Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

EU- PSICOLOGIA

null
by

Anisia Gonçalves

on 21 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of EU- PSICOLOGIA

Download this Prezi from:
http://prezibase.com
e
g
h
J
k
m
7
Processos Relacionais
Comportamento Profissional

EU
NÓS
OUTROS
“Self”
Liderança
Identidade
Preconceito
A Percepção do “Self”

auto-conceito

O “Self” visto pelos “Outros”

O sentimento de valor: a auto-estima

Estratégias de manutenção de uma identidade pessoal positiva

A Percepção dos “Outros”

Cognição social e atitudes

O conceito e as componentes das atitudes

Formação e desenvolvimento de atitudes

"Mas sou um milhão de pessoas diferentes de um dia para outro
Não posso mudar meu molde"
"O self aquilo que define a pessoa na sua individualidade e subjetividade, isto é, a sua essência"
O autoconceito pode ser definido de uma forma simples, como a percepção que o indivíduo tem de si próprio e o conceito que, devido a isso, forma de si.
Entende-se por autoestima a avaliação que o indivíduo faz de si mesmo, a qual expressa uma atitude de aprovação ou de reprovação e o quanto ele se sente capaz, significativo, bem sucedido e valioso.
Do I
myself
A mudança de atitudes
Percepção social e categorização

Formação de impressões

Estereótipos e preconceitos

A Percepção e a Dinâmica do “Nós”

Conceito e características dos grupos

A interacção da heterogeneidade

O relacionamento e a tarefa do grupo

A Teoria de Desenvolvimento do Grupo

Kurt Lewin e a dinâmica de grupo

Estrutura e funcionamento do grupo

Os conceitos de estatuto, papel e apreço

Papéis e estatutos adquiridos ou atribuídos

Estrutura sociométrica

Coesão do grupo

Normalização e conflitos

Conflito e escalada do conflito

Assertividade
Inconformismo

Passividade, agressividade, manipulação e afirmação pessoal

Estratégias individuais na gestão do conflito

Poder; autoridade; influência social

Obediência e conformismo

Conceito de liderança

O empreendedor
Negociação social

Elementos da negociação

Perfil do empreendedor

A maneira como nós vemos os outros;
A maneira como nós observamos os que nos rodeiam;
Pode ser ou não igual ao "SELF"




Os outros representam uma necessidade vital de toda a nossa existência.
Na relação que estabelecemos uns com os outros, experimentamos o confronto diário com múltiplas informações.
"as atitudes são sistemas duradoiros de avaliação positivos ou negativos, sentimentos emocionais e técnicas de ação positivas ou negativas em relação a objectos sociais"
A longa história das pesquisas na psicologia social permite apontar diferentes componentes das atitudes:
cognitivas (crença);
afectivas (emoção);
comportamentais (reação).
As atitudes são vistas geralmente como predisposições comportamentais adquiridas, introduzidas na análise do comportamento social para dar conta das variações de comportamento em situações aparentemente iguais.
A caracterização tem várias funções: simplificação, conservação do que é aprendido, direção da ação, ordem e significado.
Processo que está na base das interacções sociais: consiste na formação de impressões acerca dos outros.
Formar uma impressão significa organizar a informação disponível acerca de uma pessoa de modo a podermos integrá-la numa categoria significativa para nós.
Norma: sentimento partilhado pelos membros de um grupo e que diz respeito ao que deve e não deve ser feito.
"O conflito ocorre quando os interesses dos individous de dois grupos são divergentes"
Os conflitos são como redes que num curto espaço de tempo se tornam incontroláveis.
Apesar de muitos comportamentos humanos serem conformistas, normalizados e obedientes convém, contudo, referir o papel determinante do inconformismo e da desobediência na inovação e mudanças sociais
"Comportamentos usados pelo ser humano para responder a determinados problemas"
É extremamente necessário haver COOPERAÇÃO na gestão de um determinado conflito.
O confronto direto com a autoridade leva a que as pessoas se submetam muito mais do que quando as ordens são transmitidas por um individuo diferente e distante
O apoio social, de acordo com experiências desenvolvidas, mostra-se mais eficaz na estimulação da desobediência do que na promoção da obdiência.
Conformismo: tendência para seguir o comportamento dos outros; submissão às normas por influência de modelos sociais,

Obdiência: Submissão a normas ou instruções da autoridade.
Tipos de estereotipos:
Racial;
Sexual;
De género;
Socio-económico.
Tipos de preconceitos:
Religioso;
Sexual;
Racial;
Social.
É importante que os membros de um grupo de referência seja semelhante a nós.
Num grupo, o indíviduo apresenta características que antes não possía:
poder invencível;
contagio;
sugestão.


Ao longo das nossas vidas, fazemos parte dos mais diferentes grupos de pessoas, seja por escolha própria, seja por circunstâncias que dependem da nossa vontade.
Entramos e saímos de vários grupos sociais, os quais certamente são importantes na conformação da da nossa educação, dos nossos valores e nossa visão sobre o mundo.
Tipos de grupos:
primários;
secundários.
Bruce Wayne Tuckman realizou uma pesquisa sobre a teoria da dinâmica de grupo.
Em 1965, ele publicou uma de suas teorias chamada "estágios de Tuckman".


Em 1977, acrescentou um quinto estágio chamado Adiando.
Ele tentou introduzir vários tipos de teorias como a Teoria dos trabalhos de equipa de Tuckman.
De acordo com a Teoria dos trabalhos de equipa, há quatro fases, a formação, o confronto, a normatização e atuando.
A dinâmica de grupo é o estudo das forças que atuam no seio dos grupos, suas origens, consequências e modificações no comportamento do grupo.


Os grupos formam-se quando existe um grupo de pessoas que têm concordancia sobre os objetivos e os meios a alcançar.
Através de determinadas características conseguimos atribuir ao "self" e aos "outros" um estatudo social, um papel social...
A partir de determinados indícios, formamos uma impressão global de uma pessoa, a quem atribuímos uma categoria socioeconómica e cultural, um determinado estatudo social.
Conceito : A palavra sociometríca, derivada do latim, é resultante da junção das palavras socius (social) e metrum (medida).
Resultante de todas as forças que actuam sobre os membros para que permaneçam no grupo .
A Liderança é a arte de comandar as pessoas, atraindo seguidores e influênciando assim de forma de forma positiva mentalidades e comportamentos.
Tipos de Liderança:
Autocrática;
Democrática;
Liberal.
A negociação social é uma nova forma, compesadora de aceder ao mercado finaceiro.
Empreendedorismo = empreender = resolver um problema ou situação complicada.
Legitimidade;
Informação;
Tempo;
Abertura;
Valor limite;
Posições;
Interesses.
Autoconfiança;
Automotivação;
Elevado poder de comunição;
Criatividade;
Flexibilidade;
Iniciativa;
Liderança;
Capacidade interpessoal;
Sensibilidade administrativa.

Aceitação;
Estima;
Conforto...
Full transcript