Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Evolução dos Calçados

No description
by

Brunno Alves

on 30 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Evolução dos Calçados


A Evolução dos Calçados
Poteção e conforto
Função
A criação dos calçados provém, no geral, na necessidade de proteção aos pés do homem para sua locomoção em terrenos ásperos e em condições climáticas desfavoráveis.
Quando surgiu o calçado?
Origem
Evolução
A história do calçado é bem antiga, e embora seja atribuída aos egípcios a arte de curtir couro e fabricar sapatos, evidências embasadas em pinturas rupestres, encontradas na Espanha e sul da França, apontam o final do Período Paleolítico (a partir de 10 mil a.C) como o início da história do sapato.
O calçado se popularizando
Século VIII a.C.
Século II
Adriano de Araújo Batista
Brunno Alves
Nas Olimpíadas da Grécia antiga (aproximadamente no Século 8 a.C.), os maratonistas competiam descalços. Até que atletas de regiões mais frias (como a Macedônia, por exemplo) começaram a competir em Olímpia com as proteções para os pés que já estavam acostumados a usar. Eram sandálias com tiras e solado feitos de couro – e a moda se espalhou entre os gregos, especialmente por esses competidores obterem maiores êxitos graças ao calçado.
Século XVIII
Os italianos foram responsáveis pelas primeiras modificações. As sandálias ganharam suas primeiras palmilhas. Além de garantirem maior conforto, elas aumentavam a adesão dos pés à peça. Os romanos, já no século II, utilizavam faixas de couro que por meio de um conjunto de pinças fixavam melhor a sandália. Nesse período, elas já tinham fins de uso cotidiano e esportivo. Então o calçado passou vários anos sem grandes modificações.
Primeiras modificações
O ressurgimento da prática esportiva no Reino Unido no final do século XVIII obrigou o desenvolvimento de calçados leves e flexíveis e com capacidade de tração, assim surgiram os calçados fechados, feitos de couro.
Melhorias em função do esporte
Em 1832, uma reviravolta: surgiram as solas de borracha. A patente foi de um americano de Nova York, Wait Webster. Além de aumentar a adesão do sapato ao solo, o novo adereço diminuía significativamente o impacto causado pela prática esportiva.
1832
Charles Goodyear em 1839 nos Estados Unidos, com intuito de melhorar a qualidade dos pneus que sua empresa fabricava, descobriu a fórmula de preservação da borracha. Esta fórmula deu origem a vulcanização, que consiste geralmente na aplicação de calor e pressão à uma composição de borracha, a fim de dar forma e propriedades ao produto final. Sem dúvida é a fase mais importante da indústria da borracha.
Algumas indústrias de calçados começaram então a substituir seus solados de couro pelos de borracha. Os novos calçados, mais leves e confortáveis, passaram a ser utilizados pelos bem-nascidos cidadãos da Costa Leste do país, em seus jogos de Críquete. Eram conhecidos como Cricket Sandals.
1839
O próximo passo foi a invenção do cadarço. Os cordões otimizaram o ajuste dos calçados aos pés dos atletas, facilitando a realização dos movimentos. Mais suaves, as pisadas deram origem ao termo sneakers, empregado até hoje – em inglês, significa tanto “tênis” quanto “gatuno”, “sorrateiro”.
1860
Na segunda metade do século 19, são inventadas as sapatilhas para os ciclistas. Na prática, tratava-se de um tênis com o calcanhar na mesma altura de todo o solado, sem cadarços e muito mais leves. Para os velocistas, um modelo com seis travas na sola, que serviam para dar mais impulso.
1870
Em 1873 os skneakers tiveram seu couro substituído por tecido. Com um preço mais acessível, eram vendidos em lojas de departamentos e logo se tornou popular, chegando a ser vendido por seis dólares o par.
Os estilhaços da Revolução Industrial chegam aos esportes e, em 1890, é fundada a primeira empresa especializada em calçados esportivos – mais tarde rebatizada como Reebok (nome de uma gazela africana) por um dos netos de Joseph William Foster, o fundador da empresa.
O aparato tecnológico da Primeira Guerra Mundial estabeleceu a criação de calçados impermeáveis feitos a partir de lona. O novo material propiciou maior conforto aos atletas e diminuiu o peso do tênis esportivo.
1873
1890
1970
Na década de 70, os calçados esportivos começaram a passar por transformações, com a vitória do americano Frank Shorter na maratona de Munique nos Jogos Olímpicos de 1972, o boom começou, forçando o desenvolvimento de novas tecnologias. Quanto mais pessoas começavam a correr, maior era a procura por calçados confortáveis e resistentes ao mesmo tempo, outros esportes tornavam-se populares, houve necessidade do desenvolvimento de calçados cada vez mais específicos. Estas mudanças forçaram ao aparecimento de novos materiais e tecnologias.
No inicio dos anos 70, apenas possuíamos um tipo de formato para tênis de corrida, o semi-curvo, com uma espécie de cunho geralmente de E.V.A. na sola intermédia.
1940
A durabilidade das solas foi melhorada na década 80.
Ainda na década de 80, a Nike inundou o mercado com uma linha popular de calçados esportivos, ultimamente as empresas vinculam suas marcas a atletas famosos e equipes esportivas, além é claro de popularizarem a prática esportiva, esse tipo de calçado reformulou a estética desse acessório do nosso vestuário.
1980
Sapatos Nativos Norte Americanos 8000 a.C.
A Nike introduz a tecnologia Huarache (tênis com uma meia embutida em neoprene);
Carolina Sales
Paloma Rodrigues de Oliveira
Design Digital - 6° Semestre
1992
2000
A Nike introduz um conceito novo: O shox (tênis com sistema de amortecimento em forma de molas)
2004
2006
A Adidas lança o primeiro calçado com chip na sola intermédia (A1), que adapta o sistema de amortecimento conforme as condições do solo;
A Adidas em parceria com o fabricante de monitores de freqüência cardíaca, apresenta o primeiro calçado capaz de aceitar um sensor de velocidade e distância, fazendo parte de um conjunto calçado/têxtil monitor de freqüência cardíaca, capazes de comunicar com o relógio do usuário;
A Nike lança o tênis Air 360, tornando-se assim, a primeira empresa a fabricar um par de calçado esportivo, cujo amortecimento da sola intermédia é totalmente não baseada em espuma de PU. A sola intermédia é o componente que ainda tem que evoluir bastante, pois as solas intermédias atuais são o elo mais fraco do calçado esportivo, pois geralmente são feitas em PU – Poliuretano de baixa densidade, formando uma espécie de espuma que tende a comprimir e perder a eficácia com o uso.
2007
2008
2010
2012
Isaac Daniel lança uma linha de calçado esportivo com GPS incorporado, este calçado permite ao usuário utilizar um botão de "pânico" caso esteja em situações de perigo;
A Brooks lança a tecnologia BioMogo, um composto da sola intermédia 100% biodegradável em apenas 20 anos, em lugar dos 1000 que tarda uma sola convencional;
Ainda em tempo para os Jogos Olímpicos de 2008, a Nike lança seu calçado mais leve e inovador até o momento. Flywire é uma nova e revolucionária tecnologia que utiliza tópicos de alta resistência que agem como cabos em uma ponte de suspensão para colocar apoio precisamente onde o pé precisa dele. A tecnologia reduziu o peso do calçado em até 18%.
A Nike lança o tênis FlyKnit, feito para ser o tênis mais leve de todos os tempos, como se fosse um par de meias de alta tecnologia
A Brooks cria a tecnologia DNA, que se adapta ao peso da pessoa, baseando-se no fluído não newtuniano.
A Nike lança o Free Run+, com tecnologia Dynamic Fit, que promove um ajuste perfeito que se adapta a todos os formatos de pés. Eles foram desenhados para aqueles que apreciam a corrida natural e seus benefícios, como por exemplo, o fortalecimento da musculatura dos pés.
Linha do tempo

BioMoGo entressola após 1 ano em ativos nas condições dos aterros fechados
Controle (padrão MoGo) entressola após 1 ano em ativos nas condições dos aterros fechados
Hoje em dia o tênis não é só um calçado, nem para quem fabrica, nem para quem usa. Pequena nave espacial urbana, o tênis exibe naqueles poucos centímetros e gramas de tecido, borracha e outros, tudo o que a tecnologia tem contabilizado como avanço, materiais, design, funções, tudo amadurece com cuidado nas pranchetas dos seus criadores e a imaginação parece não ter limites.
Wenderson César da Silva
Ellen Monike Rodrigues
Nome
RA
Adriano de Araújo Batista 1030898026
Brunno Alves 1020859188
Carolina Sales 1018840662
Ellen Monike Rodrigues 9220629026
Paloma Rodrigues de Oliveira 1053011539
Wenderson César da Silva 1030915981
CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE SÃO PAULO
FIM
Full transcript