Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Introdução ao pensamento antropológico (parte 2)

Roteiro para discussão - Antropologia e Sociologia da Educação (UNIUBE)
by

Fernanda T. Márques

on 21 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Introdução ao pensamento antropológico (parte 2)

Introdução ao pensamento antropológico
REFERÊNCIAS:

BOAS, F. Raça e Progresso [1931]. In: CASTRO, C. (Org.). Franz Boas. Antropologia Cultural, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004, p. 67-86.

LAPLANTINE, F. Aprender Antropologia. São Paulo: Brasiliense, 2001.

MALINOWISK, B. K. Argonautas do Pacífico Ocidental, São Paulo, Cultura, 1978.

POIRIER, J. História da Etnologia. São Paulo: Cultrix, 1981.
Principais obras
(BOAS, F.
A Mente do Homem Primitivo
(1911-1938)
“A totalidade das reações e atividades mentais e físicas que caracterizam o comportamento dos indivíduos que compõem um grupo social”
Conceituando Cultura:
do intangível ao comportamental
PARTICULARISMO HISTÓRICO - PREMISSAS
Tendência humana para a resolução de problemas
A diversidade é uma característica da Humanidade
Cada cultura tem uma história particular, dotada de sentido próprio
Compreender uma cultura pressupõe vivencia-la
A comparação entre culturas distintas não deve envolver hierarquização
Comparação que visa ressaltar as singularidades que, juntas, constituem a diversidade humana.
A Comparação Controlada como Método
Entre os Índios Kwakiutl, Canadá (1894)‏
“[...] a maldade, bem como o valor de uma pessoa, residem na formação do coração - que eu encontro ou não tanto aqui quanto entre nós”.
Principais contribuições teóricas de BOAS - deslocamentos do campo analítico:
De
raças
para
etnias
(traços raciais não são importantes quando comparados às condições culturais)‏
De
sociedade humana
para
sociedades humanas
De
cultura
para
culturas
Da investigação da
degeneração racial
ao estudo das
motivações sociais do antagonismo cultural
Visão positiva da mestiçagem
Relativização dos efeitos do interacasalamento
“Degeneração biológica” - regiões com intensa endogamia
“Degeneração biológica” - transmissão de patologias entre linhagens familiares
Negação da hipótese da “degeneração racial”
Antropologia Funcionalista
Bronislaw Kaspar Malinowski
(1884 - 1942)‏
(MALINOWSKI, B.
Uma Teoria Científica da Cultura
, 1922, p.43)
“O todo global consistente de implementos e bens de consumo, de cartas constitucionais para os vários agrupamentos sociais, de idéias e ofícios humanos, de crenças e costumes”
Conceituando Cultura:
do intangível e comportamental ao tangível
Premissas ‏

Não se conhece uma Cultura sem tê-la vivenciado
Não se faz Antropologia sem profunda imersão em campo
Não se vai a campo sem antes obter um sólido conhecimento teórico
O Trabalho de Campo em perspectiva etnográfica envolve:
Mapeamento: recenseamento e levantamento das redes de parentesco e de sociabilidade
Aprendizado da língua e de outras linguagens
Conhecimento e compreensão da cosmogonia
"O antropólogo deve passar longos períodos de convivência com os grupos estudados - morar nas proximidades de suas casas; acompanhar de perto suas atividades diárias; aprender a língua nativa evitando intérpretes tendenciosos. Deve, enfim, absorver os valores e sentimentos do grupo observando cuidadosamente o que as pessoas fazem e dizem"

(BOAS,
Diário de Campo
. Canadá, 1883-1884)‏
(MALINOWSKI,
Diário de Campo
, 1922)
Profa. Dra. Fernanda Telles Márques - UNIUBE
Transformações da Antropologia na primeira metade do séc. XX
Franz Boas
e
Bronislaw Malinowski

recapitulando...
Full transcript