Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

comunicação

No description
by

Marilha Balieiro

on 6 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of comunicação

- franqueza +
- prudência +
comunicação
assertividade
ferramentas para
“Convencer
implica vencer
com o outro, não
vencer o outro”
Comportamento Objetivo
=
o que se diz e faz
você não é apenas o transmissor da mensagem. Você
é
a mensagem.
& Feedback
BRAINSTORM
ELEMENTS
BRAINSTORM
comportamento
Comportamento Subjetivo
=
o que se pensa e sente
exterior, público, observável, registrável
O que falamos
O que fazemos
Como falamos e fazemos
O que demonstramos

interior, privado, “dentro da cabeça”
Identidade
Motivações
Premissas
Princípios e Valores
Interpretações
Experiências
Percebemos o comportamento objetivo mas inferimos sobre o comportamento subjetivo (já com o nosso referencial)
Capacidade de agir em seus próprios interesses, sem ansiedade indevida...
... podendo expressar sentimentos sinceros sem constrangimento e...
exercitar os seus direitos sem negar os direitos dos outros
NÃO ASSERTIVO
ASSERTIVO
SUBMISSO
Desvaloriza os seus direitos e superestima os direitos dos outros
ASSERTIVO
POTÊNCIA
aGRESSIVO
A pessoa expressa suas necessidades ou preferências, emoções e opiniões de uma forma hostil, demandante ou ameaçadora, ou seja, fazendo com que sejam mais importantes do que as do outro
Defesa de seus direitos à custa da violação dos direitos do outro
NÃO ASSERTIVO
IMPOTÊNCIA
A pessoa falha na expressão de suas necessidades ou preferências, emoções e opiniões, que passam a ser menos importantes do que as dos outros
Violação de seus próprios direitos, o que pode dar ao outro a permissão de também fazê-lo
Supervaloriza os seus direitos e desvaloriza os direitos alheios
PREPOTÊNCIA
Valoriza os direitos alheios e faz valorizar os seus

comunicação
Comunicação verbal
Comunicação não-verbal
Envolve ritmo, tom, entonação da voz
Envolve gestos, expressões faciais, posturas, silêncios, ausências

As palavras usadas 7%
Como as palavras são ditas 38%
Linguagem corporal 55%
Demonstrar abertura pessoal
Falar de forma direta
Usar exemplos explicativos
Não pressupor que a outra pessoa já sabe
os outros não lêem pensamentos
Fazer perguntas
Espelhamento de idéias
resumir o que
outro disse para
assegurar o
entendimento
Ser empático
Bússola
assertividade
Agressivo e não ajuda a entender como corrigir/resolver
Percebido como agressivo
A forma ideal
Percebido como
“enrolador”
com dois nortes
Fala-se para assegurar que o outro esteja disposto a ouvir. Determina-se o tom emocional, não se permite que a emoção determine o tom
Prudência
Modula a emoção do falar e o momento correto para falar
Coragem de dizer o que se pensa ou o que se tem a dizer para resolver uma situação
Franqueza
Modula o conteúdo do
que digo
É a resposta de um organismo às mudanças do meio
É a soma do que se pensa, sente, diz e faz
ferramentas
"O terrorista de um, é o herói da liberdade do outro."
Observação
Sentimentos
Necessidades
Pedido
para Comunicação
Não Violenta
O que está acontecendo? Quais são os fatos?
O que estou sentindo? Como expresso isso?
O que precisamos? Qual a necessidade que está escondido por trás deste sentimento?
O que eu preciso? O que gostaria de pedir ao outro?
Full transcript