Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os novos modelos culturais

No description
by

Mafalda Mogas

on 11 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os novos modelos culturais

Os novos modelos Mafalda Mogas O triunfo do cientismo A arquitetura do ferro A Literatura e a Arte Com a industrialização foi necessário construir novos edifícios e infra-estruturas que respondessem às necessidades que se colocavam. A industrialização criou, por um lado, a necessidade de novas construções, mas disponibilizou, por outro lado, novos materiais e técnicas.
Surgiu então a arquitetura do ferro, que utilizava materiais como o ferro, o cimento e o vidro, permitindo realizar construções bastante funcionais e de caráter utilitário.
Este tipo de arquitetura foi utilizado em estações de comboio, mercados, armazéns, pavilhões de exposições e pontes. culturais A procura de uma maior competitividade por parte das indústrias e o desenvolvimento económico, criaram a necessidade de investimentos nos campos da ciência e das tecnologias e levaram muitas empresas a apoiar a investigação.
Ao longo do século XIX realizaram-se extraordinários avanços científicos no campo da medicina, da biologia, da física e da química, cuja aplicação contribui para um melhoramento considerável da qualidade de vida e do bem-estar material. No campo das ciências sociais (História, Sociologia, Geografia, Psicologia), foram desenvolvidos estudos aos quais se aplicou o método científico isto é, a sua validação pela experiância e pela demonstração.
A confiança na evolução do conhecimento científico levou as pessoas a acreditar no cientismo, ou seja, no conhecimento científico como suporte do progresso e da paz social. A nova mentalidade fez emergir o interesse e a preocupação pela educação e ,em alguns países, o ensino primário tornou-se obrigatório e gratuito. Considerava-se que jovens alfabetizados e com preparação escolar contribuiriam melhor para a sociedade e estariam mais bem preparados para o trabalho e para os desafios colocados pelo progresso industrial. Avanços científicos Dois movimentos literários e artísticos - o romantismo e o realismo - distinguiram-se, no século XIX, na Europa: O Romantismo Surgiu na primeira metáde do séc. XIX. Caraterísticas Defesa dos valores tradicionais;
Exaltação dos sentimentos e emoções;
Exaltação da imaginação e fantasia;
Valorização da liberdade criativa;
Valorização dos heróis que marcavam a História. Artístas que se destacaram: Literatura: Victor Hugo; Byron; Goethe; Almeida Garret; Alexandre Herculano; Camilo Castelo Branco. Pintura: Delacroix; Turner; Constable; Tomás da Anunciação. Música: Schubert; Chopin. O Realismo Surgiu na segunda metade do século XIX. Caraterísticas Espírito crítico;
Crítica social;
Descrição pormenorizada, detalhada do real, do que acontecia naquele período;
Decrição de factos da vida real, do quotidiano, costumes da burguesia e miséria do povo. Artístas que se destacaram: Literatura: Émile Zola; Balzac; Dostoievsky; Tolstoi; Charles Dickens; Eça de Queirós; Ramalho Ortigão; Anter de Quental Pintura: Coubert; Millet; Daumier; Goya; Columbano Bordalo Pinheiro; Silva Porto Escultura: Rodin; Soares dos Reis; Teixeira Lopes. O impressionismo Na segunda metade do século XIX, surgiu uma nova conceção de pintura: o impressionismo. O impressionismo Caraterísticas:
A luz é o principal elemento deste tipo de pintura; os pintores trabalhavam ao ar livre, de modo a aproveitar as diversas intensidades da luz durante o dia e nas 4 estações do ano.
O principal objetivo desta pintura era impressionar visualmente;
Utilização de pequenas pinceladas de cores puras;
Figuras sem contornos bem definidos. Principais temas abordados: Cenas do quotidiano (com especial destaque para a burguesia) e paisagens (campo ou cidade) Pintores que se destacaram: Édouard Manet; Edgar Degas; Claude Monet; Auguste Renoir; Henrique Pousão; José Malhoa FIM!!! FIM
Full transcript