTÓRIA E RITUAIS


O que é maçonaria?
“objetivo principal é desenvolver o princípio da fraternidade e da filantropia; associação de pedreiros-livres; franco-maçonaria.”;
Fraternidade que busca um equilíbrio mental e espiritual;
Buscam sempre melhorar e ajudar o próximo.
Doutrinas:
Grande Arquiteto do Universo;
Aperfeiçoamento moral e espiritual;
Pátria e Família;
Arte Real, prezam o trabalho;
Amparo moral em primeiro lugar, depois o financeiro;
Não ser escravo da falsidade e ignorância;
Valor moral é essencial;
Todo pensamento deve ser inovador e criador, engrandecendo o espírito.
Breve história
Várias hipóteses de origem;
Egito Antigo, devido a relação que ambos tem com arquitetura;
Essênios, pregam os mesmos valores;
Descendência mais provável: Ordem do Pedreiros Livres;
Povo nômade, que iam de cidade em cidade construindo;
Ordem do Cavaleiros Templários;

O que leva os maçons a se esconder tanto? Estes são os mistérios que todos querem saber, que segredos os maçons guardam? As respostas para essas perguntas estariam dentro dos templos?
As reuniões privadas dos maçons são chamadas de tenidas, ou seja, reuniões privadas para a prática de rituais ou para a discussão de assuntos através de uma liturgia que os ordena. Nesses templos, tudo de uma razão de ser, como e qual direção seguir, os gestos e sinais, onde cada um se localiza o que deve ser dito e o que não deve ser dito.
Os maçons se reúnem regularmente e também celebram rituais ou tenidas especiais, tanto abertas como fechadas, para tratar de diversos assuntos. Desde celebrar iniciações, até cerimônias de reconhecimento conjugais, ou rituais que giram em torno da morte. Todos os seus rituais estão voltados para os simbolismos
O número 3 é o número maçom e está presente em todo o seu simbolismo.



Para entrar no templo é necessário conhecer as senhas e sinais. E nenhum profano pode entrar nesses templos
Ritos Maçônicos
Rito maçônico um conjunto sistemático de cerimônias e ensinamentos, que variam de acordo com o período histórico, conotação, objetivo e influência de outras seitas esotéricas que porventura penetrem na Ordem.
Adonhiramita: Criado pelo Barão de Tschoudy, ilustre escritor, em Paris, França no ano de 1766, de caráter místico e cerimonial, atualmente só em funcionamento no Brasil.

Brasileiro: Rito que se originou em 1878 em Recife, com o primeiro movimento maçônico brasileiro, ficou adormecido até que em 1976 por iniciativa de Lauro Sodré, Grão Mestre, deu o caráter de regular, legítimo e legal para o rito. Este sofreu ainda atualizações, para a sua forma atual



Escocês Antigo e Aceito: Derivou-se do Rito de Heredon, em 1º de maio de 1786 foram fixados as regras e seus fundamentos, composto até hoje de 33 graus, atualmente é o rito mais difundido nos países latinos.

Escocês Retificado(1782): Como o próprio nome afirma, este rito consiste numa reformulação do R.E.A.A. e o objetivo era retirar um conteúdo por alguns considerado desnecessário.
Adoção: Criado pelo grande Cagliostro na França em 1730, e reconhecido pelo Grande Oriente da França em 1774, trata-se de um rito voltado de temática egípcia, voltado para mulheres.

Francês ou Moderno: A história deste rito se inicia em 1774, com a nomeação de uma comissão para se reduzir os graus, deixando apenas os simbólicos. No princípio, houve uma forte oposição, então a comissão decidiu deixar 4 dos principais graus filosóficos. Com o decorrer do tempo, lojas adotaram o rito, hoje em dia é muito praticado na França e nos países que estiveram sob sua influência.
Além disso, a Maçonaria possui Rituais para a inauguração do "templo", para o "batismo maçônico", para o banquete, o ritual de casamento, o ritual fúnebre, etc.
LOJA OU GRAUS SIMBÓLICOS
31. Inspetor Inquisidor
32. Mestre do Segredo Real
33. Grande Soberano Inspetor Geral

1. Aprendiz
2. Companheiro
3. Mestre
4. Mestre Secreto
5. Mestre Perfeito
6. Secretário Íntimo
7. Chefe e Juiz
8. Superintendente do Edifício
9. Mestre Eleito dos Nove
10. Ilustre Eleito dos Quinze
11. Sublime Mestre Eleito
12. Grande Mestre Arquiteto
13. Mestre do Arco Real de Salomão
14. Grande Eleito Maçom

15. Cavaleiro do Oriente ou da Espada
16. Príncipe de Jerusalém
17. Cavaleiro do Leste e Oeste
18. Cavaleiro da Ordem Rosa Cruz
19. Grande pontífice
20. Grande Ad-Vitam
21. Patriarca Noachita ou Prussiano
22. Cavaleiro do Machado Real
23. Chefe do Tabernáculo
24. Príncipe do Tabernáculo
25. Cavaleiro da Serpente de Bronze
26. Príncipe da Misericórdia
27. Comandante do Templo
28. Cavaleiro do Sol
29. Cavaleiro de Santo André
30. Cavaleiro Cadosh

5 SÍMBOLOS DA MAÇONARIA


Significa a retidão, limitada por duas linhas: uma horizontal que representa a trajetória a percorrer na Terra, ou seja, o determinismo, o destino; e a outra vertical, o caminho para cima, dirigindo-se ao cosmo, ao universo, ao infinito, a Deus.

Esquadro
Traça círculos e, abrindo e fechando, delimita espaços. Representa o senso da medida das coisas. Significa a medida das coisas.
Compasso
Representa a igualdade. Todos os homens devem ser nivelados no mesmo plano.
Nível
Prumo
Indica que o maçom deve ser reto no julgamento, sem se deixar dominar pelo interesse, nem pela afeição.
Sugere o trabalho inteligente. Instrumento manejado pelo aprendiz com a mão esquerda. Como o cinzel é uma ferramenta que exige uma participação de outra (o malho), representa a inteligência humana, que isolada nada constrói.
Cinzel
Pentagrama
Representação de um homem de pé com as pernas abertas e os braços esticados: indica o ser humano e a sua necessidade de ascensão
São três colunas no templo maçônico. Uma significa o lado masculino, a força; a outra o feminino, a beleza; a terceira, a sabedoria.
Colunas
É a fonte da vida, a positividade da existência do homem.
Sol
Usado por todos os maçons durante as sessões, o avental representa a pureza, a inocência.
Avental
É o símbolo da igualdade, da justiça e da honra. Corresponde à consciência e à presença divina na construção do templo.
Espada
Representa a presença de Deus, demonstrando a sua onisciência. É um triângulo com um olho no centro.
Delta luminoso
A maçonaria nada mais é do que uma sociedade discreta, onde suas ações são reservadas e interessa apenas àqueles que dela participam e sendo uma sociedade universal, onde os membros cultivam o aclassismo, humanidade, os princípios da liberdade, democracia, igualdade, fraternidade e conhecimento e aperfeiçoamento intelectual.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
FINDEL, J.G. Introdução - história da maçonaria. Disponível em: http://bibliot3ca.wordpress.com/introducao-historia-da-maconaria-j-g-findel/. Acesso em: 10/11/2013;

FILHO, Almeida de Araújo Carlos José. A maçonaria ao alcance de todos. Disponível em: http://www.slideshare.net/processoeletronico/a-maonaria-ao-alcance-de-todos-j-c-de-arajo-almeida. Acesso em: 10/11/2013.

KLOPPENBURG, Dr. Boaventura. A maçonaria no Brasil o orientação para católicos. Disponível em: http://www.saopiov.com/formacao/A_Maconaria_no_Brasil.pdf. Acesso em: 10/11/2013;
Full transcript