Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Book Digital

Apresentação para Banca TCC Design de Moda
by

luciola scheidt

on 29 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Book Digital

INFANTILISTA Lucíola Scheidt MAPA DO
DESFILE release cartela de cores painéis Produto Universidade do Estado de Santa Catarina
Centro de Artes - CEART
Departamento de Moda - DMO
Disciplina: Book Digital
Professora: Fabiana Ludwig Período de descobertas e fantasias.
Fase das artes, da diversão, de não sentir a hora passar... É com o objetivo de valorizar o tempo de criança que a coleção Infantilista traz para o verão 2013 o universo lúdico e descontraído das roupas de meninas. Com nuances de candy colors remete ao reino das guloseimas, às brincadeiras populares e ao imaginário dos brinquedos. De forma maternal,
a coleção deseja impulsionar a libertação do aprendizado e do desenvolvimento
psicomotor, mantendo a inocência e
a naturalidade inerentes
ao universo infantil. Conceito A vida como um quebra-cabeça

Encaixes e desencaixes... A vida caminha em busca de peças que completem um imenso quebra cabeças. Por vezes, pára-se para pensar e repensar toda uma trajetória, pega-se todos os sentimentos e contempla-se a si mesmo, varias peças obscuras, muitas vezes sem sentido: a vida vista do lado de fora. Permanece o medo e insegurança, mas são os desejos e a coragem que impulsionam cada movimento. Olha-se cada peça, analisa-se e conclui-se que cada passo teve sua importância apesar de terem acontecido em momentos diferentes. Na infância, os fragmentos da vida possuem um gosto próprio. Todos os registros são absorvidos formando uma personalidade singular baseada nas memórias impostas ou vividas. A brincadeira de montar a vida deve considerar cada fase da existência, fazendo com que nada se perca e tudo seja exatamente como deve ser. Cada passo de uma vez de forma a se revelar e ser revelado. E as peças desconhecidas? Essas serão acrescentadas no devido momento, sem antecipação. E esse brinquedo vai se completando à medida que o tempo passa. E os limites? Quais são? Cada pessoa vive em constante montagem de sua própria história, escrita pelo resultado de decisões individuais, coletivas ou culturais. Mas, é na busca de um equilíbrio exato que se posiciona cada peça, quebra-se a cabeça para um encaixe perfeito, desafiando-se para poder assim, completar a vida. LifeStyle Numa idade em que a fantasia está presente, assim como o desejo pela descontração e a liberdade de ser criança, este público alvo abrange meninas com idade entre 3 e 10 anos, pertencentes as famílias com padrão médio de renda, que já estão na escola, tem muitos amigos e muitas opções de brinquedos para sua diversão. Essas meninas são vaidosas, porém, essa qualidade fica em segundo plano quando se trata de brincar e conhecer melhor o mundo. Bonecas, ursinhos de pelúcia, amarelinha e artes são
seus principais brinquedos. O computador e a tv também são opções de passa-tempo, mas, os desenhos e os jogos específicos para as garotinhas são os preferidos. Ocasiões sociais como
ir a festinhas de aniversário de amigos, passear no shopping
com a família ou ir ao parque de diversão fazem parte das
suas atividades, assim como, ir a escola todos os dias, fazer
aula de balé duas vezes por semana e andar de bicicleta
sempre que possível. Sua alimentação é saudável, porém,
essa menina não recusa um belo doce ou pipoca, guloseimas essas que completam o prazer de ser criança. Estão
trocando os dentes, adoram se vestir de princesas e se
espelham nos adultos ao seu redor para compor sua personalidade. Enfim, essas meninas fazem arte, às vezes,
mas adoram estar junto da família sempre sorrindo e bagunçando. São sapecas, ralam o joelho, mas sempre dispostas a se aventurar no universo de inocência e magia que compõe o mundo de uma pequena menina. Marca A marca acredita que a fase da infância é a etapa mais mágica da vida. Por esse motivo, na forma de se vestir, a criança deve ser respeitada e valorizada pelo seu potencial criativo e dinâmico. Vestindo crianças de 0 a 8 anos, a marca pretende resgatar a inocência do passado com um toque de
sofisticação. A Mercatore utiliza neuromarketing como
forma de atrair seus clientes/pais oferecendo valores emocionais agregados em seus produtos como o respeito à infância, a liberdade de expressão e movimento através do vestuário. Preocupada com o conforto, acabamento e
modelagem adequada para o universo infantil, a marca
utiliza em suas peças tecidos nobres e importados, que proporcionam a criança uma maior satisfação no uso de
suas roupas. Por considerar que o trabalho da marca é
fruto de uma grande família, a empresa atribui valores familiares de união e incentivo ao próximo, fazendo com
que, inconscientemente, seu público seja influenciado
ao consumo. Além disso, os bordados aplicados dão um
toque artesanal, rústico e personalizado que contribui
para a sua diferenciação perante ao mercado
brasileiro de moda infantil. Enfim, a Mercatore
mantém o propósito de vestir criança como criança
com toda a sua ingenuidade, espontaneidade e animação característicos desta fase. Parâmetros de Moda Segundo referências disponíveis no WGSN, a hipercultura, a neutralidade radical e o eco hedonismo destacam-se como macrotendências para a temporada primavera/verão 2013. Serão notadas misturas de estilos com origens em diferentes culturas, influências do minimalismo, da androgenia e aplicações do conceito de sustentabilidade. Tanto a moda adulto como a moda infantil são influenciadas por essas tendências que ditam o que veremos nas ruas ainda nesta década.
Essas macrotendências trazem para a moda uma mistura de cores incríveis. Desde o uso do branco até as sutis pinceladas de preto, a cartela de cores passa pelos tons pastéis, que lembram o tingimento artificial de bolas de sorvete, também chamado de cores “candy” e
pela associação de tons marcantes influenciados pelos anos 80 conhecido na temporada 2011 como color block, estes com rajadas de tecnologia e sombreamentos. As estampas serão um carro forte
dessa temporada. Encontraremos as listras, o xadrez, o tye-die, desenhos infantis, florais e o poá. Os tecidos e as texturas criarão movimentos e relevos diferenciados. Destaque para as rendas, a transparência e o cetim, sempre com muita fibra orgânica como o algodão e a seda. Recortes, babados, franzidos, bordados, laços e amarrações também serão referências de moda da estação
para os pequenos. Enfim, tanto a malha como os tecidos planos
serão mostrados com modelagens inovadoras, sempre com muito conforto e romantismo, buscando na tecnologia, nas diferenças
étnicas, nos conceitos de preservação do planeta e na
unicidade de gêneros, o contraste entre o simples e o
sofisticado, o exagerado e o minimalista, o supercolorido e o absolutamente sem cor como guia de moda para os meses mais
quentes do ano de 2013. materiais Esta cartela é formada por Candy Colors, também conhecidas por cores pastéis cuja inspiração vem dos docinhos, sorvetes, balas, etc... Proporcionando delicadeza, graciosidade e feminilidade, as cores foram escolhidas pensando principalmente no universo infantil. De forma lúdica, traz o divertimento das brincadeiras de rodas, a suavidade das guloseimas e a emoção dos brinquedos de menina, buscando tons equilibrados, alegres e harmônicos entre si.
O verde Balanço (R97/G145/B61) inicia a cartela trazendo a liberdade e a fluidez de brincar. Associado a auto-estima, essa cor vem com o propósito de deixar a criança mais afetuosa, relaxada e espontânea, características essas importantes para o desenvolvimento psicológico dos pequenos. Os tons de rosas aparecem de duas formas: uma mais intensa que remete aos desejos e a emoção e outra mais suave, que traz a doçura e a fantasia. A mistura do branco e do vermelho resulta em cores quentes. Nesse caso, o rosa Bambolê (R207/G5/B69) lembra calor, energia e sapequice; o rosa Boneca (R232/G186/B163) traz o interesse pela vida, o otimismo e o vigor, fatores esses que deveriam compor um ambiente infantil saudável. Buscando a força do sol, o amarelo Pega-Pega (R245/G237/B89) ajuda na aprendizagem, abre as idéias e estimula a curiosidade. Já o roxo Adoleta (R150/G105/B112) proporciona uma vibração muito rápida e impulsiona o lado artístico. É uma cor muito poderosa que afeta muito as pessoas. Nesse caso, combinada com o verde Balanço, altiva a generosidade e a caridade. Combinada com o amarelo Pega-Pega sobressai às características individuais e a autenticidade. Para dar equilíbrio e calmaria, a cartela traz um tom nude, o off-white Cabra-Cega (R240/G233/B209 – matiz 66%), que simboliza a paciência, o descanso e a parcimônia para uma futura brincadeira. As particularidades infantis devem ser estimuladas nos menores através das cores para que possam abrir seu conhecimento do mundo que os cercam, assim como incitar a criança a descobrir-se como indivíduo social. design têxtil aviamentos Pensando principalmente no conforto e mobilidade das crianças, os materiais escolhidos para o desenvolvimento desta coleção foram malha e algodão. Na malharia, vários tecidos são interessantes quando se trata de desenvolver roupas para os pequenos. Nesse caso, a Viscolycra foi à opção selecionada, pois possui como atrativos o seu frescor, sua elasticidade e a sua praticidade em termos de lavagem e passadoria. Embora esse tecido não seja produzido de algodão, fibra 100% natural, ele possui em sua composição a viscose que, embora seja uma fibra artificial de celulose, mantém as qualidades que se deseja atribuir ao vestuário infantil. Outro tecido selecionado foi o Tricoline com elastano. Composto de 97% de algodão traz a garantia do recurso natural que se decompõe facilmente no meio ambiente e mantém a textura e a maciez ao toque de um tecido orgânico. Porém, a tricoline selecionada possui 3% de elastano. Não foi possível abrir mão da composição deste tecido pois, os requisitos de movimento e conforto são mais relevantes para compor essa coleção. Nesse caso, outras formas de sustentabilidade têxtil devem ser aplicadas, como a reutilização do vestuário, a desconstrução e reconstrução, assim como, a reciclagem de tecidos.
Outros dois produtos compostos por fibras sintéticas e selecionados para o desenvolvimento da coleção Infatilista são o cetim e o tule. Essas duas opções fazem parte como materiais de decoração da roupa, ou seja, entram quase nada ou muito pouco em contato com a pele da criança. Produzido de poliéster e elastano, o cetim é atraente pelo seu brilho, o que efetua uma alegria e descontração para a peça. Já o tule de malha, como também é conhecido, possui em sua composição 100% de poliamida. Uma opção fresca para o verão dos pequenos, assim como produz uma transparência sutil, quando sobreposta a outros tecidos.
Todos os looks desta coleção serão costurados, principalmente, utilizando maquinas overlock e interlock. Esse tipo de fechamento além de não agredir em contato com a pele, proporciona a qualidade do acabamento da roupa e a elasticidade exigida pelos tecidos, tanto as malhas quanto os tecidos planos com elastano.
Os aviamentos usados nesta coleção visam o acabamento e a decoração das roupas. As linhas para costura e para overlock produzidas pela indústria de fios e linhas Sancris possuem qualidade, resistência e fornecem ao consumidor uma gama extensa de cores. Para produzir efeitos de franzidos nos shorts e saias, tanto nas barras quanto na cintura e nas mangas das blusas e sobreleggings, serão utilizados elásticos da marca Zanotti. Para franzidos internos, os elásticos serão básicos da cor branca; para acabamento de barra de mangas e barra de leggings, os elásticos trabalhados coloridos, muito comuns em lingerie, substituirão as rendas, uma vez que essas peças serão confeccionadas em viscolycra. Os botões serão arredondados e forrados em malha. Serão aplicados como enfeites e também para fechamento de algumas peças na região das costas. Entretela colante darão a firmeza nos abotoamentos e detalhes decorativos. Muitas peças desta coleção serão franzidas com casulos para a passagem de rolotês feitos com a malha viscolycra (principalmente na cintura e barras). Essa técnica fará a vez do elástico e dará beleza com o laço de arremate. Nesse caso, na ponta das rolotês serão colocadas ponteiras pequenas de metal proporcionando acabamento. Fitas coloridas cobrirão as argolas de acrílico. Estas irão compor os looks conceituais fazendo alusão aos bambolês infantis e outras brincadeiras de roda. As fitas e as sianinhas serão exclusivamente decorativas dando um colorido e brilho as roupas das pequenas.

As interferências de design nos looks conceituais da coleção Infantilista serão feitas com a presença de argolas de acrílico forradas com fita de cetim. As cores das fitas compõem a cartela de cores da coleção e são do tamanho de 7 mm. Vários lacinhos feitos com essas fitas decorarão as roupas das crianças trazendo um colorido divertido e romântico. O propósito das argolas é brincar com a roupa. Penduradas elas farão referências as brincadeiras de roda e ao brinquedo bambolê. Para dar um colorido e efeitos de listras, as sianinhas serão aplicadas em alguns looks de forma alinhadas. As listras dão ao traje um aspecto mais descontraído e esportivo, propósito esse aplicado ao vestuário infantil. Desfile OCTAFASHION 2012 Editoriais
Full transcript