Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Ciências sociais e políticas

No description
by

EaD IVJ

on 15 December 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ciências sociais e políticas

Ciências Sociais e Políticas
Conteúdo da Seção
O Mundo das Ciências Sociais
-> Unidade 1: O Mundo das Ciências Sociais

-> A especificidade do olhar que as Ciências Sociais lançam sobre a realidade.

- As subdisciplinas tradicionais das Ciências Sociais: Antropologia, Ciência Política e Sociologia.

Objetivo geral da disciplina: apresentar a perspectiva do cientista social em relação ao mundo que o cerca e do qual faz parte.

Apresentação
Geral do Curso

Os alunos deverão exercitar, ao longo do curso, a reflexão crítica e desnaturalizadora a respeito de aspectos fundamentais do mundo em que vivem.

Divisão das Unidades do Curso
O curso está dividido em 5 unidades, relacionadas entre si:

-> Apresentação do Curso
-> Texto para leitura em sala:
- O Papalagui (6p.)
-> O olhar das Ciências Sociais sobre a Realidade Social

Contexto histórico do surgimento das Ciências Sociais: a modernidade e suas transformações.

Diferença entre Ciências Naturais e Sociais. As Ciências Sociais como ciências da compreensão, buscando desvendar os significados que os homens atribuem às suas ações.

Texto para Leitura em Sala - O Papalagui

-> O texto registra um discurso de Tuiavii, chefe da aldeia de Tiavea, em Samoa (Polinésia, Pacífico Sul), recolhido pelo artista alemão Erich Scheurmann (1878-1957) e publicado originalmente em 1920.

- Samoa foi uma colônia alemã até passar à tutela da Nova Zelândia em 1920. Tornou-se independente em 1962.

-> Tuiavii fala a seus conterrâneos sobre o mundo cotidiano do Papalagui — o europeu ou homem branco — que conheceu durante uma viagem.

Procedimentos analíticos e de método: relativizar, distanciar o olhar e estranhar aquilo que é tido como “natural”.

Deverão também desenvolver sensibilidade para perceber a diversidade e a relatividade das formas da vida social, tanto em sua dimensão histórica quanto cultural.

O mundo das Ciências Sociais.

A construção da identidade social: relação entre indivíduo e sociedade.

Como a sociedade se mantém: divisão social do trabalho, solidariedade e coerção.

Como a sociedade se transforma: o mundo da política.

Os métodos das Ciências Sociais.

O objeto das Ciências Sociais: a sociedade, vista como resultado da interação recíproca entre os indivíduos.

A interação social na vida cotidiana e a linguagem das Ciências Sociais: tipificações e tipos ideais.

Exemplos: Max Weber e os tipos ideais de dominação; o brasileiro como “homem cordial” (Sérgio Buarque de Holanda).

O Mundo do Papalagui
-> Tuiavii descreve, em seus termos, a vida numa metrópole, com seus prédios e apartamentos, ruas e bondes, ruídos e confusão.

-> Descreve também um tipo diferente de sociabilidade: a convivência anônima e pouco amistosa entre vizinhos e a divisão de tarefas entre homens e mulheres.

-> Finalmente, aponta para a divisão e desigualdade entre campo e cidade.

O que o texto nos revela

-> O texto permite um exercício de ver com outros olhos nossa realidade cotidiana, aquela que é construída por meio de nossa socialização e que percebemos como “natural”: o mundo que vivemos em “piloto-automático”.

- Nesse sentido, podemos entender o que significa “des-naturalizar” nossa visão de mundo.


Questões para discussão em sala
-> As observações de Tuiavii ainda são válidas a respeito da vida atual do Papalagui?

-> Podemos exercitar o mesmo olhar “estranhador” em nossa própria sociedade atual?

-> Podemos imaginar grupos sociais ou estilos de vida que estão próximos de nós, com os quais temos uma razoável familiaridade, mas que nos são desconhecidos? Ou sobre os quais temos visões preconcebidas, e não fruto de conhecimento efetivo?



O exercício da imaginação sociológica também consiste num exercício de estranhar, relativizar, afastar nosso olhar de nossa própria sociedade. Com isso, podemos refletir criticamente sobre ela e perceber melhor seus mecanismos e características.

Full transcript