Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Conflitos étnico-nacionalistas na Europa

No description
by

Lucas Vasco

on 17 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Conflitos étnico-nacionalistas na Europa

A Primeira Guerra da Chechênia, foi um conflito bélico na República das Chechênias, ocorrido entre 1994 a 1996 e que resultou na independência deste território sob controle da Rússia, que adotou o nome de República Chechena;
Isso resultou na sua desmoralização do Exército Russo, além de uma forte oposição da opinião pública russa contra o conflito brutal. Como consequência, o governo de Boris Yeltsin declarou um cessar-fogo unilateral em 1996, retirando as tropas russas do território checheno, e assinou um tratado de paz no ano seguinte.
CONFLITOS ÉTNICO-NACIONALISTAS NA EUROPA
CONFLITOS NOS BÁLCÃS
Bálcãs - Região da península do sudeste da Europa;
Diversidade étnica e religiosa.
CONFLITOS NOS BÁLCÃS
Controle do Reino da Iugoslávia (eino dos eslovenos, croatas e sérvios) pela Alemanha Nazista de 1941 a 1945;
Em 1945 o exército vermelho e as forças iugoslavas derrotaram os invasores e estabeleceram a República Federal Socialista da Iugoslávia (Croácia, Eslovenos, Bósnia-Herzegóvina e Sérvia) sob liderança do comunista General Josip Broz Tito;
Em 1980 morre o General Tito;
Dissolução gradual da Iugoslávia.
General Josip Broz Tito.
CONFLITOS NOS BÁLCÃS
Autonomia da Eslovênia e da Croácia em 1991;
Acordo de Karadjordjevo (março de 1991), se trata de um acordo secreto entre o presidente da Sérvia e o da Croácia, sobre a divisão da Bósnia-Herzegóvina;
Em 18 de novembro de 1991 é proclamada a existência da República Croata da Herzeg-Bósnia, como uma separação “política, cultural, econômica e territorial” no território da Bósnia-Herzegóvina;
Embargo das Armas em setembro de 1991 pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas;
Em 1992 se estabelece a Republica Sérvia da Bósnia-Hezergovina convertida em República Srpska com o objetivo de preservara a federação iugoslava.
CONFLITOS NOS BÁLCÃS
Independência da Bónia-Hezergóvina em 1992;
Ataque militar de origem Sérvia, apoiados por Slobodan Milosevic contra a província da Bósnia;
Milosevic afirma que vai defender os sérvios do “genocídio provocado pelos croatas” e do “fundamentalismo islâmico” dos muçulmanos.

Slobodan Milosevic.
Local:
Antiga Iugoslávia (Bósnia e Herzegóvina);
Data:
Abril de 1992 a Dezembro de 1995;
Objetivo dos Sérvios:
Garantir a integridade de seu território.

GUERRA DA BÓSNIA
GUERRA DA BÓSNIA
FIM DA GUERRA
A Croácia retoma a iniciativa militar e recupera a maior parte do território ocupado pelos sérvios. Com sua vitória, eles dão início a uma ofensiva contra os sérvios;
Bombardeamento pela Otan às áreas da Bósnia controladas pelos bósnios sérvios;
Visto que estavam em desvantagem, Milosevic concorda em ir a mesa de negociações em Dayton e dar fim a guerra da Bósnia;
Em Dezembro de 1995 é assinado o acordo de Dayton em Paris que preve a manutenção do Estado da Bósnia e Herzegovina, dividindo-o em duas partes: A Federação Croato-Muçulmana e a República Sérvia, definindo Sarajevo como capital da Bósnia Herzegovina Unificada.
Músico toca cello sobre ruínas da Biblioteca Nacional de Sarajevo, em 1992.
Sérvios cercam a capital da Bósnia (Sarajevo) e perseguem muçulmanos e croatas e aplicam a expulsão de seus habitantes (limpeza étnica);
Em 1993, os sérvios já dominam 70% do território bósnio;
Operação de várias Unidades paramilitares;
Apoio de outros países como a Russia, Áustria e grupos islâmicos (guerreiros santos);
Os sérvios praticam a limpeza étnica como estratégia de guerra: expulsam grupos rivais das áreas sob sua ocupação, chacinam civis e estabelecem campos de concentração;
Inúmeros acordos de cessar fogo foram assinados e violados novamente quando um dos lados se sentia em desvantagem.
CRIMES DE GUERRA
90% dos crimes de Guerra cometidos ficaram por conta dos sérvios.
LIMPEZA ÉTICA:
Expulsão dos não sérvios, massacre de civis, prisão da população de outras etnias e reutilização dos campos de concentração da II Guerra Mundial. Este crime foi realizado pelas forças servias e croatas, com o objetivo de criar Estados etnicamente “puros”.
MASSACRE DE SREBRENICA:
Foi um massacre de muçulmanos de Srebrenica, pelo qual o ex-comandante servo bósnio Rtko Mladic é acusado de genocídio.
ESTRUPO EM MASSA:
Durante a Guerra ocorreram abusos sexuais de 20 mil a 44 mil mulheres e meninas pelas forças servias;
Existiam campos de estupro, geralmente escolas, armazéns, ginásios, etc, onde mulheres, principalmente (muçulmanas bósnias) eram obrigadas a ter relações sexuais com mais de um soldado e várias vezes. Algumas ficavam presas durante meses até engravidarem e não poderem mais abortar.

VÍTIMAS:
200 mil mortos pelo governo bósnio;
1 milhão e 326 mil refugiados.
Em cinco dias de assassinatos em julho de 1995 até 8 mil homens jovens muçulmanos foram sistematicamente exterminados em Srebrenica.
GUERRA DA BÓSNIA
TRIBUNAL DE HAIA
É o principal órgão judiciário da ONU, com sede em Haia, nos Países Baixos. Nele foram condenados diversos suspeitos de crimes de guerra na Bósnia.
GUERRA DA BÓSNIA
TRIBUNAL DE HAIA
RADOVAN KARADZIC:
Radovan enfrenta 11 acusações de genocídio, crimes de guerra, crimes contra a humanidade. Sentença é esperada para o final de 2015.
GUERRA DA BÓSNIA
TRIBUNAL DE HAIA
GENERAL RATKO MLADIC:
Mladic é acusado de genocídio, extermínio, perseguições política e religiosa, entre outros crimes, quando liderou o Exército sérvio-bósnio que se opunha à independência da atual Bósnia-Herzegóvina, expulsando croatas e muçulmanos de um território que consideravam como parte da Sérvia;
Condenado a prisão perpetua em 2012.
GUERRA DA BÓSNIA
TRIBUNAL DE HAIA
BILJANA PLAVSIC:
Plavsic é a única mulher a ser julgada pelos crimes do massacre Srebrenic. Ela foi originalmente acusada de genocídio, perseguição, exterminação e deportação;
Condenada a 11 anos de prisão em 2003, mas liberta 2009 por boa conduta em uma prisão na Suécia.
GUERRA DA BÓSNIA
TRIBUNAL DE HAIA
RADISLAV KRSTIC:
Primeiro a ser condenado por genocídio por sua participação no massacre srebrenica pelo tribunal de Haia;
Foi condenado a 46 anos de prisão.
BÓSNIA-HERZEGÓVINA ATUAL
A situação política da Bósnia-Herzegóvina ainda é instável. Apesar das taxas de crescimento altíssimas, o trabalho de reconstrução no país ainda é grande;
Entre 1999 e 2001, cerca de 139 mil muçulmanos, sérvios e croatas voltaram para suas vilas e cidades de origem, mesmo sabendo que serão um grupo minoritário;
Porém, a nova realidade traz à tona outros problemas: muitos dos que retornam descobrem que suas casas foram destruídas ou ocupadas ilegalmente durante a guerra;
O desemprego é altíssimo (40%) e o país continua dependente da ajuda externa. Mas, o dinheiro doado pela comunidade internacional (5 bilhões de dólares) não tem sido suficiente para reerguer a economia.
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista da periferia de Sarajevo, capital da Bósnia. No centro da imagem, é possível avistar o Kovaci - Shahids Memorial.
Vista noturna da 'Ponte Latina' sobre o rio Miljacka, em Sarajevo. Construída em estilo otomano no final do século 18, essa obra é um dos símbolos da capital da Bósnia e ficou famosa após o assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, evento que daria início à Primeira Guerra Mundial.
FILMES
NA TERRA DE AMOR E ÓDIO
Filme de 2011 dirigido por Angelina Jolie que retrata uma história de Romeu e Julieta entre uma mulher Bósnia e um soldado sérvio.
FILMES
BEM-VINDO A SARAJEVO
Filme de 1997 dirigido por Michael Winterbottom que retrata dois jornalistas que encontram uma órfã em meio a guerra da Bósnia e a levam ilegalmente para a Inglaterra.
FILMES
OUTROS FILMES
O resgate de Harrison;
Um olhar a cada dia;
Barril de pólvora;
Em segredo;
Prova de redenção;
Terra de ninguém;
Bela aldeia bela chama;
Território Comanche.
HISTÓRICO DE KOSOVO
O Kosovo, era território do estado sérvio medieval foi conquistada pelo Império Otomano em 1455;
Durante os séculos seguintes desenvolveu uma população cristão-muçulmana muito misturada;
Foi parte do Império Otomano entre 1389 e 1912;
Em 1912 a Sérvia e Montenegro recuperaram Kosovo na Guerra dos Balcãs;
A Albânia falha na tentativa de invadir a Sérvia;
A Sérvia perdeu o controle do território em ambas Guerras Mundiais, nas quais vários sérvios do Kosovo foram expulsados por grupos albaneses armados;
Durante a Segunda Guerra Mundial, Kosovo foi anexada a Albânia.
Ao término de ambas as Guerras a Sérvia retoma o controle de Kosovo;
Quando a República Socialista Federal da Iuguslávia foi estabelecida depois de 1945 o Kosovo transformou-se numa região autônoma da Sérvia;
Kosovo obteve autonomia em 1963 sob a direção de Josip Broz Tito, e perdeu seu status de província autônoma em 1989 sob comando de Slobodan Milosevic;
Kosovo sempre foi a região mais pobre da Iugoslávia;
Quanto Tito morreu, os países da Iugoslávia começaram a se independizar. No entanto, Kosovo não tinha como fazer o mesmo. Então foi criado o Exército de Libertação de Kosovo (ELK).
GUERRA DE KOSOVO
Os Sérvios consideram Kosovo seu berço religioso e cultural e não querem a separação de Kosovo da Sérvia e Iugoslávia;
Os sérvios querem garantir a soberania territorial da Sérvia, incluindo Kosovo, dando aos albaneses de lá a independência que qualquer minoria receberia em um país ocidental. O ELK quer a separação;
Em Março de 1998, unidades do exército Jugoslavo se juntaram com a polícia Sérvia, como uma tentativa de acabar como ELK e seus simpatizantes;
Centenas de pessoas morreram e mais de 200 mil pessoas, em sua maioria kosovares albaneses, foram retirados de suas casas.
GUERRA DE KOSOVO
GUERRA DE KOSOVO
FIM DA GUERRA
A ONU estimou que por volta de 640 mil pessoas foram forçadas para fora de Kosovo em 1999;
As forças de Kosovo asseguraram a volta de todos os refugiados que haviam saído do país. Os refugiados deram um total de 780 mil no final da guerra;
Milosevic foi obrigado a se render. Um ano depois, o líder sérvio foi preso e entregue ao Tribunal de Haia;
Desde então, Kosovo passou a ser uma região protegida pelas Nações Unidas e pela OTAN;
Em 17 de fevereiro de 2008, o governo de Kosovo declarou sua independência;
Os EUA e parte da Comunidade Europeia apoiam Kosovo, mas a Rússia e a Espanha apoiam a Sérvia.
Guerra de Kosovo / Alexandra Boulat para National Geographic.
Em 1998, o ELK controlava 1/3 da área rural de Kosovo antes de irem para as montanhas por causa da Jugoslava;
A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em 1998, mais uma vez intervém com medo de que os albaneses sofram uma limpeza étnica de Milosevic;
A OTAN bombardeia a capital Iugoslava e até regiões de Kosovo ocupando-o militarmente;
Sobre muita pressão, o governo de Milosevic e os Kosovares foram obrigados negociar na França em 1999;
As forças da OTAN começaram uma campanha de ataques aéreos que atingiriam regiões da Iugoslávia;
Os ataques étnicos dos sérvios contra os albaneses se intensificaram, com a polícia e o exército destruindo vilas e forçando os albaneses a migrarem para países vizinhos.
A OTAN cometeu uma série de erros no ataque ao Kosovo, como:
07/05/1999:
A Embaixada da China em Belgrado foi atingida por três mísseis. Quatro funcionários chineses morreram. Um hotel internacional também foi atingido. A OTAN teria utilizado um mapa de Belgrado desatualizado. O governo chinês protestou. Os EUA se desculparam;
SOFIA (BULGÁRIA) - 28/04/1999:
Um míssil explodiu em um subúrbio de Sofia danificando uma casa, mas sem deixar feridos. A OTAN reconheceu o erro, que teria ocorrido após um desvio da rota do míssil, que caiu a 65 quilômetros do alvo;
SITUAÇÃO ATUAL DA REPÚBLICA DE KOSOVO
A questão que parecia estar resolvida na verdade não está. A situação de Kosovo permanece conturbada. Em janeiro de 2015 ocorreram manifestações organizadas por partidos políticos oposicionistas, provocados por comentários ofensivos feitos por um ministro de etnia sérvia;
O território ainda afundado em pobreza e corrupção sete anos depois de declarar independência. Está ocorrendo um grande êxodo de Kosovo. A grande maioria dos kosovares foge da pobreza, do desemprego e do trabalho precário, à procura de melhores condições de vida e segurança em países da Europa Ocidental. O desemprego jovem é de 55,3%. Este é um dos países mais corruptos do mundo.
Estamos em uma era tecnológica muito avançada para que uma organização como a OTAN, usando armas dos Estados Unidos cometa tantos erros como cometeu na Guerra de Kosovo.
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista da periferia de Sarajevo, capital da Bósnia. No centro da imagem, é possível avistar o Kovaci - Shahids Memorial.
Vista noturna da 'Ponte Latina' sobre o rio Miljacka, em Sarajevo. Construída em estilo otomano no final do século 18, essa obra é um dos símbolos da capital da Bósnia e ficou famosa após o assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, evento que daria início à Primeira Guerra Mundial.
HISTÓRICO DE KOSOVO
GUERRA DE KOSOVO
Restos Mortais de Albanenses mortos na Guerra de Kosovo.
Mãe albanesa amamentando seu bebe durante a Guerra.
Corpos próximos de um ônibus destruído em Savine Vode, Iugoslávia.
CONFLITOS NO CÁUCASO
Corpos próximos de um ônibus destruído em Savine Vode, Iugoslávia.
A região geopolítica do Cáucaso, além de constituir uma fronteira geográfica entre Ásia e Europa, é também lar de vários povos e entidades políticas diferentes. Não bastasse isso o islã e o cristianismo brigam por espaço na região, além de duas grandes forças predominantes na área, a Rússia e a Turquia. Politicamente, a área reconhecida como cáucaso está dividida politicamente nas seguintes entidades:
FATOS QUE ANTECEDERAM A GUERRA
Fim da URSS (1991);
As relações entre a Rússia e o povo da Chechênia estava ficando controversas;
O período de expansão russa para Cáucaso no século 19;
Guerra civil na Rússia (1917-1920);
Opressão da Rússia para que o território da Chechênia se anexe a ele.
CONFLITOS NO CÁUCASO
NORTE:
Federação Russa
Chechênia
Inguchétia
Daguestão
Adiguésia
Cabárdia-Balcária
Carachai-Circássia
Ossétia do Norte
Krai de Krasnodar
Krai de Stavropol
SUL:
Abecásia
Armênia
Azerbaijão
Geórgia
Nagorno-Karabakh
Ossétia do Sul
Irã
Turquia
GUERRA DA CHECHÊNIA
GUERRA DA CHECHÊNIA
O conflito começou quando as forças russas tentaram recuperar o controle da secessionista república chechena;
Depois de uma campanha inicial entre 1994 e 1995, culminando na destruição da capital Grozny e as forças russas incapazes de estabelecer um controle efetivo das áreas montanhosas chechenas – especialmente por conta dos frequentes ataques dos guerrilheiros chechenos;
Durante a guerra civil da Rússia, os chechenos declararam sua soberania sobre o exército vermelho, suprimido em 1920;
A Chechênia é estrategicamente vital para Rússia por duas razões: primeiro, acesso às rotas no Mar Negro e ao Mar Cáspio; segundo, vital conector de óleo e gasolina, conectando Cazaquistão e Azerbaijão.
FIM DA GUERRA
Acordo de Khasavyurt (fevereiro de 1996).
Soldado checheno resiste em Grozny contra ataque russo, em 1995.
GUERRA DA CHECHÊNIA
GUERRA DA CHECHÊNIA
FILMES
THE SEARCH
O filme conta a história de Carole (Bérénice Bejo), enfermeira que trabalha para uma ONG durante o conflito entre a Rússia e a Chechênia no final da década de 90 e acolhe uma criança chechena que se perdeu de seus pais. Paralelamente, ela começa a se envolver com um jovem.
A SEPARAÇÃO DA OSSÉTIA
DO SUL E DA ABKHÁZIA
A Ossétia do Sul e a Abkházia eram países independentes que foram incorporados ao império Russo no século XIX, juntamente com a Geórgia. Após a revolução russa se tornaram distritos autônomos da Geórgia, que por sua vez, se tornou uma das repúblicas da união soviética. Desde a sua anexação pelos russos, tanto a Ossétia do Sul quanto a Abkházia tem lutado por sua independência.
Ossétia do Sul pede sua unificação com a Ossétia do Norte, que pertence à Rússia, já a Abkházia deseja voltar a ser um país independente.
OSSÉTIA DO SUL
HISTÓRIA
Foi anexada pela Rússia em 1801, junto com a Geórgia;
Após a revolução russa, o país passou a fazer parte da República da Geórgia, controlada pelos mencheviques;
Aconteceram uma série de rebeliões na área, onde a independência foi exigida. O governo georgiano os acusou de cooperação com os bolcheviques e os reprimiu;
Cerca de 5.000 ossetas foram mortos e mais 13.000 morreram de fome ou epidemias.
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista da periferia de Sarajevo, capital da Bósnia. No centro da imagem, é possível avistar o Kovaci - Shahids Memorial.
Vista noturna da 'Ponte Latina' sobre o rio Miljacka, em Sarajevo. Construída em estilo otomano no final do século 18, essa obra é um dos símbolos da capital da Bósnia e ficou famosa após o assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, evento que daria início à Primeira Guerra Mundial.
OSSÉTIA DO SUL
SITUAÇÃO POLÍTICA
A maioria dos países do mundo considera como parte da Geórgia;
Em agosto de 2008 iniciou-se um conflito bélico entre Ossétia do Sul e a Geórgia. Ossétia apoiada pela Rússia e a Geórgia apoiada pelos EUA, após uma invasão da capital Tskhinvali por tropas Georgianas.
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista da periferia de Sarajevo, capital da Bósnia. No centro da imagem, é possível avistar o Kovaci - Shahids Memorial.
OSSÉTIA DO SUL
GEOGRAFIA
A Ossétia do sul cobre uma área de aproximadamente 3900 km² no sul do Cáucaso, separada da Ossétia do Norte (parte da Federação Russa) por uma série de montanhas;
Tem uma economia principalmente agrícola e pecuária, também existem diversos complexos industriais ao redor da capital Tskhinvali.
ABKHÁZIA OU ABCÁSIA
HISTÓRIA
Um movimento separatista na região levou à declaração da independência da Geórgia em 1992, e ao conflito georgiano-abcásio que resultou na derrota da Geórgia;
Apesar do acordo de cessar-fogo de 1994, a soberania ainda não foi resolvida e a região permanece dividida entre duas autoridades rivais. 83% do território é governado pelo governo separatista, apoiado pela Rússia, e 17% pelo governo da república autônoma da Abcásia, reconhecido pela Geórgia.
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista noturna da 'Ponte Latina' sobre o rio Miljacka, em Sarajevo. Construída em estilo otomano no final do século 18, essa obra é um dos símbolos da capital da Bósnia e ficou famosa após o assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, evento que daria início à Primeira Guerra Mundial.
SITUAÇÃO POLÍTICA
O país está submetido a um embargo, que é quebrado apenas pela Rússia;
Como forma de superar a crise, o governo tem promovido o neoliberalismo e solicitado empréstimos a diversos bancos russos;
De acordo com um informe realizado em abril de 2004, o PIB do país havia caído entre 80 e 90% nos últimos 15 anos, e a taxa de desemprego alcançava os 90%;
A moeda utilizada é o rublo. O lari, a moeda da Geórgia, está proibido;
O presidente russo, em 2008 anunciou que a Rússia reconhece a independência dos dois países (Ossétia do sul e Abkházia).
Vista do Kovaci - Shahids Memorial, jardim que abriga os corpos de mais de 1400 soldados de origem muçulmana mortos durante a Guerra da Bósnia.
Vista noturna da 'Ponte Latina' sobre o rio Miljacka, em Sarajevo. Construída em estilo otomano no final do século 18, essa obra é um dos símbolos da capital da Bósnia e ficou famosa após o assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, evento que daria início à Primeira Guerra Mundial.
GEOGRAFIA
É uma região coberta de montanhas e suas costas são banhadas pelo Mar Negro;
Devido ao seu clima e suas paisagens, foi um local de grande efluência turística, onde desenvolveu-se também a agricultura;
Na era soviética, a região foi dividida em 6 distritos, e hoje conta com 7.
ABKHÁZIA OU ABCÁSIA
ABKHÁZIA OU ABCÁSIA
OBRIGADO PELA
ATENÇÃO!

Corpos do massacre de Srebrenica.
Full transcript