Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Pilhas Secundarias

No description
by

Steve Angello

on 2 January 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Pilhas Secundarias

Baterias Secundárias Carlos Freitas | Diogo Gomes | Vitor Machado nº 8885 Baterias Secundárias são todas aquelas que podem ser recarregadas. Existem diversos tipos de baterias recarregáveis, neste trabalho, vamos incidir sobre três tipos: chumbo-ácido, alcalinas e lítio. Baterias Secundárias de Lítio nº 8874 nº 8590 As baterias secundárias de lítio podem ser: Baterias de
Chumbo-Ácido Baterias
Alcalinas - Baterias de ião lítio;
- Baterias de polímero de lítio;
- Baterias de lítio de alta temperatura. Baterias de ião lítio: Apareceram no mercado em 1991 pela empresa "Sony Corporation". Baterias de polímero de lítio: Baterias de lítio
de alta temperatura: - Desvantagens:

Custo elevado.
Sofrem um processo de envelhecimento.
Temperatura tem um efeito importante neste processo, deve-se guardar num local com temperatura baixa. - Vantagens:

Bom desempenho e segurança;
Armazenam grandes quantidades de energia.
Na primeira utilização, não precisam de ser carregadas durante um longo período de tempo.
Não possuem efeito memória. Apareceram em 1996 e diferenciam-se no tipo de electrólito usado. Têm baixa condutividade e requerem um carregamento especial. - Vantagens:

Custo reduzido;
Finas e leves;
Adaptabilidade a diferentes formatos;
Segurança melhorada;
Menos possibilidade para o escapamento do eletrólito. - Desvantagens:

Baixa densidade de energia.
Diminuição da “contagem de ciclo”.
Manufacturação cara. Maior densidade de energia do que fonte de alimentação.
Suportam até 200ºC.
Suporta grandes quantidades de choque e vibração.
Fabricação garante confiabilidade e segurança extremamente elevadas. É uma tecnologia de baterias reutilizáveis.
A primeira pilha alcalina recarregável da História foi a pilha de níquel cádmio (NiCd).
Inventada por Waldmar Jungner.
Designação de “alcalina” surge da natureza alcalina e básica do seu electrólito.
São uma nova promessa no mercado de baterias Os principais tipos de baterias secundárias alcalinas que vamos abordar são as seguintes:

- Baterias Níquel-Cádmio;
- Células alcalinas de Manganês;
- Baterias de Ferro-Níquel;
- Baterias de Óxido de Prata;
- Baterias de Níquel Metal Híbrido;
- Baterias de Níquel-Zinco;
- Baterias de Óxido de Níquel; Surgiram pelo físico francês Raymond Gaston Planté em 1859. As reações eletroquímicas que acontecem:

- Cátodo:


- Ânodo:


- Reação Global: Existem dois grandes tipos de baterias de chumbo/ácido:

- Ventiladas ou abertas (VLA);
- Estanques ou reguladas por válvulas (VLRA).

Segundo as suas aplicações, as baterias chumbo/ácido dividem-se em:

- Automotivas; VLA
- Industriais;
- Seladas. VLRA Vantagens:

• Custo relativamente baixo;
• Resistência a grandes variações de temperatura;
• Boa retenção de carga para uso intermitente;
• Boa performance com altas correntes;
• Electricamente eficientes;
• Voltagem por cada par de eléctrodos alta (superior a 2V);
• Componentes facilmente recicláveis. Desvantagens:

• Ciclo de vida relativamente baixo (50-500 ciclos);
• Pesada;
• Demora muito tempo a ser carregada;
• Descarrega-se rapidamente;
• Pode ser prejudicial para o ambiente se no seu fim de vida os seus componentes não forem tratados correctamente. Baterias
Níquel-Cádmio Podem realizar cerca de 300 a 1000 cargas/descargas;
Potencial energético bastante elevado
Excelente desempenho quando se encontra em sobrecarga.
Altamente fiável.
Podem sofrer o “efeito memória”.
Bastante tóxicas para o meio ambiente Células Alcalinas
de Manganês Têm uma f.e.m de aproximadamente 1.5V.
Capacidade de armazenamento de aproximadamente 7 anos. Baterias
Ferro-Níquel Vida útil longa, alta robustez e durabilidade.
Bateria forte
Apresenta uma baixa energia específica, baixa retenção de carga, baixo desempenho a temperaturas baixas.
Elevado custo.
A tensão nominal das células ronda os 1.2V Baterias
Óxido de Prata Mais estáveis de todos os tipos de baterias.
Elevado desempenho.
Duas subcategorias: Prata-Zinco e Prata-Cádmio.
A sua tensão nominal do circuito aberto é de 1.55 V. Baterias
Óxido de Níquel Relativamente recentes.
Utilizadas para aplicações de alta funcionalidade.
Produzem uma tensão de 1.7V.
Podem ocasionar problemas em determinados produtos. Baterias
de Níquel-Zinco Utilizadas em bicicletas eléctricas, scooters, ferramentas eléctricas sem fios, telefone sem fios, máquinas digitais, etc.
Densidade de energia cerca de 2 vezes superior à de Níquel-Cádmio.
O seu ciclo de vida é muito reduzido. Baterias
de Níquel Metal Híbrido Tecnologia relativamente recente.
Características operacionais semelhantes as baterias de níquel-cádmio.
Amigas do ambiente.
Longa vida útil, em condições normais de funcionamento.
Alta fiabilidade.
Excelente Resistência à sobrecarga
Não possuem o “efeito memória”. Vantagens:

A maior parte delas representam um baixo risco ambiental por não conterem metais tóxicos;
Longa durabilidade.
Benefícios económicos a médio e longo prazo;
Facilmente encontradas em qualquer lugar, devido a sua popularidade; Desvantagens:

Sendo recarregáveis, o seu desempenho é afectado.
Preço mais elevado, em relação às baterias primárias. E lembrem-se ,
coloquem as Pilhas no Pilhão!
Full transcript