Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Cultura e Imaginário

No description
by

Felipe André Schütz Santos

on 25 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cultura e Imaginário

Cultura e Imaginário
O estudo dos fenômenos culturais como o estudo do mundo socio-histórico constituido por um campo de significados. Pode ser pensado como o estudo das maneiras como expressões significativas de vários tipos são produzidas, construidas e recebidas por indivíduos situados em um mundo socio-historico.
THOMPSON, John
O imaginário é uma realidade
O que é imaginário?
Imaginário e Cultura
Maffesoli
Maffesoli
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
Maffesoli
O conceito de Cultura
Thompson
Concepção Clássica de Cultura
Cultura e Civilização
Concepção Antropologica de Cultura
Thompson
Concepção Descritiva
Concepção simbólica
Concepção Antropologica de Cultura
Thompson
MAFFESOLI, Michel
Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Thompson
Intencional

Convencional

Estrutural

Referenciais

Contextuais
Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Thompson
Intencional
Convencional
Estrutural
Referenciais
Contextuais
Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Repensando a Cultura:
Concepção estrutural

Thompson
Thompson
Thompson
Thompson
Obrigado!
Felipe André Schütz
Luana Daltro
Marina Brondani
William Marinho
Porto Alegre, setembro de 2014
Em Entrevista, fala sobre as questões delicadas , diferenças e semelhanças entre imaginário, cultura e ideologia
Conceito vem da tradição Romantica, em oposição a Filosofia e ao pensamento hegemônico na França - Racionalismo.

Demosntrar como as construções dos espiritos podiam ter um tipo de realidade na construção da realidade individual.
“O imaginário é algo que ultrapassa o individuo que impregna o coletivo ou, ao menos, parte do coletivo”.
Cultura é o processo de enobrecimento das faculdades humanas, um processo facilitado pela assimilação de trabalhos academicos e artísticos e ligado ao carater progressita da era moderna.
Primeiro uso ligado ao cultivo, agropecuária
Sinônimos de desenvolvimento
Cultura - Aspecto intelectual
Civilização - Aspecto socioeconomico
A cultura de um grupo ou sociedade é o conjunto de crenças, costumes, idéias e valores, bem como, os artefatos, objetos e instrumentos materias, que são adquiridos pelos indivíduos enquanto membros de um grupo ou sociedade
Cientifização do conceito de cultura, uma análise, classificação e comparação dos elementos constitutivos da cultura. (Não-européias)
Taylor -
Evolucionista
- O desenvolvimento humano da selvageria à vida civilizada. Classificando sistematicamente as culturas

Malinowski -
Funcionalista
- Analisar a cultura como se esta pudesse satisfazer as necessidades humanas.
Os seres humanos não apenas produzem e recebem expressões lingüísticas significativas, mas também conferem sentido a construções não–lingüísticas – ações, obras de arte, objetos materiais de diversos tipos.
L.A.
White
- Inicia a discussão com o livro “A Ciência da Cultura”;

Clifford
Geertz
– Retoma a abordagem feita por White e lança “A Interpretação das Culturas”. Conceito
Semiótico
O homem suspenso em teias de significado tecidas por ele mesmo. A análise da cultura se volta para essas teias em busca de significados
Cultura é o padrão de significados incorporados nas formas simbólicas, que inclui ações, manifestações verbais e objetos significativos de vários tipos, em virtude dos quais os indivíduos comunicam-se entre si e partilham suas experiências, concepções e crenças.
O estudo das formas simbólicas – isto é, ações, objetos e expressões significativas de vários tipos – em relação a contextos e processos historicamente específicos e socialmente estruturados dentro das quais e por meio das quais essas formas simbólicas são produzidas, transmitidas e recebidas.
Baseado em
Geertz
Os fenômenos culturais devem ser entendidos como formas simbólicas em contextos estruturados e a análise cultural como o estudo de sua constituição significativa e da contextualização social
As formas simbólicas são expressões de um sujeito e para um sujeito (ou sujeitos)
.
A produção, construção ou emprego das formas simbólicas, bem como a interpretação das mesmas pelos sujeitos que a recebem, são processos que, caracteristicamente, envolvem a aplicação de regras, códigos ou convenções de vários tipos
As formas simbólicas são construções que exibem uma estrutura articulada.
As formas simbólicas são construções que tipicamente representam algo, referem-se a algo, dizem algo sobre alguma coisa
As formas simbólicas estão sempre inseridas em processos e contextos sócio-históricos específicos dentro dos quais e por meio dos quais elas são produzidas, transmitidas e recebidas.
Opõe-se o imaginário ao real, ao verdadeiro... seria uma ficção, algo sem consistência ou realidade, algo diferente da realidade econômica, política ou social, que seria, digamos palpável, tangível.
Imaginário

> Algo de imponderável

> É o estado de espírito que caracteriza um povo

> Permanece uma dimensão ambiental, uma matriz, uma atmosfera, A AURA.

> É uma força de ordem espiritual, de uma construção mental que se mantém ambígua, perceptível, mas não quantificável.

Cultura

> Conjunto de elementos e fenômenos possíveis de descrição

> Pode ser identifica de forma precisa, por meio das grandes obras, teatro, literatura, musica ou;

> Formas de organização de uma sociedade: os costumes, a maneira de vestir-se, de produzir, etc.
Não vemos a AURA, mas podemos SENTI-LA.



Algo que envolve e ultrapassa a obra



Nada se pode compreender da cultura caso não se aceite que existe uma espécie de “ALGO A MAIS”


O imaginário é, ao mesmo tempo, mais do que CULTURA, é a AURA que ultrapassa e alimenta.
Imaginário “meu”, “teu” e “seu”

Só existe imaginário coletivo [...] é algo que ultrapassa o indivíduo, que impregna o coletivo, ou, ao menos, parte do coletivo.

[...] é o estado de espírito de um grupo, de um país, de um Estado-nação, de uma comunidade, etc.

É CIMENTO SOCIAL.

O imaginário é determinado pela ideia de fazer parte de algo.
Imaginário e Ideologia
O imaginário funciona pela
INTERAÇÃO
.


Há processos
INTERACIONAIS
que criam
AURA
.


Imaginário enquanto Imagem



Não é a imagem que produz o Imaginário, mas o contrário.



A
IMAGEM
não é o
SUPORTE
, mas o
RESULTADO
.
“Isso é uma construção histórica, mas também o resultado de uma atmosfera e, por isso mesmo, uma
AURA
que contínua a produzir novas imagens.”
Imaginário e os instrumentos e tecnologias



O imaginário é alimentado por tecnologias. A técnica é um fator de estimulação imaginal.



O imaginário enquanto comunhão é sempre comunicação.
A imagem sempre incomodou por ser artefato, criação humana, representação artificial gerada pelo homem.


As tecnologias do imaginário bebem em fonte imaginárias para alimentar imaginários.
Biblioteca do Trinity College, Dublin, Irlanda.
Niki - a Deusa da Vitoria
Mona Lisa
Orquestra
O conceito de Cultura
Thompson
Superioridade X Inferioridade
Desembarque Portugueses no Brasil
Europa x
Brasil
Africa
Asia
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
O imaginário é uma realidade
Paris
O imaginário é uma realidade
Maffesoli
Maffesoli
Maffesoli
Maffesoli
Maffesoli
Maffesoli
Maffesoli
O imaginário tem parâmetros: o racional, o onírico, o lúdico, a fantasia, o imaginativo, o afetivo, o não racional, o irracional.
É também a
AURA
de uma
IDEOLOGIA
, pois, além do racional que a compõe, envolve uma
SENSIBILDIADE
, o
SENTIMENTO
, o
AFETIVO
.
A ideologia guarda sempre um viés bastante racional [...] no fundo do ideológico há sempre uma interpretação, uma explicação, uma elucidação, uma tentativa de argumentação capaz e explicitar.
Cultura e Civilização
Na França e Inglaterra (Sec. XVIII) Cultura ou civilização:

processo progressivo de desenvolvimento humano; um movimento em direção ao refinamento e a ordem, por oposição à barbárie e a selvageria.
Na Alemanha (Sec. XVIII):

Civilização (Zivilisation) foi associada como refinamento, polidez das maneiras, enquanto que, Cultura (Kultur) era usada para referir a produtos intelectuais, artísticos e espirituais nos quais se expressavam a individualidade e a criatividade das pessoas.
Organizações
Sujeitos
Gramática
Trabalhar
Casamento
Capa Paris-Match
Lingua X lingua (Idioma)
Full transcript