Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Síndrome do triplo X

No description
by

Fernanda Sobral

on 18 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Síndrome do triplo X

Síndrome do triplo X
(Super fêmea)

Incidência
Esta trissomia, designada por vezes como síndrome da “superfêmea” ou da “super-feminilidade”, tem uma prevalência de aproximadamente 1/1000 recém-nascidos do sexo feminino, sendo que a maioria dos casos tem origem na não-disjunção materna, verificando-se também aqui um aumento da incidência com o avanço da idade.
Cinco a cada 10 meninas com síndrome do triplo X são nascidos nos Estados Unidos a cada dia.
Cromossomo afetado
Alterações - Caracteristicas
Pode ou não ter genitália e mama subdesenvolvidas;
Podem ser inférteis;
Irregularidade menstrual;
Convulsões epiléticas;
Podem ser assintomáticos;
Tem mais riscos a depressão, psicose, esquizofrenia e outros problemas psiquiátricos;
Elevadatranslucênciada nuca durante a gravidez.
Diagnóstico - Tratamento
Caso real - Bérenice
Francesa, nasceu dia 23 de dezembro de 1991, em uma grávidez sem problemas. Começou a desconfiar de seu caso com 6 anos, nessa idade seus pais notaram um ligeiro problema de aprendizagem. Sua altura aos 12 anos era de 1,89cm. Hoje com 22 anos, ela é Top model e explica que a convivencia com a síndrome é normal.
Full transcript