Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ARDUINO

No description
by

Felippe Eiji

on 11 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ARDUINO

Ferramentas acessíveis, com baixo custo e flexíveis


- Plataforma de Prototipagem de Hardware Livre


- Suporte de E/S


- Ambiente de Desenvolvimento Integrado (IDE)


- Licença de Hardware e Software livre.


ARDUINO
ARDUINO
A plataforma do Arduino baseia-se C/C++;
Construída a partir da linguagem JAVA;
Permitir e facilitar a criação do software e enviá-lo à placa;
SO’s suportados: Linux, Mac e Windows;
Software gratuito
FIM
Atmel AVR de 8 bits.



Microcontrolador
Robótica

Agricultura

Automação Residencial

Projetos Artisticos


Aplicações
Ambiente de desenvolvimento: IDE
RS-232 e TTL
Shields
Regulador Linear e
Oscilador de Cristal
Um microcontrolador ( MCU) é um computador-num-chip, contendo um processador, memória e periféricos de entrada/saída. É um microprocessador que pode ser programado para funções específicas, em contraste com outros microprocessadores de propósito geral. Eles são embarcados no interior de algum outro dispositivo para que possam controlar as funções ou ações do produto.

Foi um dos primeiros da família de microcontroladores a utilizar uma memória flash com o intuito de armazenar a programação, diferentemente de seus concorrentes da época, que utilizavam memórias do tipo PROM, EPROM ou EEPROM.
HISTÓRIA
-Projeto teve origem em 2005
-Criador Mássimo Banzi
-Objetivo de facilitar o aprendizado em programação nas escolas
-Sua criação esta relacionada com a Processing e Wiring
-Linguagem utilizadas para programação são
c/c++
Evolução
Arduino serial RS-232





Principal característica é o uso pino D-subminiature para comunicação de dados
Comunicação USB








Surgimento do usb no arduino
Com isso a placa pode ser alimentada pelo cabo de comunicação
Teve erro no pino USB

Comunicação USB 2.0






O jumper foi a principal característica.
Corrigiu problemas do pino usb
Arduino Extreme






Arduino UNO






HARDWARE
SOFTWARE
Quando tratamos de software na plataforma do Arduino, podemos referir-nos:

Ambiente de desenvolvimento;

Software desenvolvido por nós para ser enviado à placa;






Exemplo
Necessariamente preciso ter um Arduino para começar a programar? Não!
http://123d.circuits.io/
Substituição USB-Serial por um microcontrolador
Foram feitas 3 revisões desse arduino
Aumento de pinos, sendo o mais importante o IOREF,
para melhor adaptação das Shields com a tensão da placa
Velocidade do Clock 16Mhz
Arduino ETHERNET






Mesmas funcionalidade do UNO
Conexão RJ-45
Leitura de cartão Micro-SD
Padrão de componentes SMD, utilizado nos arduinos atuais
Foram adicionados
Lançamento conectores Headers Fêmeas (Padrão Arduino)
Uso de dois LED’s, Rx e TX,
indicando tráfego de dados
Memoria Flash de 16 KB
Arduino BT






Arduino LEONARDO






Arduino LilyPad






Feito para poder costurar sobre tecido
Conectado com fontes de alimentação, sensores e atuadores com linha condutiva.
Versão de baixo consumo dos controladores padrões ( ATMega 168V)
Arduino DUE






Arduino ADK






Arduino MEGA






Mesmas funcionalidade do UNO
Placa de comunicação Bluetooth embutida
Emula teclado e mouse
54 portas digitais
14 PWM
16 entradas analógicas
Conexão USB especial para comunicação com Android
Microcontrolador ARM CortexM3 32bit
3.3 V
Refletir o lançamento irrestrito de informação sobre o projeto de hardware, tal como um diagrama, estrutura de produtos e dados de layout de uma placa de circuito impresso.
Refletir o lançamento irrestrito de informação sobre o projeto de hardware, tal como um diagrama, estrutura de produtos e dados de layout de uma placa de circuito impresso.
Produto de trabalho da fase de testes e/ou planejamento de um projeto.


Geralmente estes produtos são testados antes em modelos físicos, em laboratórios especializados.
DIGITAL
Sensor de toque
Sensor analógico
Led


ANALÓGICA
Resolução de 10 bits,
IOREF - Fornece uma tensão de referência para que shields possam selecionar o tipo de interface apropriada.
 
RESET - pino conectado a pino de RESET do microcontrolador. Pode ser utilizado para um reset externo da placa Arduino.
 
3,3 V.  – Fornece tensão de 3,3V. para alimentação de shield e módulos externos. Corrente máxima de 50 mA.
 
5 V - Fornece tensão de 5 V para alimentação de shields e circuitos externos.
 
GND  - pinos de referência, terra.
 
VIN - pino para alimentar a placa através de shield ou bateria externa. Quando a placa é alimentada através do conector Jack, a tensão da fonte estará nesse pino.
Editor - edita o código-fonte do programa escrito na(s) linguagem(ns) suportada(s) pela IDE;

Compilador (compiler) - compila o código-fonte do programa, editado em uma linguagem específica e a transforma em linguagem de máquina;

Linker - liga (linka) os vários "pedaços" de código-fonte, compilados em linguagem de máquina, em um programa executável que pode ser executado em um computador ou outro dispositivo computacional.

Depurador (debugger) - auxilia no processo de encontrar e corrigir defeitos no código-fonte do programa, na tentativa de aprimorar a qualidade de software;
O dispositivo de regulação é feito para agir como um resistor variável, ajustando continuamente uma rede divisora de tensão para manter uma voltagem de saída constante.
Componente eletrônico que
utiliza a ressonância de
um cristal em vibração de
um material piezoeletrônico,
para criar um sinal elétrico
com uma frequência bastante precisa.
Reduced Instruction Set Computer (RISC)





Linha de arquitetura de processadores que favorece um conjunto simples e pequeno de instruções que levam aproximadamente a mesma quantidade de tempo para serem executadas.
Os processadores baseados na computação de conjunto de instruções reduzidas não têm micro-programação, as instruções são executadas diretamente pelo hardware. Como característica, esta arquitetura, além de não ter microcódigo, tem o conjunto de instruções reduzidas, bem como baixo nível de complexidade.
São como Extensões
Facilita na montagem de projetos, de forma
Prática e dinâmica
Exemplos
Thermocouple
RTCMem
Relógio de Tempo
Permite que hardwares antigos sejam compatíveis com computadores modernos.
Dados binários e Sinais de 5 volts
FTDI
Arduino X Raspberry Pi

Ambos criados para estimular aprendizado

Arduino mais apropriado para iniciantes

Raspi para quem quer Ram, velocidade, multi-tasking
Estrutura do Programa
Full transcript